If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:10:02

Transcrição de vídeo

Até agora consideramos que a taxa de desconto é a mesma, não importa qual é o período que estamos tratando Mas sabemos que se você for ao banco e disser: "Banco, eu quero investir em um CDB por um ano" eles dirão: "OK, o CDB por um ano renderá 2%" Você diz: "e se eu aplicar o dinheiro por 2 anos? Aí você pode ficar com nosso dinheiro por mais tempo" Eles dirão: "Ah, então lhe pagaremos uma taxa maior de juros, pois temos mais flexibilidade. Por dois anos não teremos que nos preocupar em lhe pagar Então em vez de te pagar 2%, pagaremos 7% porque ficaremos com seu dinheiro por 2 anos." E talvez você diga: "Sabe, eu não vou precisar do meu dinheiro por 10 anos então deixarei aplicado por 10 anos." Eles dirão: "Se você deixar o dinheiro por 10 anos te pagaremos 12%." Em geral - embora não seja sempre o caso - quanto mais você adiar ou quanto mais tempo você deixar o dinheiro investido, maior a taxa de juros recebida. O mesmo vale para as taxas de desconto Geralmente você quer descontar uma aplicação feita dois anos antes por um valor mais alto do que uma aplicação feita apenas um ano antes. Como você faz isso? Vamos considerar a taxa livre de risco - se você investisse em um compromisso do governo que para um ano estão pagando apenas 1%. Mas vamos dizer que para dois anos estão pagando 5%. Portanto, o que isso significa? Bem, vamos dar o exemplo. Isso significa que você pode pegar os $100 e emprestar para o governo federal e, em um ano eles vão te pagar 1% sobre o mesmo. Então estas são as taxas anuais. Assim 1% vezes $100, é apenas $101, certo? Certo. Agora sua outra opção é, você pode bloqueá-lo. Você poderia emprestá-lo para o governo federal por dois anos sem ver o seu dinheiro. E eles dizem: "oh, então nós vamos te pagar 5% ao ano". Então, você escolhe 5% ao ano. Com quanto você terminou em dois anos? Bem, lembre-se, esta é uma taxa anual. Estes são sempre cotados em taxas anuais. Então se você está recebendo 5% ao ano, isso vai ser igual vamos fazê-lo na Calculadora. Isso vai ser igual a $100 - depois de um ano você recebe 1,05 e após dois anos você vai obter mais 1,05. Ou isso é o mesmo que $100 vezes 1,05 ao quadrado. Assim, você teria $110,25. Então você já vê, mesmo não calculando qualquer valor presente, que isso é como um cálculo de valor futuro. Se você pegar um valor futuro, você já sabe que esta opção é melhor do que esta opção, quando você tem estas variações nas taxas de juros. Mas enfim, o objetivo disso é falar sobre o valor presente então vamos prosseguir. Então, nessa circunstância, qual é o valor presente de $110? Bem, na verdade, o que é o valor presente de US $100? Bem, já sabemos isso. Isso é fácil. Que é de $100. Hoje, o valor presente de $100 é $100. O que é o valor presente de $110? Então nós pegamos os $110, e usando a taxa de dois anos vamos descontar duas vezes. E isso faz sentido, porque essencialmente você está emprestando seu dinheiro por dois anos. Você não vai receber nada, nem em um ano a partir de agora. Então você está emprestando o seu dinheiro por dois anos. Assim, você dividi-lo por -- como é uma taxa de 5% - 1,05 ao quadrado. que é igual a - eu acho que foi o nosso primeiro problema, certo? Então eu só vou fazê-lo novamente. 110 dividido por 1,05 ao quadrado. Isso é igual a r $99,77, certo? Que foi o nosso primeiro problema. E isso é o juros, certo? Os $20 você recebe hoje - isto é só uma explicação a parte É muito importante quando você estiver fazendo isso, quando falam sobre ano um ou ano zero, apenas certifique-se isso é hoje ou é daqui a um ano? Porque se for daqui a uma ano, você teria que descontá-lo pela taxa de juros de um ano. Se for hoje, você não desconta. Bem, isso está esclarecido. Eu fui um pouco ambíguo sobre isso nos dois últimos vídeos, mas já esclareci. Os $20 são agora. Portanto, o valor presente de algo lhe dado hoje, é o valor dele mesmo. Portanto, $20 mais $50 Para os $50, o que nós usamos? Nós usamos a taxa de um ano ou a taxa de dois anos? Bem claro, nós usamos a taxa de um ano, porque você não está emprestando os $50 por dois anos. Na verdade você irá recebê-lo em um ano. Assim, some os $50 dividido pela taxa de um ano. Dividido por 1,01. Mais $35 divididos pela taxa de dois anos - mas essa é uma taxa anual, então você precisa descontá-la duas vezes dividida por 1,05 ao quadrado. Vamos pegar a calculadora Assim, você soma $20 mais $50 dividido por 1,01, mais $35 dividido por 1,05 ao quadrado, é igual a $101,25. Então observe, eu não alterei os fluxos de pagamento reais em nenhum dos três cenários. E deixe-me apenas traçar uma linha entre eles, porque eu deixei um pouco desarrumado. Esse é o cenário um. Esse é o cenário dois. E este é o cenário três. Mas no cenário um, porque usamos uma taxa de desconto de 5% em tudo você poderia dizer, eu não quero usar palavras sofisticadas para todas as durações usamos uma taxa de desconto de 5%. Vimos que a escolha número um foi a melhor. Mas, então, se a taxa de desconto mudasse Se alterássemos nossa suposição. Se tivéssemos uma taxa de 2%, por qualquer razão, nós poderiamos emprestar dinheiro para o governo federal sob a forma de obrigações de compra deles - nós poderíamos emprestar ao governo a qualquer período de tempo superior a dois anos a 2%. De repente, a opção dois tornou-se melhor. Finalmente, se tivéssemos esse tipo de - e este é o cenário mais realista, e mesmo que a matemática seja bastante simples nós estamos fazendo algo bastante sofisticado aqui. Quando eu tinha taxas de desconto diferentes para os fluxos de caixa de um ano e para os fluxos de caixa de dois anos, E estes eram os números exatos. Eu tive que jogar com os números para obter o resultado correto. De repente, a escolha três foi a melhor opção. Eu vou deixar para você - eu quero que você pense por que funcionou melhor para a opção três do que para a opção dois. E se você entender isso, eu acho que você está começando a ter muita intuição sobre valores presentes. E francamente, o que está aprendendo aqui é um fluxo de caixa descontado. O que é um fluxo de caixa descontado? Eu estou te dando os fluxos de caixa. $20 agora, $50 daqui a um ano, $35 em dois anos. E você precisa descontá-los para obter o valor presente de hoje. Portanto, quando alguém diz que pode usar o Excel para fazer um fluxo de caixa descontado, é isso que eles estão fazendo. Eles estão fazendo alguma suposição sobre as taxas de desconto. E eles estão apenas usando essa matemática simples para obter o valor presente dos fluxos de caixa futuros. Mas é uma técnica muito poderosa. Se você for ao Excel e pensar "Ah, que eu tenho um negócio. E com base em minhas suposições, daqui a um ano este negócio me pagará $20. No ano seguinte, ele vai dar $50. E no outro ano me pagará $35. E a grande suposição é considerar o risco zero. Se for isento de riscos, você poderia descontá-lo dessa forma Você diria, se estas são as taxas de juro este negócio vale $101,25. Isso é o que eu estou disposto a pagar por ele. Ou, eu sou neutro. Se eu pudesse obtê-lo por $90, seria um bom negócio para mim. Isso é tudo que um fluxo de caixa descontado é. Mas o grande aprendizado aqui é o quão dependente é o valor presente de pagamentos futuros da sua suposição de taxa de desconto A suposição da taxa de desconto é tudo em finanças. E é aí que as finanças se diferenciam de vários outros campos, especialmente as ciências. Realmente não há resposta correta. É tudo conduzido por suposições. Todos estes fluxos de caixa descontados e todos esses modelos, são apenas para ajudá-lo a compreender a dinâmica das coisas. E francamente - e isso acontece muito no mundo real das finanças - se você se tornar analista de um banco de investimentos, você provavelmente fará isso. Mas você pode justificar praticamente qualquer valor presente, utilizando a taxa de desconto correta. E na verdade, toda a discussão sobre como decidir a taxa de desconto certa Porque supomos estar livre de risco. Tudo é isento de risco. Estes pagamentos são garantidos. Mas nós sabemos no mundo real, se você está investindo em pets.com e eles lhe dizem que vão lhe pagar estes fluxos de caixa, isso não é isento de risco. Há algum risco implícito nisso. Então na verdade, a maioria das finanças e a maior parte da teoria de portfólio, e finanças modernas, baseia-se em descobrir essa taxa de desconto. E isso é o cerne de tudo, porque como podemos ver, Isso muda completamente qual dessas opções é o melhor. Mas enfim, eu não quero confundi-lo demais. O que você aprendeu é uma ferramenta muito poderosa. Se você consegue utilizar uma taxa de desconto, você pode fazer uma comparação bastante racional entre três, ou dez ou quaisquer diferentes tipos de pagamentos. E isso é realmente útil. Você não percebe como muitas coisas no mundo são dessa forma. Estes esquemas de pagamento de faculdade em que você paga a alguma empresa $25 por ano durante 20 anos e, então, no ano 21 eles estão dispostos a pagar sua mensalidade da faculdade ou mensalidade da faculdade de seus filhos. Você poderia descobrir se realmente vale a pena, quanto dinheiro eles estão ganhando com você, utilizando um fluxo de caixa descontado. E claro, se você está pagando, eles se tornam números negativos. E quando eles lhe pagam, torna-se um número positivo. Talvez eu faça isso em alguns vídeos, porque eu acho que Isso é uma coisa bastante útil para se analisar. Vejo vocês no próximo vídeo.