If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:12:04

Transcrição de vídeo

Quero mostrar a vocês uma visão global sobre o que está acontecendo no mercado de <i>swaps</i> de crédito. Serei bem geral. Digamos que tenhamos as empresas A, B e C. E digamos que haja um grupo de pessoas que emite <i>swaps</i>, e eu os chamarei de seguradoras. Já que um <i>swap</i> é, basicamente, um seguro sobre uma dívida. Caso alguém não pague seu débito, então a companhia de seguros pagará a você. Em troca, você paga juros sobre o débito. Digamos que nós temos a seguradoras 1, e a seguradora 2. Algumas delas são seguradoras de fato, e outras são bancos. Algumas podem até ser fundos de <i>hedge</i>. Essas são as pessoas que emitem os swaps de crédito, e então há as pessoas que compram os <i>swaps </i>. No último exemplo, eu tinha o fundo de pensão 1, esse era meu fundo de pensão. E você poderia ter o fundo de pensão 2. Vou redesenhar algumas das conexões entre as organizações. Digamos que o fundo de pensão 1 vai emprestar um bilhão de dólares para A. "A" irá pagar ao fundo de pensão um 10%. Mas o fundo de pensão 1 quer se certificar que ele irá receber seu dinheiro, pois não pode emprestar dinheiro a pessoas que tenham nada menos que <i>rankings</i> de crédito estrelares. Então eles contratam um seguro da seguradora 1. O que eles fazem está fora destes 10%, eles pagam os pontos base. Então eles pagam cem pontos base. E, em troca, recebem-- Vou chamar seguro sobre A. Estou criando uma nova notação. Eles contratam um seguro para A. Certo. E o motivo pelo qual essa seguradora 1 (S1) pôde fazer o seguro é porque a <i>Moody's</i> lhe atribuiu uma nota de crédito muito alta. Quando eles seguram algo, seguram o pacote todo, certo? O empréstimo para esse cara, mais o seguro, como se você estivesse emprestando dinheiro para esse cara, mas você está pagando mais juros, certo? Esse título se torna um título <i>Double A</i> . Pois a probabilidade de você não receber seu dinheiro não é a probabilidade de esse cara não te pagar, mas a probabilidade de este cara não te pagar. A <i>Moody's</i> ou a <i>Standard & Poor's</i> já disseram: "Esses caras são bons pagadores", eles são <i>Double A</i>, ou o que for. Agora seu risco é um risco <i>Double A</i> e não um <i>Double B</i>, nem nada disso. Mas isso é o que acontece. Essa é a empresa B e talvez o fundo de pensão 2 queira emprestar dinheiro a empresa B. Talvez dois bilhões de dólares. Eles recebem 12%, talvez a empresa B seja um pouco mais perigosa. De novo, eles vão a primeira seguradora. Digamos que eles façam um seguro para B. E "B" é mais arriscada, então precisa pagar 200 pontos base. 200 pontos base vão do fundo de pensão 2 para B. Isso já é uma coisa arriscada, certo? Você pode pensar sobre o que está acontecendo. Contanto que esta seguradora não seja rebaixada pela agência de classificação, pode ser a <i>Moody's</i>, ou qualquer outra, eles podem continuar emitindo seu seguro. Não há limite para quantos seguros elas podem emitir. Não há uma lei que diga que se ela segurar um bilhão em dívidas, também terá que separar um bilhão. Para o caso de o débito de um bilhão não ser pago elas possuírem a quantia. Ou se você segurar dois bilhões, você também não precisa ter dois bilhões. O que você tem é um grupo de pessoas que, estatisticamente, dizem: "Qual a probabilidade de todos esses débitos não serem pagos?" Então eu tenho que manter capital o suficiente para que, estatisticamente, eu possa pagar dívidas não honradas. Mas você não precisa manter dinheiro o suficiente para pagar todos os débitos não honrados. Você já pode perceber um formação de risco interessante. O que acontece caso todas essas empresas começarem a falhar simultaneamente? Essa empresa terá que pagar mais em seguros do que ela tem. Então você precisa se perguntar se ela realmente merece esse <i>Double A</i>, porque ela está se arriscando demais. A curto prazo, enquanto as empresas estão -- todos estão se saindo bem, a economia vai bem, isso é um ótimo negócio para esses caras. Eles estão ganhando dinheiro com os seguros, sem ter que pagar nada. Vamos a uma reviravolta. Era bom para os fundos de pensão P1 e P2 fazer o seguro, pois eles estavam fazendo empréstimos, e eles recebiam o seguro. Logo eles estão fazendo um <i>hedge</i> sobre o risco ao comprar esses <i>swaps</i> de crédito, que são, basicamente, uma política de seguros da seguradora 1. Mas as coisas podem acontecer de outro modo. Isso não é menos legítimo na verdade. Mas você poderia chamá-los-- Não sei- O chamaremos de fundo de <i>hedge</i> 1. E eles trabalharam muito, e costumam ser muito mais sofisticados que os fundos de pensão-- na verdade, eles quase sempre são melhores. E eles dizem: "Quer saber?" "A empresa B parece ser muito, muito, muito, muito suspeita." "Acho que 200 pontos base para o caso de ela "faltar com seus compromissos é muito pouco." "Acho que há uma grande probabilidade que a empresa B não honre suas dívidas." "Não vou emprestar dinheiro para B, porque acredito que eles vão declarar falência." Nesse caso, o que se pode fazer é comprar um <i>swap de crédito </i> do débito da empresa B; Que é basicamente fazer um seguro para o caso de eles falirem, sem emprestar para eles o dinheiro. Digamos que eu faça isso com a seguradora 2. Vou até a seguradora 2 pagar 200 pontos base por ano, ou 2% sobre o valor especulativo do seguro que vou fazer. Digamos que são 200 pontos base, e que o seguro sobre-- Estou chutando alto-- eles me segurarão em relação a B em $10 bilhões. E algo interessante está acontecendo aqui. Talvez B nem tenha pegado emprestado os $10 bilhões, certo? De repente você tem esse fundo <i>hedge</i> segurando mais débitos que B de fato pegou emprestado, certo? E você tem, essencialmente, essa aposta entre as duas partes. Esta parte diz: "Quer saber?" Não acho que seja um boa ideia. Ganho 200 pontos base sobre os $10 bilhões todo ano enquanto B não para de me pagar". E esse cara diz: "Acho que B não vai pagar". "Então acho uma boa ideia aquele seguro. O valor especulativo é de $10 bilhões. Quanto é 20% de $10 bilhões? 2% de um bilhão é 20 milhões, então são $200 milhões. 200 se a conta estiver correta. Pagarei $200 milhões ao ano para a seguradora. Os 200 pontos base sobre dez bilhões é igual a $200 milhões. Talvez os números estejam muito altos, mas quem sabe? Na verdade, isto poderia ser um fundo <i>hedge</i> Poderia ser um fundo de <i>hedge</i> de $10 bilhões. Ou ainda pior, talvez seja um fundo de um bilhão, ou um fundo de $20 milhões, mas eles tomaram $180 milhões para comprar o seguro, pois acham que o colapso de B é iminente. Então eles podem apostar isso agora. Talvez seja uma boa aposta. Se B entrar em colapso amanhã, o que acontece? Eles negociaram apenas $200 milhões para o primeiro ano, mesmo que os pagamentos costumem ser trimestrais. Serão pagamentos de $50 milhões a cada três meses. Eles fazem o primeiro pagamento de $50 milhões. E nos próximos três meses B declara falência, e as pessoas percebem que aquela dívida não vale nada. Logo, esses caras ganham $ 10 bilhões. Certo? Mas há outra coisa interessante aqui. Eles fizeram seguro para outras pessoas também, talvez B sobre a dívida de B. Certo? Ou eles talvez tenham segurado o débito de A também. Talvez tenham segurado as dívidas de A também. Então o que acontece? Digamos que B não os pague. Então umas coisas acontecem. S1 deve a P2 $2 bilhões, certo? S2, a segunda segurado vai dever para seu fundo de <i>hedge</i> $10 bilhões. Digamos que S2 lida bem com seu dinheiro. Eles têm $10 bilhões a pagar para seu fundo <i>hedge</i>. Este fundo <i>hedge</i> é ótimo, com bons bônus ao ano, compram iates, etc. Mas essa seguradora aqui, paga suas dívidas, mas algo interessante acontece. De repente a <i>Moody's </i>percebe; as agências de classificação percebem, e falam "Ah meu Deus". Há várias coisas que podem fazer com que eles digam isso. Talvez eles digam, olhe. Você precisa pagar $10 bilhões. E eu duvido que seja a única dívida deles, eles devem muito mais. Agora S2, seguradora 2, você está descaptalizada. Vou rebaixar sua nota de crédito. Você era <i>Double A</i>, mas desde que você precisou dar todo seu capital, a <i>Moody's</i> te rebaixou para B+. Estou apenas inventando as notas aqui. Mas é assim que as coisas acontecem. A é melhor, B é pior. Quantos mais "As" você tem, melhor é. De repente esse cara é B+, e esse cara segurou, o débito de outras empresas para esse fundo de pensão, agora, de repente o seguro que esse fundo de pensão tinha não é mais um <i>Double A</i>. Agora ele é um B+, e talvez esse fundo de pensão, por uma característica contratual não possa manter algo que tenha uma nota de crédito B+. Então eles terão que desfazer a transação, ou talvez eles tenham que se livrar do débito segurado. Pela falta de pagamentos da empresa B, talvez esse cara estivesse com alguns débitos da empresa A, que estavam segurados pela S1. Agora eles precisam se livrar daquele débito. Uma falta de pagamento cria essa reação em cadeia, certo? Essa falta de pagamento acontece, esse cara paga para este outro, então esse este fica descapitalizado, pois precisa pagar para o outro. E a <i>Moody's</i> diz: "Você está descapitalizado". "Vamos rebaixar sua nota". Talvez este cara esteja segurando alguns débitos de A, mas agora, devido ao fato de ele estar segurando débitos de A, de repente aquele seguro vale menos, devido ao rebaixamento da nota. Agora menos pessoas querem ficar com as dívidas de A, porque menos pessoas querem segurá-la Sei que isso tudo é muito confuso, mas foi exatamente isso que Warren Buffett quis dizer ao declarar que swaps de crédito, ou o mercado de derivativos em geral, seriam como "Armas financeiras de destruição em massa" Há tantas pessoas que não precisaram separar o capital, certo? Esse cara podia segurar uma dívida de $10 bilhões sem precisar possuir, de fato, os $10 bilhões. E você tem tantas pessoas fazendo apostas, mas que na verdade estão se baseando em dois pressupostos fundamentais. O primeiro deles: a nota de crédito dessas agências de classificação é valida. E o segundo: a outra empresa cuida bem de seu dinheiro. Mas se em algum lugar houver uma falha, você tem esse efeito em cadeia, onde há vários rebaixamentos. E várias pessoas perdem dinheiro. [Legendado por: Karoline]