If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:57

Relação entre a cruz keynesiana e a curva IS

Transcrição de vídeo

no último vídeo nós mostramos a relação entre a taxa de juros reais e os investimentos planejados nós vimos que se a taxa de juros aumenta os investimentos planejados tende a diminuir em contrapartida se eu reduzo minha taxa de juros os meus investimentos planejados aumento o que vamos fazer neste vídeo agora é mostrar para vocês o seguinte é como aplicar essa conclusão como é que a gente vê essa conclusão aqui desse efeito na curva que nesse ano tá então é nós vamos ver como essas taxas jesus afetam a nossas despesas planejadas globais e o que isso faria com o nosso público né então para relembrar vamos desenhar nossa curva que ele esse ano aqui ó nós temos aqui um fazer um gráfico aqui é grande então pagar isso aqui nós temos aqui ó é nossas despesas não vou colocar aqui despesas e aqui nós temos nossa nossa renda agregada né beleza agora nós sabemos que é o ponto de equilíbrio é um ponto aonde o que acontece é uma linha onde há as despesas e as receitas são iguais então a com a linha de 45 graus aqui no meia esse é meu ponto de equilíbrio é qualquer valor que você pegar aqui vai dar o seu correspondente aqui qual não é o mesmo valor tá então essa nossa ponto de equilíbrio né nós já vimos em outros vídeos né que o ponto de equilíbrio quando os dois são iguais a despesa e receita então vamos vamos lembrar nossa equação que despesa agregado nós temos o seguinte a nossa despesa planejada é igual aqui é igual a um consumo o que depende da minha despesa e das minhas dos impostos e aqui tem um negócio importante é aqui não é uma multiplicação senão vai multiplicar que fazer a distribuir aquilo que nós temos aqui é uma função tá então é um a despesa planejada ela é uma função do da despesa - o que gosto e despesa - o tributo gente nós sabemos informar que a despesa - o tributo de voz nós sabemos que a minha renda disponível então nós sabemos disso então vamos lá barbie aqui que eu vou usar esse espaço aqui então eu vou matar vocês o seguinte como é que vai ficar a minha equação de consumo a gente sabe que o consumo depende da receita total e dos impostos ele é dar prosseguimento a um consumo autônomo mas a minha propensão marginal do consumo e aqui sim vai multiplica aí agora sim então você vai multiplicar os dois aqui às vezes mesma função na vezes esses dois valores então a minha equação ela vai incrementar aqui ó este consumo mas também eu tenho aqui os investimentos planejados que nós vimos agora que depende da taxa de juros mas os gastos do governo as exportações líquidas então essa equação né nós já vimos em vídeo anterior que nós podemos traçar ela quando a gente traça ela a gente tem um certo consumo autônomo aqui é o início dela né e ela é uma linha que faz isso então nós temos essa aqui eu vou chamar aqui ó essa equação de yp amarela de y t 11 porque interrompeu por que eu vou adotar kimmel rr um primeiro tempo e nem à taxa de juros então voltei assim ó meu yp um vai ficar o consumo né que depende da minha renda e dos impostos mas a minha parte de investimento planejado que depende da minha taxa de juros mas o governo mas as exportações líquidas certo sabendo que isso daqui né equivale a consumir autônomo mais propensão marginal de consumo vezes ea renda agregada - os impostos traçamos a ela aqui tudo bem até aí né agora nós temos uma coisa interessante o que acontece e diminuir a taxa de juros então se eu pegar minha taxa de juro eu vou fazer o quê se eu pegar minha taxa de juros e usar uma taxa de juros 2 menor que a primeira então eu terei uma em investimento planejado que depende agora da minha taxa de jogo 2 se a gente analisar lá em cima no início aqui ó o que acontece quando eu abaixo a minha taxa de juros seu investimento aumenta então como a minha equação depende do investimento eu vou ter uma segunda situação de renegado aqui o que vai ser essa constante consumo mas o meu ip mas o governo mas eles só que eu fiz um incremento ele é maior certo então se é maior eu tive um delta p esse cara aqui ó é como se eu tivesse o ipê um mais um delta ip então eu vou dar uma sumidinha no gráfico biográfico do y vai subir vai subir a votação gráfico aqui ó completar esse graça linha de equilíbrio opa então olha o que acontece agora pagar e se ferir então nós temos o seguinte ó antes eu tinha um ponto de equilíbrio aqui não aqui é meu bonde aquele a hora que eu coloquei um delta ipi eu sou biográfico eu diminuir a taxa de juros eu tenho agora o meu vou poder azul para ficar igual ao meu y p2 ele é maior eu tive um ganho de jogo o que ocasionou pra mim num novo ponto de equilíbrio e esse novo ponto de equilíbrio aqui ele eu tive um delta dock certo esse novo que é importante a gente saber que esse esse ganho y é o meu ganho de investimento vezes um valor quem é o valor é o nosso multiplicador e o que é o nosso multiplicador 1 - 1 - a cabeça um dividido pelo menos a propensão marginal de consumo nós já vimos isso em outro vídeo esse cara aqui o nosso multiplicador então nós já vimos o vídeo que explica o multiplicador né ou seja qualquer variação de investimento de consumo de gasto gera uma variação multiplicada por pura e se for um valor que depende da propensão marginal de consumo certo então o meu ganho de renda agregada foi como o meu ganho de investimento multiplicado pegou por esse valor que depende da minha pensão já consome então o grande lance aqui a gente construir o nosso modelo e sm é que vimos que se a taxa de juro aumenta eu tenho menos investimento então se eu tenho menos investimento eu vou ter uma renda menor agora se a taxa de juros diminui eu tenho um aumento no investimento planejado isso gera um aumento na minha receita e esse é o efeito multiplicador que vai acontecer aqui ó se o meu r aumenta o meu investimento planejado vai diminuir porque é muito juro conseqüentemente a minha receita agregada diminui em campo e diminui num valor multiplicador tá o multiplicador tanto a fra age na no aumento como na perda e se a minha taxa de juros diminuir eu vou ter um investimento maior e consequentemente eu vou ter uma regata uma renda agregada maior usando meu multiplicador né então nos dois últimos vídeos mostra para nós esse efeito multiplicador e o nosso bravo se eu quiser traçar um gráfico aqui e vamos chegar perto vamos lá vamos tentar montar o gráfico da renda em função da taxa de juro tão aqui eu tenha taxa de juros aqui eu vou ter minha renda agregada que vai acontecer se a taxa de juros é grande vou subir lá em cima está aqui em cima o meu investir a minha renda agregada é pequena não vai ser um ponto aqui em compensação seu de semi a taxa de juro a minha renda vai ser grande mas um ponto aqui então se a traçar uma reta aqui ó vou ter uma reta mas além desse jeito que tá que acontece eu tenho dois pontos e eu tenho essa reta essa reta é que a gente chama de curva e s nós vamos estudar nos próximos vídeos ela nos mostra o seguinte quanto maior a taxa de junho - entregado têm menos despesas vai ter menos a economia gira quanto menor a taxa de juro maior investimento maior renda mais viva maior o pib nós mais dinheiro tá e tudo que recebe esse efeito multiplicador que nós vimos no outro vídeo