Philip Guo, tutor de Python e escritor

Foto de Philip na natureza
Olá, eu sou Philip Guo!

Com o que você trabalha?

Eu sou um pesquisador e professor de ciência da computação e estou me especializando na interação entre humanos e computadores, e em tecnologia educacional. Atualmente, estou encerrando meu cargo de pesquisa de pós-doutorado no MIT e, em breve, me mudarei para o norte de Nova York para começar meu novo trabalho como professor assistente na Universidade de Rochester.
Eu sou super apaixonado por uma área, que é a de criação de ferramentas que ajudam as pessoas a aprender programação. Desde 2010 eu venho criando e fazendo a manutenção do Online Python Tutor, que é, atualmente, a ferramenta de visualização de programa para educação mais amplamente usada. Mais de meio milhão de pessoas de mais de 165 países já a usaram para aprender a programar em Python, geralmente como um complemento para livros didáticos, tutoriais online, vídeos da Khan Academy e MOOCs (cursos online abertos). Veja aqui um vídeo do YouTube com um minuto de introdução:

Como você aprendeu a programar?

Eu cresci nos anos 90, época em que a Web também passava por sua infância. Eu adorava jogar no computador, fazer alguns gráficos de Photoshop bem simples e criar sites pessoais feios com GIFs animados.
No entanto, como meus pais não sabiam programar, e não havia ninguém que pudesse ser um modelo por perto para me ensinar, eu não aprendi a programar até a aula de ciência da computação AP, no segundo ano do colegial. Essa breve explanação já me conquistou, e eu decidi me formar em ciência da computação na faculdade. Eu aprendi a maior parte do que sei sobre programação devido às aulas da faculdade, estágios de verão e projetos de pesquisa no campus.
Recentemente, eu escrevi sobre a minha história até começar minha relação com a programação no meu site pessoal, e a história foi selecionada pela Slate, NPR, BBC e alguns outros veículos de mídia. Read more here.

O que você faz quando não está programando?

Quando não estou programando, escrevo sobre programação, é claro! :) Não, é brincadeira, na verdade eu não escrevo tanto assim sobre programação.
Mas é verdade que eu gosto de escrever. Eu escrevo muito no meu site pessoal, principalmente como uma maneira de "clarear" minhas próprias ideias. É assim que eu penso: escrevendo. Eu não consigo entender completamente algo até colocar a ideia no papel (digital). Here are some of my articles.

Qual é o seu conselho para novos programadores?

Encontrem um mentor. É muito fácil dizer isso, mas, geralmente, é difícil de se fazer. Independentemente do quão incrível a tecnologia educacional venha a se tornar, ainda assim, será impossível substituir um bom mentor humano.