If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:06

Títulos de propriedade e escrituras no setor imobiliário

Transcrição de vídeo

-[Narrador] Digamos que esse sou eu nessa coluna aqui e que esse é você nessa outra coluna. Digamos que você está de posse dessa suculenta maçã. Deixe me desenhá-la devidamente, e fazer a folha em verde. Então você está de posse da maçã, eu estou com fome, e gostaria de ter essa maçã. Eu apenas assumo que se você está com a maçã, então você é o dono da maça, então vou até você e digo, "Ei, você me vende essa maça?" E você diz, "Vendo, não ia comê-la mesmo" "Vendo por um dólar." Eu lhe dou o dólar, Lhe dou um dólar e você me dá a maçã. Você me deu a maçã, então agora eu a possua, agora eu tenho a maçã. De algum modo a maça foi um pouco amassada na transação. De qualquer forma, agora a maçã é minha. Ao realizar essa transação, algumas suposições foram feitas. Eu assumi que a posse da maçã era equivalente a propriedade da maçã. Eu supus, ops, supus que posse é igual a propriedade. E você deve estar pensando, "Espere, em quais casos possessão não seria igual a propriedade?" Bem, e se você tivesse pegado essa maça do jardim do seu vizinho? O dono dessa maça por direito seria o seu vizinho, você apenas a pegou, talvez a tenha roubado da loja da esquina. Talvez a tenha visto em um banco e dito, "Ok, parece não haver ninguém para reclamá-la. Então vou pegá-la para mim. Talvez alguém a tenha deixado no banco, e ao voltar uma hora mais tarde, disse, "O que aconteceu com a maça? Eu sou o dono daquela maça." Então veja que mesmo no caso de uma simples maça, posse pode não ser equivalente a propriedade. Então esses dois conceitos podem não ser equivalentes. Mas para algo tão pequeno quanto uma maça, Suponho que você possa dizer que, algo que você sabe que vale um dólar. Seria muito trabalhoso meio que verificar os antecedentes de uma maça, fazer uma análise forense para saber, de onde a maçã veio e se quem está com ela, ou outra pessoa tem seus direitos legais, direito de propriedade sobre a maçã. Então para coisas como maçãs, tendemos a negociar assumindo que a posse é igual a propriedade. Agora vamos, vamos elevar um pouco o nível das apostas. Ao invés de uma maçã, digamos que seja uma casa. Então você está de posse de uma linda casa amarela. Deixe-me desenhar para visualizarmos como a casa se parece. Ela tem janelas aqui, um jardim bem cuidado. Aqui está, então você está de posse dessa agradável casa. O que posse da casa significa? Ora, significa que você vice nela, tem as chaves, seu carro está na garagem. Suas coisas estão no armário, sua mobília. Há fotos da sua família na parede. Então aparentemente você tem a posse da casa. E você coloca uma placa de vende-se do lado de fora. Então, a venda. Você pôs uma placa de vende-se na porta na casa, e eu sou novo na cidade, preciso de um lugar para eu e minha família vivermos. Então eu digo, "Ei, cara eu gostaria de comprar essa casa. Quanto custa?" Você diz, "Cem mil dólares." Eu digo, "Certo, parece bom, um bom negócio se comparado a outras casas da vizinhança. Vou comprar." Voce diz, "Ótimo." Então eu faço um cheque ou talvez até tenha o dinheiro para pagar cem mil dólares. Assim, esse negócio é um pouco mais sério que o negócio da maça. Então em troca você me dá as chaves da casa. Então, agora eu tenho as chaves da casa. Vou desenhar as chaves aqui. Aqui estão as chaves. E você diz, "Me dê uma hora." E empacota todas as suas coisas, tira suas fotos da parede, coloca tudo no carro e vai embora. Então eu digo, "Ok, parece que estou prestes a mudar para a casa." Agora, você provavelmente deve estar pensando, "Há algo suspeito. Algo que nos faz sentir menos comfortáveis nesse negócio do que no negócio anterior." Nesse caso, só porque a pessoa estava dentro da casa, tinha as chaves da casa, não significa que era a dona da casa. Novamente, posse não necessáriamente é igual a propriedade. Podemos pensar em muitos cenários para uma casa em que posse não é igual a propriedade. Elas podem ter alugado a casa, ...podem ter alugado. Elas podem ser convidados da casa. E talvez os donos, os verdadeiros donos tenham ido trabalhar e seus rostos estejam nas fotos só porque eles são cunhados dos donos ou tenham algum parentesco. E por isso estavam como convidados na casa. Talvez estivessem, talvez apenas viram que a casa estava vazia, talvez seja a casa de férias de alguém, e disseram, "Sabe de uma coisa, sei que ninguém aparecerá durante o verão, então vou entrar, trocar as fechaduras, e fingir que vivo aqui." "Então tentarei achar alguém novo na cidade para vender a casa por cem mil dólares." E se você pensa que tudo isso é cenário de quem tem a imaginação fértil, todos eles já aconteceram. Porque como você pode imaginar algumas pessoas são, digamos, meio que inescrupulosas, e cuja ética é questionável, podem estar muito tentadas por isso. É de se imaginar então, que quando se trata de grandes somas de dinheiro, as pessoas tem tentado aplicar golpes bem geniosos. Então como, você sabe, e mais uma vez, no caso da maçã, talvez alguém a tenha deixado no banco, e outro alguém pensou que fosse sua, digo, você pensou que fosse sua agora que a encontrou. Pode ser que não seja um golpe, talvez, eu pense que tenha herdado a casa, mas algum parente apareça, mais próximo do dono da casa, e diga, "Não, espere, espere, espere. "Você pode dar essa casa para seu genro. "Eu sou seu irmão mais novo ou eu sou o seu filho perdido." Ou seja lá quem for. Você pode ter pensado que era dono da casa mas pode existir alguma outra reivindicação sobre ela. Talvez você tenha feito tudo certo para comprar a casa ou estava certo que tinha comprado, mas talvez o dono anterior esteja disputando a casa com seu irmão ou irmã. E podem haver outras reivindicações sobre ela. A sociedade moderna trata isso da seguinte maneira, onde verificamos quem tem os direitos de propriedade ou pensando de outra forma, quem tem a escritura? Essa é uma palavra importante. Quem tem a escritura? Ou, evidência Quando falo sobre escritura, esse é o direito de propriedade, estamos falando sobre o direito de viver na casa dá direito a fazer qualquer, você sabe, cuidar do jardim, modificar a casa. Então a questão de quem tem evidencia de propriedade, ocorre através de documentos legais. Evidência de propriedade. Esses documentos legais são chamados de contratos. Deixe-me escrever. Documentos legais. Esses documentos são chamados contratos. Contratos, então quando, se eu quiser comprar essa casa de você, você deve, devemos contratar um advogado, e então escreveríamos um contrato que transfere, transfere a sua propriedade para mim. Mas você está dizendo, "Calma, calma, "que mesmo assim não pode me garantir "que a casa não tem problemas." E essa é a razão para que eu faça uma busca por escrituras. Na verdade, existem empresas especializadas nessas buscas, elas verificarão os registros públicos da cidade ou dos distritos, e eles procurarão, "Ei, quais são todos "os contratos relativos a casa nessa cidade? Sempre que houver uma transação, se ela for feita correntamente, haverá um registro público para ela, nos arquivos da cidade. Então quando fizer uma busca por escrituras. Deixe-me escrever de uma cor diferente. Quando a busca for feita, quem a estiver fazendo procurará nos registros públicos, procurarão todos os contratos anteriores. Procurarão por contratos do antigo dono procurarão por contratos de antes do antigo dono, e se certificarão que as escrituras estão corretas, que não há nenhuma reivindicação sobre a casa, que ela não está alienada. Mas o que é alienação? É essencialmente uma reivindicação sobre a casa, talvez três donos antes alguém não pagou os impostos, e a prefeitura está dizendo, "Ei, quem for dono dessa casa me deve mil dólares." Talvez quatro donos antes alguém fez uma benfeitoria na casa, e disse, "Ei, esse dono nunca me pagou pela nova entrada de veículos. "Eu tenho uma alienação nessa casa. "Quem estiver usando essa garagem, "quem for o dono dessa casa, ainda me deve "só quando receber retirarei a alienação." Então a maneira como fazemos isso na sociedade moderna é, Certo, você está vendendo a casa, mas antes de eu lhe dar o dinheiro, farei uma busca por escrituras, me certificarei de que não há outras reivindicações, de que você é o verdadeiro dono da propriedade. Só então o dinheiro será transferido.