If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:2:04

Transcrição de vídeo

Nós vimos que o gráfico de payoff no vencimento da opção - quando a operação envolve ter a ação mais uma put com um determinado preço de exercício - Que este gráfico de payoff será o mesmo que o gráfico de payoff de ter uma call desta mesma ação no mesmo preço de exercício mais uma renda fixa que vai valer o preço de exercício no vencimento. Vamos esclarecer um ponto. Deixa eu desenhar o gráfico do payoff para você ver como fica. Então se esse é o preço da ação subjacente. Agora vamos fazer o gráfico de payoff quando olhamos para o valor do portfolio ou da sua carteira. O que parece é o seguinte. Então esse é o preço de exercício. Se o preço da ação está no preço de exercício ou qualquer preço abaixo você ganha um juros fixo e qualquer preço acima você tem algum ganho. Então se você tiver a ação ou a put você tem esse gráfico de payoff ou se você tem a call mais uma renda fixa. O que quero esclarecer é que você só pode dizer que é sempre assim para uma opção européia. Para calls européias e na verdade para opções européias no geral, Para calls e puts européias... Porque só com opções européias você pode saber com certeza, se as opções serão exercidas na data de vencimento. Se estamos lidando com opções americanas alguma das partes, da call ou da put, pode exercer antes do vencimento, e isso fica bem mais complicado. Normalmente quando fazemos cálculo com opções estamos usando opções européias. Então, no exemplo que fizemos com a arbitragem na paridade put-call, onde conseguimos ganhar cinco dólares, assumi que estávamos lidando com opções européias, ou seja, que as opções só poderiam ser exercidas no vencimento. [Traduzido por Guto Belchior] [Revisado por Joyce Vázquez]