Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Cifras vs. códigos

Para começar, vamos ter certeza que entendemos a diferença entre uma cifra e um código. Aliás, te desafio a levantar e fazer a mesma pergunta a alguém. Enquanto isso vou esperar aqui e admirar essa máquina de Lorenz de criptografia...
Eles conseguiram responder à sua pergunta? Para a maioria das pessoas, é como se você estivesse perguntando qual a diferença entre mexido e mistura. Pergunta difícil. Felizmente, nós temos um video Código Morse que introduz a ideia de um livro de código—confira! No video nós vemos como operadores de telégrafo podiam poupar tempo transformando frases inteiras em pequenas sentenças.
Aqui, a palavra contador é código para "Venha de uma vez. Não se atrasem." Um código é uma transformação de um determinado significado —como uma palavra, sentença, ou frase— em algum outro significado—geralmente em um grupo menor de símbolos. Por exemplo, nós podemos criar um código onde a palavra maçã é escrita como 67. Geralmente códigos são formas de poupar tempo, e quando enviamos mensagem ao redor do mundo, tempo é dinheiro.
Um livro de código é simplesmente uma lista dessas transformações. Livros de códigos estão pelo mundo desde que começamos a escrever. Lembre-se,um código necessita um livro de códigos.
Certo, e a respeito das cifras?
O mais importante, cifras não envolvem significado. Pelo contrário, elas são operações mecânicas, conhecidas como algoritmos, que são executadas individualmente ou em pequenos blocos de letras. Por exemplo, na Cifra de César nós vimos como cada letra do alfabeto foi transformada em uma letra diferente. Por exemplo, A→D, B→E e C→F, quando estamos usando um deslocamento de quatro. Esse tipo de cifra é conhecido como cifra de deslocamento.
Revise como isso funciona usando a ferramenta interativa abaixo:
Nesse caso, não precisamos de um livro de códigos. Em vez disso, nós seguiremos uma série de instruções—também conhecidas como um algoritmo— na qual deslocamos cada letra por um determinado número. O algoritmo requer uma fração de informação compartilhada conhecida como chave. No exemplo acima, em que A→D, a chave é quatro. Essa chave compartilhada é necessária para as duas partes para criptografar mensagens: HELLO → KHOOR, e para descriptografar as mensagens: KHOOR→HELLO.
Então de volta a nossa pergunta: Qual a diferença entre código e cifras? Códigos geralmente operam com semântica, significado, enquanto as cifras operam com sintaxe, símbolos. Um código é armazenado como uma transformação em um livro de códigos, enquanto as cifras transformam símbolos individuais de acordo com um algoritmo.
Agora, vamos revisar a mecânica envolvida na Cifra de César no próximo exercício.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.