Tempo atual:0:00Duração total:10:14

Transcrição de vídeo

No último vídeo aprendemos um pouco mais sobre declaração de renda ao simular como ficaria em uma empresa de baunilha que vendesse ferramentas. Neste vídeo o que eu quero fazer é aprofundar mais e observar como isso se relaciona com o que foi dito no primeiro vídeo em termos do preço por ação. Neste caso falaremos em lucro por ação. Também veremos a relação entre declaração de renda e balanço patrimonial. Disse que faria isso no último vídeo mas percebi que estava sem tempo. Faremos uma breve revisão, pois é provável que tenha assistido o vídeo agora. No caso que não tenha assistido, a receita era literalmente a quantidade de ferramentas vendidas. Digamos que isso foi em 2008. E que eu vendi $3 milhões em ferramentas. O custo por produto vendido, é apenas o custo do que foi vendido. Assim, supondo que eu vendi três milhões de ferramentas por $1 cada. Para produzir estas três milhões de ferramentas de $1, talvez tenha custado $0,30 por ferramenta, ou $0,33 cada. Portanto, o total que foi gasto, ou o custo total dos produtos vendidos foi de $1 milhão. Assim, o lucro em vender estes-- nesse caso que inventei agora-- $3 milhões em valor de ferramentas, foi $2 milhões. Mas eu tenho outros gastos. Não posso apenas guardar o lucro no bolso. Tem gastos de marketing, vendas, gastos gerais e administrativos. Então me restou $1 milhão. Esse é o lucro operacional produzido pela minha empresa de ferramentas. Mas ainda não finalizei. Aprendemos no último vídeo que eu não era o único proprietário. Tinha algum capital de terceiro. Neste caso, equivalia a $5 milhões. Então tinha que pagar juros por isso, que eram de 10%. Então diminui-se o relativo aos juros e sobram $500 mil de renda antes dos impostos. Também é preciso pagar o governo. Podemos debater se pagamos a ele muito ou pouco. Por um lado, ele está me protegendo de possíveis invasões às minhas fábricas por parte de países estrangeiros. E está me fornecendo - espero - força de trabalho educada, boas estradas, infraestrutura e eletricidade. Então, quem sabe? Então é por esses serviços que estou pagando. Assim ficarei com a receita líquida de $350 mil. Quando as pessoas falam sobre os ganhos de uma empresa, é disto que estão se referindo. Lucro líquido também é ganho. Por isso, se alguém dizer: "A Google fez $4 bilhões no último trimestre -- -- trimestre significa um quarto de ano, ou período de três meses. Normalmente referem-se aos meses de março, junho, setembro e dezembro. Todos os "quartos" do ano. Estão literalmente dizendo que a Google fez $3 bilhões de lucro líquido. Falamos no primeiro vídeo ao começar essa série sobre como as empresas têm diferentes números de ações. Então vamos supor um número de ações para esta empresa. Digamos que essa empresa tenha ações. Vou escrever em lilás. Então esta empresa possui um milhão de ações. Provavelmente você não apenas ouviu o termo "lucro", mas também ouviu o termo "lucro por ação". Para o último, considera-se apenas o número referente ao lucro dividido pela quantidade de ações. E assim obtém-se o "lucro por ação". Ou LPA (em inglês EPS). É comum ouvir: "O LPA da empresa em 2008 foi X." Neste caso, você considera $350 mil, que é o ganho total, e divide pelo número total de ações. Qual é o resultado? Será $0,35 por ação de LPA. Agora, talvez você tenha ouvido falar-- Aliás, antes de passar de preço para ganhos e tudo mais, gostaria de conectar os pontos entre a declaração de renda e o balanço patrimonial. Então neste período eu fiz $350 mil. Uma forma de se pensar sobre o conceito de declaração de renda, é que a mesma demonstra o que acontece entre cada um dos balanços patrimoniais. Supondo que no dia 31 de dezembro de 2007, o balanço da empresa se parecia com algo como isto. Vou desenhar. Não usarei a ferramenta em forma de quadrado. Então tinha $10 milhões em ativos. E tinha $5 milhões em capital de terceiros (dívida) Pode considerar isso como o passivo, do qual essa dívida é um componente. Dígamos que é isso tudo. Ou seja, $5 milhões de passivo. Então o patrimônio dos acionistas, ou valor contábil da empresa -- o valor contábil patrimonial da empresa é de $5 milhões. $5 milhões de dólares em patrimônio. Vamos aproximar mais um pouco daquilo que fizemos no primeiro vídeo. Se temos um milhão de ações, o valor contábil do patrimônio é de $5 milhões, se consideramos que o valor contábil por ação será este número dividido pelo um milhão de ações que tenho. Assim, $5 milhões dividido por um milhão é igual a $5. Este é o valor contábil por ação. Lembre-se: o valor contábil é diferente do valor de mercado. As ações desta empresa em 31 de dezembro de 2007, poderiam estar sendo vendidas por $10, $7 ou $1. Esse seria o valor de mercado por ação. Isto é o valor contábil. E o que o valor contábil basicamente diz é: Se pegar o valor contábil das ações-- --falei um pouco sobre isso no último vídeo-- e você dizer: "Pagamos $10 milhões, e este é o valor." Vou detalhar como você avalia esse tipo de coisas. E se você retirar os passivos, isto é quanto as ações estão valendo de acordo com os contadores. O valor de mercado pode ser muito diferente. Enfim, não quero entrar muito nesse assunto. Mas agora, após este período, passado 2008, 2008 ocorre. O restante de 2008 aconteceu. E ficamos no final de, digamos 01/01/2009, ou podemos dizer 31/12/2008. Não importa. Um dia a mais ou a menos. É feriado de qualquer forma. Temos um novo balanço. Mas o que aconteceu aqui? Ao longo do ano, ganhamos dinheiro. Não vou complicar muito diferenciando a contabilidade de caixa e de competência. Veremos isso depois. Agora quero dar uma amostra do que está acontecendo. O que aconteceu foi que fizemos $350 mil este ano. Então as nossas ações terão aumentado em $350 mil. Pode ter aumentado $350 mil em dinheiro vivo, ou pode ter aumentado devido a que outras pessoas alegam que nos devem $350 mil. Essas são as "contas a receber". Farei um vídeo completo, ou até mesmo uma serie de vídeos sobre contas a receber. É um ativo que indica que alguém me deve aquele dinheiro. Independentemente de como veja isso, nossas ações aumentarão por essa quantidade de dinheiro ganha ao longo do ano. Assim, esse será o novo balanço patrimonial no fim de 2008. 2008 já acabou. Vou desenhar 2008. 2008 acabou. No final daquele ano, nossos ativos cresceram um pouco. Agora eles totalizam $10.350.000. Vou escrever esse valor por mil. Isto é, $10.350 mil. Que é a mesma coisa que $10,35 milhões. Certo? Vejamos. Tudo que fizemos foi pagar os juros da dívida deste exemplo. Apenas pagamos os juros. A maior parte das dívidas corporativas funcionam assim. Falaremos em breve sobre planos de amortização e como quitar a dívida. Ao contrário das hipotecas, muitas das dívidas corporativas pagam somente os juros, mantendo assim o mesmo montante de dívida. Não pagamos o principal da dívida. Assim continuamos tendo uma dívida de $5 milhões. O que sobrou para o valor contábil? Bem, todos os ganhos, já que o capital de terceiros continua igual. Na verdade, todos os ganhos vão direto para o capital próprio. Portanto temos $5,35 milhões de capital próprio. Eu penso da seguinte forma, e provavelmente você também o faça, ou deveria fazê-lo -- o ganho da empresa, neste caso, temos $350 mil em um ano, ou $0,35 por ação. Esses ganhos basicamente dirão o que aconteceu entre um balanço e outro. Assim, o fator pelo qual esse número aumenta, ou seja, o quanto o capital próprio cresce, são os ganhos. Portanto, isso é $350 mil de capital próprio. Tem uma coisa a ser mencionada. No último vídeo falei um pouco sobre retorno sobre ativos, em que pegamos o lucro operacional, e dividimos pelos ativos. Teve 10% de retorno sobre os ativos. Você pensa "por que os ativos não crescem assim?" A razão para isso não acontecer é porque terminamos tendo que pagar alguns impostos sobre isso. Mesmo não tendo nenhuma dívida, é preciso pagar impostos. Esta linha teria desaparecido. Às vezes quando se fala em retorno sobre ativos -- -- que falei no último vídeo -- é interessante esclarecer se é o retorno antes ou após ao rendimento bruto. No exemplo que dei no último vídeo, era um retorno antes dos impostos. Mas enfim. Acho que foi feita a ligação... Os balanços patrimoniais são como fotos. Parecem com sua conta bancária. Quanto você vale em determinado momento? E a declaração de renda diz como se chegou de um balanço patrimonial ao seguinte. Depois aprenderemos que o que o fluxo de caixa faz é, essencialmente, conciliar o que acontece entre a declaração de renda e a conta de dinheiro vivo, ou como os itens podem se movimentar dentro do balanço. Faremos isso depois. Mas de qualquer forma, nós começamos este vídeo falando sobre o que é barato? o que é caro? Então a questão é, como afirmar isso se você não pode apenas pelo preço. - meu bebe está chorando - Preciso agilizar. Percebi que já estamos com dez minutos de vídeo. Nos vemos no próximo vídeo! Legendado por: [Marília Figueira] Revisado por: [Joyce Vázquez]