If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Faixas de imposto e tributação progressiva

Versão original criada por Sal Khan.

Transcrição de vídeo

Você vai ouvir o termo "alíquota marginal de imposto de renda", circulando por aí e há um erro comum sobre o que esta alíquota é, e é isto que veremos neste vídeo. Faremos isto de forma simples e generalizada, sem usar exatamente a mesma legislação tributária de algum país específico, mas a maioria dos países faz uso de um tipo de sistema tributário progressivo que tenha algum tipo de alíquota. Digamos que a tributação do meu país estabelece que uma renda entre $0 e $10 mil não é tributável, e que entre $ 10 mil e, digamos, $50 mil, deixe-me organizar melhor, entre 10,000 e 50,000, então são $50 mil, bem aqui, você paga 20% de sua renda em impostos e digamos, isto é bem simples, mais simples do que qualquer sistema real, digamos que qualquer renda acima de $50 mil seja tributada em 30%. 30% da sua renda. A razão pela qual digo isto é que muitas pessoas pensam que suas rendas as enquadram em uma alíquota em que pagam 20% de todo seu dinheiro. Não é bem assim que funciona. Tomemos alguns exemplos. Digamos que alguém ganha ... digamos que sua renda... pensemos agora sobre quanto ela pagará em imposto. Digamos que sua renda seja de $5 mil. Quanto ela pagará em impostos? Até $10 mil não se paga imposto, então seria $0. Digamos que outra pessoa ganhe $15 mil. $15 mil de renda. Quanto se paga-se em impostos? Pagaria-se 0% sobre os primeiros $10 mil, seria 0% vezes $10.000,00 e, nos próximos $5 mil, ela se enquadrará bem aqui, pelos $5 mil ela pagará 20%. Assim: 20% x $5.000,00. Os próximos $5 mil. Ela pagará aqui $0, depois 20% de $5 mil. Será $1 mil em imposto. O erro que muitos cometem é pensar que os $15 mil as coloca em uma alíquota intermediária e que, por isso, terão de pagar 20% dos $15 mil, e não é assim que funciona. Você paga apenas 20% do excedente que o enquadra na alíquota. Apenas sobre os $5 mil. Vejamos outro exemplo. Digamos que uma pessoa ganhe $100 mil. Ganha $100.000,00. $100.000,00. Quanto pagará em impostos? Não seria porque se enquadra na última alíquota que ela pagará 30% de todo os $100 mil. Ela pagará 0% dos primeiros $10 mil. 0% vezes 10; Vou colocar "10K" para 10.000,00. Então, ela pagará 20% sobre os próximos $ 40 mil. Esta faixa bem aqui. Assim, +20% vezes 40.000,00 e ela pagará 30% apenas sobre o excedente na renda que está acima do limite de $50 mil. Então, ela pagará 30%. Pagando 30% vezes os próximos 50.000,00, teremos 10.000,00 + 40 + 50, que remonta a $100.000,00. Vezes $50.000,00. Isto nos leva a, bem, isto não é nada. 20% de $40.000,00 será $8.000,00. Então, 30% de $50.000,00 será $15.000,00. Será $15.000,00. Neste cenário, a pessoa não pagará 30% dos $100.000,00. Ela pagará $8.000,00 mais $15.000,00, que resulta em $23.000,00 em IR. [Legendado por: José A. dos Santos Junior] [Revisado por: Karoline]