Yann Dauphin, pesquisador e baixista

Foto de Yann Dauphin
Olá, me chamo Yann Dauphin!

Com o que você trabalha?

Sou um candidato a PhD em aprendizagem de máquina. Desenvolvo e programo algoritmos de inteligência artificial que podem aprender a partir de exemplos. Eles são como programas que podem programar. Eu passo a maior parte do tempo debatendo sobre novas ideias para algoritmos, programando em Python, bebendo chá e lendo sobre o desenvolvimento de tecnologias recentes.
Minha pesquisa foca nas redes neurais profundas em larga escala. Eu fui capaz de usar parte do meu trabalho no Google e na Microsoft através de estágios. Hoje em dia, estou trabalhando em distribuir o aprendizado de redes neurais em grupos de computadores. Eu também trabalhei em novos algoritmos de aprendizado que podem extrapolar dados. Este é um desse tipo, algoritmos que inventam imagens de rostos
Algoritmo criando feições

Como você aprendeu a programar?

Tudo começou quando percebi que tudo que você precisa para programar é de um computador. Esse foi um caminho para transformar minhas ideias malucas em realidade sem nenhum dinheiro ou trabalho pesado. Eu sempre tive uma imaginação muito fértil, então achei isso muito interessante. Programar significava criar meus próprios jogos, sites, e ferramentas.
Então, no ensino fundamental, por volta de 1999, eu comprei um livro sobre programação. Aquele livro era tão chato que quase me fez desistir. Um ano depois, me deparei com umtutorial de programação em C excelente da Howstuffworks. No mesmo dia eu estava escrevendo meus primeiros programas. No começo eles eram bem simples, mas era legal ver todas as coisas que você podia mandar o computador fazer. I honed my skills mostly by working on my own projects and by contributing to open source projects on Sourceforge. Mais tarde, ampliei meu conhecimento estudando engenharia da computação na universidade.

O que você faz quando não está programando?

Foto de Yann tocando baixo
Tocando em uma apresentação
Meu meio de transporte favorito é a bicicleta. Pedalo cerca de 100 km por semana durante o verão. Isso me ajuda a espairecer e a ficar em forma. Também gosto de música. Eu escuto de tudo (rock, reggae, rap), e tento tocar um pouco de tudo com meu baixo.

Qual é o seu conselho para novos programadores?

Quanto mais você souber, mais você pode fazer. No entanto, você não precisa saber tudo para conseguir fazer as coisas. Saber um pouco já é suficiente para dar início à maioria dos projetos, o resto você pode aprender pelo caminho. Não tenha medo de quebrar as coisas, afinal, tudo é virtual.