If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:7:09

Transcrição de vídeo

olá tudo bem nesse vídeo nós vamos analisar o que acontece com a curva e s quando o governo aumentou seus gastos e para começar a pensar nessas idéias vamos traçar aqui novamente o nosso cruzamento keynesiano e para trás essa cruzamento keynesiano nós vamos colocar aqui no eixo vertical o dispêndio spend o que são os gastos e aqui no eixo horizontal nós vamos colocar o pib bem quando nós temos aqui uma economia equilibrada normalmente o dispêndio é sempre igual ao pib pelo menos assim despende o planejado então nós vamos ter uma reta crescente dessa forma certo uma forma de calcular todo dispêndio agregado seria dessa forma que então despende agregado que nós fazemos normalmente em relação a todo o pib vai ser igual ao consumo em que esse consumo é uma função da produção disponível - te um detalhe isso aqui não é seu consumo vezes y - de não está aqui é uma função e essa função aqui é linear nesse caso aí a gente vai somar aí a gente vai somar com os investimentos os investimentos agregados normalmente aqui também é uma função da taxa de juros eu vou chamar de r e mais os gastos do governo e quando nós temos uma economia aberta a gente pode colocar aqui mais as exportações nx claro que a gente também poderia colocar aqui - as importações mas vamos ficar apenas por aqui e considerar que isso daqui seja as exportações líquidas ok então isso daqui representa a nossa função do investimento planejado então a partir daqui dessa função nós podemos dizer que a nossa curva de investimento planejado estará mais ou menos aqui e aqui nós temos um ponto de equilíbrio um ponto de equilíbrio que teremos um certo dispêndio com certo pib isso aqui em nosso cruzamento porque nesse ano agora se a gente quiser a traçar também a nossa curva e é se nós podemos fazer isso então aqui no eixo vertical nós teremos aqui o nosso juro a nossa taxa de juro real e aqui no eixo horizontal nós teremos o nosso pib vamos supor então que a gente vai ter uma certa taxa de juros r por exemplo então se a gente tiver uma taxa de juros reais r nós podemos relacionar com o nosso pib vindo aqui nesse mesmo ponto não deixou de ser que nesse ponto o mesmo pib pra gente pegar o mesmo pib então se a gente tiver uma certa taxa de juro a gente vai relacionar com esse pib que esse é o nosso ponto de equilíbrio a gente traçando a nossa curva e s teríamos algo nesse formato ela seria mais ou menos assim então aqui nós temos a nossa curva e s agora tente observar outras taxas de juros e traçar aqui os pontos com esse pib através da nossa curva e s veja o que acontece se a gente isso porque a taxa de juros vai aumentar o nosso investimento vai diminuir e conseqüentemente nós vamos ter uma menor produção ou seja o pib vai diminuir e toda essa curva que vai se deslocar para baixo e consequentemente teremos um novo ponto de equilíbrio o ponto de equilíbrio do pib muda pra cá o ponto de equilíbrio mudando pra cá nós vamos ter uma alta taxa de juro e conseqüentemente menor pib beleza isso que só foi para relembrar um pouco a respeito dessa curva e s agora que já revisamos um pouco a respeito disso vamos ver finalmente o que acontece quando os gastos do governo aumenta se os gastos do governo aumentar em provavelmente nosso dispêndio vai aumentar certo então nós estaremos trazendo essa curva aqui pra cima nós vamos deslocar a curva para cima então teremos aqui um aumento em delta g nessa curva vai se deslocar aqui para cima consequentemente o nosso ponto de equilíbrio vai se alterar e vai ver para cá aqui nós estaremos deslocando ou aumentando o nosso pib estaremos aumentando o pib nesse valor aqui delta y e pra gente determinar o nosso delta y nós podemos simplesmente aqui dividir um por um - a propensão marginal de gastos da propensão marginal de gastos vezes ou seja essa mudança nos gastos do governo a variação de despesa governamental mas a gente não vai focar isso aqui nesse vídeo tudo bem o nosso objetivo é apenas estudar o que acontece é que com a nossa curva e s quando a gente altera os gastos do governo nem vamos supor aqui que o nosso é rio seja a nossa taxa de juros não mudou não se alterou se a nossa taxa de juros não alterou a gente pode decidir aqui e aqui é o nosso novo ponto aqui no nosso pib e se a taxa de juros não alterou nós vamos ter um novo ponto de equilíbrio que aqui mas se a gente tiver outras taxas de juros ea gente vai perceber que como um todo essa curva e s vai se deslocar para a direita então nós teremos uma curva e s se deslocando para a direita dessa forma o interessante aqui é que se nada mudar e apenas os gastos do governo se alterarem nós vamos ter um deslocamento aqui da nossa curva e s beleza mas vamos ver o que acontece aqui no nosso modelo l m&s já que a gente está alterando o nosso ponto de equilíbrio vamos traçar aqui nosso eixo vertical que a nossa taxa de juros e o nosso estilo horizontal que é o pib vamos traçar a nossa curva e s aqui a nossa curva e s e também vamos traçar a nossa curva lm aqui então aqui está nossa curva lm inicialmente nós temos um ponto de equilíbrio aqui certo com uma certa taxa de juros vou colocar aqui com uma certa taxa de juros e um certo pib mas quando nos deslocamos a nossa curva e s para direita nós vamos ter um novo ponto de equilíbrio nesse novo ponto de equilíbrio nós vamos ter uma nova taxa de juros ou seja a taxa de juros vai aumentar e nós teremos um novo pib que também vai aumentar então nosso ponto de equilíbrio se altera quando tudo isso ocorre quando os gastos do governo aumentam mas o que vai acontecer com a nossa curva eliene será que ela vai se alterar quando nós tivermos uma mudança fiscal ou seja quando o governo estiver gastando mais como sabemos no cenário que estamos visualizando o governo não está imprimindo mais dinheiro ele está apenas gastando mais elevando o orçamento lembre-se que nossa curva lm é guiada pela preferência por liquidez ela depende do quanto dinheiro que é retido ou de quanto que se paga para usar esse dinheiro e osso em taxas de juros ou quanto de juros que estamos dispostos a pagar em vários níveis de pib e claro isso não tem absolutamente nada a ver com as despesas do governo algo que realmente afeta o velho mm é oferta de dinheiro a oferta de moeda real quanto mais dinheiro houver menor será o seu valor então para evitar efeitos futuros da despesa governamental sobre os preços só precisamos manter os dados constantes principalmente a curto prazo e principalmente os preços as políticas fiscais não afetam a curva lm mas a política monetária ou a oferta de dinheiro sim ea preferência por liquidez também mais uma política fiscal por si só não vai alterar a curva lm então só para concluir observando esse modelo aqui e slm quando as despesas do governo aumentam as taxas de juros vão aumentar porque nós vamos ter um novo ponto de equilíbrio