If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:11:47

Transcrição de vídeo

Acho que uma pequena revisão é necessária agora, talvez apenas voltar um pouco e pensar por que uma empresa levanta capital? E por que as pessoas que investem em patrimônio fazem isso? A ideia por trás do que vimos nos últimos vídeos é que uma empresa deseja levantar dinheiro para começar um site, construir uma fábrica, ou qualquer outra coisa - ela investe no mundo e em sua capacidade produtiva, para que a empresa possa construir o que planejava. Em todos os exemplos até agora - temos o caso no qual eu e meus amigos temos apenas um plano de negócios, e esse é o nosso ativo. E então somos donos de todo o patrimônio. Somos os diretores, inicialmente. Isto é todo o capital. Vamos chamar isto de ativos. Isto é o capital. Poderíamos contatar um investidor -- poderia ser um investidor anjo. Poderia ser - nós falamos sobre Série A, Série B e tudo mais. E diríamos, "OK, precisamos levantar x milhões de dólares. "Que porcentagem de nossa companhia temos que ceder para isso?" E ele dirá, "OK, nós avaliaremos o que você tem agora." -- vou usar um número diferente do usado anteriormente - "Vamos avaliar o que você tem agora em um milhão. "E se você quiser outros dois milhões... " - digamos seu patrimônio hoje seja de um milhão. Suponha que hoje você tenha um milhão de ações. O valor da companhia antes dos investimentos é um milhão. Você está dizendo que a companhia hoje vale um dólar por ação. Há um milhão em ativos, e um milhão de ações, pois um milhão dividido por um milhão é igual a um dólar por ação. Então, eles a avaliaram em um dólar por ação. Logo, eles podem ceder a você, ou comprar ações por um dólar cada. Vamos ver-- vou fazer em verde, vou usar uma cor diferente; roxo. Vou desenhar o retângulo. Vamos dar a você dois milhões de dólares. E já que estamos comprando a um dólar por ação, teremos dois milhões de ações. Agora tudo isso é capital. Isso é o que os fundadores da empresa tinham, e tudo isso é capital. Agora a empresa tem o que dissemos valer o equivalente a um milhão de dólares. E isso é meio arbitrário, mas falaremos mais sobre como podemos avaliar esses ativos intangíveis. Eles tinham isto, e temos outros dois milhões de dólares. A avaliação antes da rodada de investimentos é de um milhão, e a avaliação pós aporte de capital é dois milhões. Então tínhamos um milhão de ações, e agora temos três milhões. Agora, por injetar estes dois milhões na empresa, essa empresa de <i>Venture Capital</i> (VC), ou o investidor anjo, será dono de dois terços dessa empresa. Eles são donos de duas em cada três ações, ou de 66% da empresa pois injetaram $2 milhões nela. Então isso foi uma arrecadação de capital privado. Você já deve ter escutado os termos "empresa pública" e "empresa privada". As ações de empresas privadas não são negociadas em bolsa. Então se essa empresa quiser levantar dinheiro vendendo capital, o único modo de fazer isso é por meio de empresas de <i>Venture capital</i>. ou de <i>Private equity</i>. Falaremos mais sobre essas diferenças. Uma empresa de <i>VC</i> também é uma empresa de "Private equity", pois o compra. Mas <i>Private equity</i> investe em empresas mais estabilizadas. As pessoas usam o nome <i>Private equity</i> em ambos os casos. Farei vídeos falando sobre os dois. Temos essencialmente uma empresa privada levantando dinheiro por <i>Private equity</i>. Vamos ao exemplo do outro vídeo; digamos que uma empresa cresça e atinja certo tamanho. Vou desenhar outra empresa. Digamos que eu tenha outra empresa, estes são seus ativos. --Vou desenhar seu capital base neste momento. Eles deveriam ter o mesmo tamanho, mas você entendeu a ideia-- e uma parte de seus ativos pode ser em dinheiro. Ela tem algumas fábricas e terrenos. Pode ter várias coisas. Tecnologia e também teremos propriedade intelectual. Pode ser uma empresa farmacêutica, ou uma empresa de tecnologia. Pode ter várias patentes registradas.-- Há também os intangíveis, como uma marca. Estes são os ativos da empresa. Este é o capital dela. Neste momento a empresa não tem débitos. E falaremos em um segundo sobre o que significa ter débitos. E esta é nossa atual base de acionistas, eles podem ser empresas de <i>VC</i> que injetaram dinheiro na empresa quando era privada. Talvez estas ações sejam do fundador. Mas essa é a base de ativos. E vamos dizer que a empresa queira levantar muito dinheiro, e como uma revisão do último vídeo, podemos fazer um IPO (oferta pública inicial). Nesse momento a empresa é privada. Todas essas ações que a empresa de <i>venture capital</i> possui e as dos fundadores, elas não são negociadas em bolsa. Esta <i>VC</i> não pode ir até a NASDAQ e vender suas ações. Eles não podem ir até uma corretora tentar vender suas ações. Eles não podem fazê-lo. Mas podem encontrar outra empresa de <i>private equity</i> que queira comprar suas ações, ou talvez os fundadores-- não há liquidez aqui. Não há outra pessoa para quem eles possam vender ações. Se essa empresa quiser levantar dinheiro agora precisa ir até uma empresa de <i>VC</i> e fazer todo o processo, negociar seu valor-- o valor antes da rodada de investimentos. E eles vão precisar de todos esses documentos, e todas essas cláusulas; nós vamos lhe dar o dinheiro, mas se isso acontecer, você terá que nos pagar uma taxa de juros. E todas essas coisas. Então talvez eles pensem que precisamos arrecadar muito dinheiro. Todos querem uma maneira de vender suas ações caso precisem. E essa empresa acredita que precisa arrecadar muito dinheiro. Pode ser cem milhões de dólares. E é muito difícil arrecadar isso de apenas um investidor individual, mesmo que este seja uma grande empresa. Então será feito um IPO, isso significa-- IPO, e isso é a revisão do último vídeo-- essa é a primeira vez que a empresa vai registrar suas ações na SEC (Comissão de títulos e câmbios dos EUA) e ter suas ações listadas em bolsa. Esse será seu nome na bolsa-- o nome dela pode ser meias (<i>Socks</i>), pois será uma empresa que comercializa meias. E as pessoas poderão negociar suas ações em bolsa. Pode ser a NASDAQ, por exemplo. Acho que alguns de vocês já tiveram essa experiência, ao visitar sua conta na <i>Charles Schwab</i> e diz, "Vou vender a <i>Sock</i>". Bem, a empresa que você está vendendo, em algum momento fez um IPO, se registrou na <i>SEC</i>, e então passou a ser listada em bolsa. E isso funciona fundamentalmente como quando você levanta dinheiro por uma <i>VC</i>. Mas agora, ao invés de usá-la, todo o dinheiro vem, essencialmente, do público. Ele passa por bancos e corretoras, mas provém de pequenos-- estou apenas dividindo o espaço aqui. Pode estar vindo de milhões e milhões de pessoas. Mas o processo se mantém. Para ver o preço pelo qual essas ações são compradas, o investidor precisa saber quanto a empresa valia antes de receber investimentos? Quanto a empresa valia antes de receber esse dinheiro? Como a avaliação antes do investimento. O banco de investimentos vai fazer um modelo e eles dirão quanto vale-- antes disso tudo, a empresa valia U$50 milhões de dólares. Eles vão ao mercado e, bem-- e digamos que a empresa agora tem cinco milhões de ações. Então esse pedaço vale cinco milhões. Se o banco avaliar a empresa em $50 milhões, e tem cinco milhões de ações eles dirão que agora a avaliação antes dos investimentos é de $10 por ação. E o banco irá até lá. Ele meio que calibra o valor, questiona se o mercado está disposto a pagar $10 por ação em uma empresa dessas. Ou uma avaliação antes dos investimentos de $50 milhões. Caso a resposta seja positiva, ele farão o IPO. Idealmente o mercado não estará disposto a pagar $10 por ação. Mas sim $20 por ação. Então todos esses caras vão pagar $10 por ação, vamos dizer que eles vão vender 10 milhões de ações a dez dólares cada. Logo a empresa poderá levantar $100 milhões. Dez vezes dez milhões de dólares é igual a cem milhões de dólares. Eles podem fazer grandes anúncios e tudo isso. E o banco espera que, ao negociar as ações por $10 dólares-- esses são os dias, e esse é o preço. Vou mudar a cor-- o banco espera que, no primeiro dia, você as venda por dez dólares, e então o preço suba. Que haja demanda para uma venda muito maior. E há um ato de equilíbrio, pois se eles venderem por muito pouco, a empresa não vai valer quanto devia, se o preço for alto, o preço das ações desce, então você tem esse estigma associado ao IPO. De qualquer modo, isso levanta a questão, entendo que a empresa está vendendo ações. Ela precisa de dinheiro. Precisa operar. Precisa construir fábricas, fazer anúncios, e tudo isso. Mas por que as pessoas estão comprando ações para começar? Por que as pessoas compram ações na bolsa? E há duas respostas para isso. A primeira é obvia: eles acham que o preço das ações vai subir. Mas, de algum modo, isso é especulação. Se compro uma ação por dez dólares pois acho que alguém, em algum lugar, em algum momento irá pagar quinze dólares por ela, estou especulando. Estou acreditando que o preço vai subir. Mas, economicamente, porque isso vale dez dólares apenas para começar? Como fazemos essa avaliação, em um alto nível, por que isso vale esses $10 dólares por ação desde o IPO? E a ideia é que esses ativos-- ativos não passam de promessas de benefícios futuros, certo? Uma casa é um ativo porque você terá o benefício futuro de morar nela, certo? Ou o benefício futuro de não pagar aluguel. O benefício futuro das ações é que, esperançosamente, no futuro tenhamos um fluxo de renda. E, além disso, vão gerar lucro. E em algum ponto no futuro - muitas empresas não fazem isso atualmente- elas vão distribuir dividendos. Então há várias coisas que farão esse capital ter um-- ele vai crescer, economicamente. Pode ser devido a esses ativos gerando muito dinheiro, e cada um dos acionistas receberá dividendos. Dividendos são apenas parte do lucro da empresa distribuida entre os acionistas. Digamos que esse seja um certificado de ações da empresa <i>Sock</i>. Em algum momento, quando os ativos da empresa começarem a gerar caixa, cada um dos acionistas poderá receber dividendos. Ou talvez uma grande empresa goste de nossa tecnologia, e acredite que irá complementar o que eles têm, e compre nossa empresa. Talvez eles paguem $300 milhões por esta empresa. Eles estão pagando por-- temos quinze milhões de ações? Eles estão pagando $20 por ação. Esses são os pontos econômicos que justificam o motivo pelo qual essas ações valem tal preço. Vou detalhar isso, farei uma <i>playlist</i> sobre como descobrimos se isso vale $50 milhões, $5 milhões ou $500 milhões. Isso é mais arte do que ciência, porque você fará muitas premissas sobre o quão rápido esse empresa vai crescer, qual a taxa de retorno livre de riscos que você poderia ter em outros ativos? Aonde mais você poderia colocar seu dinheiro? Quando os dividendos da empresa-- há muitas premissas, então isso é meio que uma arte. Você tenta controlar as coisas. Mas não há uma resposta real. A resposta real é quanto outra pessoa está disposta a pagar. Vejo você no próximo vídeo. [Legendado por: Karoline] [Revisado por Eloá Davanzo]