If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:08

Transcrição de vídeo

Neste vídeo falarei do sistema Bitcoin, de modo geral, e sobre suas características, em comparação com outros métodos. Em suma, o Bitcoin é um sistema eletrônico de pagamento, ou seja, um meio pelo qual duas partes podem negociar pela internet. Chamaremos estas partes Alice e Bob, e digamos que Alice queira enviar dinheiro para Bob pela internet, seja porque ela deve dinheiro a ele ou porque comprou algo de Bob, ou talvez Bob tenha uma ONG e Alice queira fazer uma doação. São várias as razões pelas quais Alice queira pagar Bob usando a internet de alguma forma. Se Bob quiser receber bitcoins, que é uma forma eletrônica de pagamento, Alice enviará a Bob um valor em bitcoins. De fato, uma transação em bitcoins entre Alice e Bob equivale a uma sequência numérica única que Alice transmitirá para Bob, inteiramente pela internet. Com esta sequência numérica de atributos matemáticos, é difícil haver fraudes ou qualquer ação desonesta no sistema. Para que Alice conduza essa transação, ela terá que instalar um software chamado Bitcoin Client, ou ela terá que contratar o serviço de terceiros, mas em todo caso, diretamente ou por terceiros, o sistema gera um número para Alice. Por outro lado, Bob também deve ter o software instalado ou usar o seviço de terceiros, e com aquela sequência de números será autorizado a fazer algo mais. Por exemplo, Bob pode fazer compras com estes números, ou pode trocar por dinheiro real, e assim or diante. Uma das primeiras perguntas que se faz, como mencionei antes, seria: por que Bob aceitaria usar bitcoins, já que uma bitcoin é apenas uma sequência numérica? Que valor intrínseco poderia chegar a ter? Acontece que, surpreendentemente, que as bitcoins têm valor real. É crescente o número de comerciantes que aceitam a bitcoin nas transações. Além disso, existem agências de câmbio de bitcoins, locais onde se pode trocar bitcoins por moedas mais correntes. Locais como... A principal agência é a Mount Gox, que troca bitcoins por euros, ienes, dólares e muitas outras moedas. O preço de um bitcoin hoje, em dólar americano, enquanto gravo este vídeo, é aproximadamente cem dólares por bitcoin. O valor é instável; é uma nova moeda. Haverá oscilações até que as pessoas se acostumem com a moeda. Então as oscilações diminuirão. É preciso ter em mente que o valor da bitcoin está relacionado com a credibilidade dada ao valor de uso da bitcoin, assim como se valoriza o dólar, o euro e o iene. A confiança dada a uma moeda define seu valor. Poderiam perguntar também: para que usar bitcoins se já existem os métodos convencionais? Por que Alice e Bob não usam o Paypal ou o cartão de crédito nesta transação? Ou por que Alice não envia a Bob um cheque eletrônico? Por que não usam os outros métodos mais conhecidos, mais estabelecidos? Por que não usar algo que já funciona bem? Há algumas características do Bitcoin que vale a pena mencionar. Primeiramente, a privacidade. No ecossistema Bitcoin, nesta rede, as pessoas podem realizar transações sem revelar quem são no mundo real. Por esta ótica, a identidade de Alice é apenas uma sequência númerica que funciona como um pseudônimo de Alice. Tal sequência numérica não tem relação com a pessoa no mundo real. Não é revelado que foi a Alice, é revelado apenas o pseudônimo dela dentro do sistema. É quase como comprar algo com dinheiro vivo. Quando se paga por algo com dinheiro não é preciso informar com detalhes os dados pessoais. É diferente de usar o cartão de crédito, em que se informa nome e endereço. Ou, por exemplo, quando se usa um cheque eletrônico, é preciso que esteja conectado à conta bancária da pessoa. Vale lembrar que às vezes, quando ocorre uma transação com dinheiro vivo, chances há de que seja com fins de comprar bens ou serviços ilegais. Certamente é um dos riscos em oferecer anonimato e privacidade, mas também há razões legítimas para que se queira realizar uma transação sem que o mundo todo fique sabendo. O sistema Bitcoin é aberto, ou seja, qualquer pessoa pode usar. Basta estar conectado à internet para realizar uma transação. Para tanto, como mencionei antes, é preciso baixar o Bitcoin Client, ou pode-se usar uma agência, como a Mount Gox, que prestará o serviço para você. Em suma, qualquer um que tenha clientes Bitcoin ou tenha conta em uma agência como a Mount Gox, pode negociar pelo sistema Bitcoin. Todos os detalhes do processo da transação serão mostrados ao usuário. Tudo o que Alice tem que fazer é ver quanto dinheiro ela tem e quanto enviará para o Bob. O software se encarregará do processo para que a transação ocorra. Não é assim quando se usa moedas convencionais, como o dólar. Para negociar online é preciso ter uma conta bancária, um cartão de crédito, ou algo assim. Nunca paramos para pensar que podem existir pessoas que não têm cartão de crédito nem conta bancária. Por exemplo, nos Estados Unidos, estima-se que a quantidade de famílias sem conta bancária está em torno de oito por cento, um número elevado. Muitos que não podem fazer transações tradicionais online, agora conseguem, se usarem o Bitcoin. A propósito, o Bitcoin está sendo usado em várias partes do mundo. Não importa onde esteja, desde que haja acesso à internet, a pessoa pode usar o Bitcoin. Outra característica importante do Bitcoin é a descentralização. Não há um banco ou entidade central exercendo o controle. O que ocorre no ecosistema Bitcoin é pelo modo <i>ad-hoc</i>, ou seja, quando Alice negocia com Bob pela internet, eles não precisam de terceiros. Não precisam de um banco para mediar a transação. Há certas vantagens nisso, por exemplo, a ausência de uma entidade controladora da oferta de bitcoins. Da mesma forma, nenhuma entidade irá congelar os ativos e portanto, nenhuma entidada irá reverter transações, o que é vantajoso para alguns comerciantes que de outra forma evitariam vender online por temerem fraudes. O sistema em que é difícil reverter as transações, do ponto de vista dos comerciantes, é um sistema que consegue inibir fraudes, e com isso, tornar atrativo o comércio online. É bom destacar que a descentralização também gera temores a respeito do Bitcoin. Afinal de contas, uma autoridade central, como o banco, exerce um papel importante no contexto de moedas convencionais. Por exemplo, os bancos podem validar o dinheiro, podem validar transações diante eventuais fraudes. No sistema Bitcoin, esta validação é dada de forma descentralizada por outros usuários da rede Bitcoin. Nosso objetivo nesta série de vídeos é discorrer sobre os mecanismos das transações de Bitcoin e mostrar como são validadas, embora o sistema seja descentralizado. Existem técnicas bem interessantes que fazem o sistema funcionar. Imagino que a esta altura você tenha várias perguntas sobre o Bitcoin, o que é normal. O Bitcoin tem um procedimento complexo, com várias divisões. Ao tentar compreender algo tão complexo e tão sofisticado quanto o Bitcoin, é crucial aprender por partes, para conseguir entender como as partes se encaixam. Espero que os próximos vídeos ajudem a entender cada uma destas partes e desvendem suas dúvidas. [Legendado por Angela Barbosa]