If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:4:01

Transcrição de vídeo

Um dos motivos de se contabilizar algo, de se fazer demonstrações contábeis, é para poder enxergar o que acontece em um negócio. Isso pode ser para um investidor, para que ele veja como o negócio vai, ou para os gerentes de um negócio, de modo que eles possam ver onde o negócio está indo bem e onde ele não está, ou talvez como os recursos deveriam ser alocados. Então, vamos ver qual dos dois regimes de contabilidade, regime de caixa ou regime de competência, dá a melhor noção do que está realmente acontecendo em um negócio, e do jeito que eu fiz nos dois primeiros vídeos, a primeira coluna aqui, esse é o regime de caixa, e essa é a de exercício, a segunda coluna é o regime de competência, vamos olhar para a demonstração de resultados. Nós estamos assumindo um mundo bem simples, onde não existem impostos, não há nenhum débito, não temos juros ou coisas assim... Nós temos apenas a Receita, alguns gastos associados a ela e um lucro simples. Nós complicaremos mais ele no futuro. Isso pode ser visto como nossa demonstração de resultados. Essa é nossa demonstração de resultados para o mês um, no regime de caixa, essa é nossa demonstração de resultados para o mês um, no regime de competência. Agora, quando olha para qualquer regime no mês um, você vê a mesma coisa, então não é tão interessante. Vamos avançar para o mês dois. No regime de caixa, parece que você acabou de perder R$200. Para alguém de fora, que não conhece os detalhes do que está acontecendo, parece que algo estranho acontece ou que o negócio perde dinheiro. "Porque eu investiria em um negócio que perde R$200 por mês apenas olhando aqui?" Quando olhamos o regime de competência, ela mostra que você fez um evento. Na realidade, você realizou um evento bem grande naquele mês. Na realidade, é por isso que você teve tantos gastos. Se você reconhecer a receita pelo serviço que você realizou naquele mês, os R$400, que você registrou por competência, você poderia dizer "Veja, eu realizei serviços que me irão me remurar R$200." Assumindo que o cliente irá pagar. E, ao invés de colocar os R$400 no caixa, (você não pegou o dinheiro então não pode fazer isso) nós dizemos "O cliente nos deve R$400." Mas isso ainda é um ativo. Um ativo é qualquer coisa que garanta um benefício futuro por causa daquilo. Então o cliente irá lhe dar dinheiro no futuro. Dinheiro é um ativo pois você pode usá-lo para comprar coisas, ter pessoas trabalhando por você e conseguir benefícios futuros. Então, ambos Caixa e Contas a Receber são ativos. No mês dois, eu acho que é justo dizer que o método de competência nos dá uma indicação melhor do que realmente acontece. Vamos para o mês três. No regime de caixa, quando você olha o exemplo, você não fez nada no mês três. Você pode ter saído de férias nesse mês. Não houve nenhum evento realizado. Mas em um regime de caixa parece que foi o seu melhor mês de eventos até agora porque você teve uma entrada de caixa de R$600. E você não teve nenhum gasto já que você não contabilizou nada Mas quando faz o regime de competência, ela mostra o que aconteceu. Você não teve nenhuma Receita e nenhum gasto associado com a Receita. Então, de novo, uma pessoa de fora poderia dizer "Talvez ele fez uma pausa, talvez um período de férias, ou apenas foi um momento devagar no seu negócio. E você não registra esses R$200 adiantados porque você não fez nada para receber ele. Ao invés disso, você disse: "Veja, eu consegui R$200. É dinheiro adiantado." Você pode até chamar isso de dinheiro adiantado dos clientes. Mas eu não estou reconhecendo a Receita no mês em que eu recebo. Eu estou esperando para realmente realizar o serviço. Então, eu postergo a Receita. Então você a posterga para o mês quatro, quando você realmente realiza o serviço. Os R$100 de gastos estão associados aos R$200 então o R$100 de lucro faz sentido. Mais uma vez, no mês quatro, você trabalhou e deveria ter lucro No regime de caixa, parece que você perdeu dinheiro novamente. Então, tomara que isso te dê uma ideia do porque o regime de competência dá uma visão melhor do que acontece em um negócio. No próximo vídeo, eu tentarei reconciliar a demonstração de resultados por competência com o caixa real. Porque, agora, isso pode parecer um pouco misterioso. [Legendado por: LucasF] [Revisado por: Laércio Junior]