If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:7:49

Transcrição de vídeo

nos vídeos passados eu já conversei com você sobre como a curva e s funciona inclusive nós vimos que a curva e s é uma curva que relaciona a taxa de juros com o pib então nós podemos colocar nessa curva que aqui no eixo vertical a taxa de juros reais representados aqui com a letra r e aqui no eixo horizontal nós podemos colocar a letra y que representa a produção o pib nós vimos inclusive que nós temos duas formas de relacionar taxa de juro o investimento com o pib a primeira forma é dizendo que se a gente tem uma certa taxa de juros essa taxa de juros vai conduzir ao certo nível de investimentos e esse investimento vai conduzir a um certo pib exemplo se nós temos uma taxa de juros alta provavelmente teremos poucos investimentos reais e consequentemente o nosso pib não será muito grande à nossa produção interna não será muito grande agora se a gente tem uma taxa de juros baixa provavelmente teremos mais investimentos reais e consequentemente o nosso pib irá aumentar é a partir dessa relação que nós podemos colocar isso aqui representado numa curva e s nem se a gente tem uma taxa de juro real alta a gente vai ter baixos investimentos e o pib será baixo então a gente pode partir desse ponto aqui se a gente tem uma taxa de juros baixa a gente vai ter muitos investimentos e um pib maior então a gente pode colocar esse ponto aqui e assim ligar esses dois pontos e traçar nossa curva e s então aqui nós temos uma curva e s som detalhe esse termo e s vem do inglês investimentos sei vem que nada mais é do que a relação investimento poupança uma outra forma de analisar essa curva e é se seria observando o pib então se nós temos um certo pib esse pib vai conduzir a uma certa poupança e nós representamos aqui com a letra s mas poderia ser com a letra p também mas é comum utilizar a letra s porque nos livros normalmente são representados dessa forma mas vamos nós vamos ter um pib conduzindo a uma poupança e essa poupança por sua vez vai conduzir a uma taxa de juros reais em como podemos observar isso se a gente tem um pib baixo seja uma produção baixa nós não vamos ter um excedente de capital e conseqüentemente não teremos muito dinheiro para emprestar como esse dinheiro para emprestar se tornará escasso as taxas de juros serão altas por outro lado se a gente tem um pib muito alto muito grande ou seja nós temos um crescimento de produção a nível acelerado provavelmente as pessoas vão gastar mais mas não tanto quanto o pib isso vai acabar promovendo o excesso de capital e como teremos muito dinheiro disponível para emprestar a taxa de juros será baixa então é saber que seriam duas formas de analisar essa relação entre a taxa de juros e pib aqui através da nossa curva e s essa daqui através da poupança e essa daqui através do investimento real é por isso que ela é chamada de curva e s uma curva de investimento e poupança ok depois de conversar sobre essa curva e s eu quero falar agora com você sobre a curva lm vem a curva lm nos induz a pensar o que liquidez em moeda então a curva lm nos mostra o relacionado à preferência por liquidez e oferta de moeda nós podemos escrever isso daqui preferência por liquidez barra oferta de moeda apesar do termo preferência por liquidez parecer algo complicado na verdade isso daqui é algo que relaciona a moeda com uma taxa de correção monetária assim nós estaremos falando da moeda real do valor monetário daquela moeda em um dado momento então vamos então vamos só escrever isso aqui pra gente entender essa ideia mas estamos falando da moeda real e uma forma de encontrar a moeda real seria calcular razão entre a oferta de moeda com uma taxa de correção por exemplo o ipc que nada mais é do que a nossa inflação quando nós observamos é que essa relação se nós temos um crescimento de moeda ofertada na mesma proporção que o crescimento da inflação a moeda real não se altera agora se a gente tem o crescimento na oferta que de moeda maior do que o crescimento da inflação a moeda real aumenta por outro lado se a inflação aumentar mais do que a oferta de moeda a moeda real diminui bem mas quando nós estamos aqui observando essa preferência por liquidez nós estamos falando que essa razão a que se mantém constante ou seja a moeda real não se altera então vamos escrever isso assumindo que isso é que é constante inflação e oferta de moeda vão se alterar sempre na mesma proporção sendo assim quanto maior for a atividade econômica maior será a demanda por moeda e então haverá maiores taxas reais de juros as pessoas estão mais dispostas a pagar mais por essa moeda e isso em termos reais então se você tem uma atividade econômica que muito alta as pessoas querem manter a moeda as pessoas querem ter o papel físico ali pra poder realizar os processos ou as atividades econômicas com muito mais facilidade então por esse motivo as pessoas estão mais dispostas a pagar um valor maior para ter essa moeda em mãos e se você quiser comprar essa moeda provavelmente você vai ter que pagar mais para obter essa moeda e uma coisa que é importante ficar claro aqui é que o preço da moeda são as taxas de juro então se nós temos um pib alta ou seja uma alta atividade econômica as pessoas vão querer dinheiro em espécie por esse motivo elas estavam mais dispostas a pagar uma taxa de juro maior porque elas preferem elas têm uma grande preferência por liquidez então a nossa curva lm vai dizer que se algo assim ocorrer nós vamos ter uma taxa de juros muito alta então nós teríamos um ponto mais ou menos aqui o be alto altas taxas de juros por outro lado se a gente tem uma atividade econômica muito baixa as pessoas não estarão tão dispostos a pagar para ter essa moeda não querem ter tanto dinheiro em espécie então por esse motivo as taxas de juros serão menores assim nós estaremos mais ou menos aqui baixa atividade econômica baixa taxa de juros então essa curva lm será desse jeito aqui então nós temos aqui a nossa curva lm quando nós observamos aqui as duas curvas nós podemos perceber que aqui a nossa curva rs está relacionando ou a taxa de juro com o investimento eo pib ou também com o pib ea poupança e as taxas de juros de qualquer forma a gente tem uma curva desse jeito agora quando a gente observa preferência por liquidez e oferta de moeda a gente tem uma curva dessa forma que desse jeito em que se o pib é alto nós vamos ter altas taxas de juros de qualquer forma observar essas duas curvas ao mesmo tempo nós podemos perceber que nós temos aqui um ponto de equilíbrio um ponto de equilíbrio que nós vamos ter uma certa taxa de juros e um certo pib para observar todo esse cenário vamos imaginar uma situação em que o banco central começa a imprimir moeda de uma forma muito rápida ou seja imprimir moedas num curto espaço de tempo então vamos colocar aqui que o banco central vai imprimir moedas a moeda se ela vai imprimir moeda num curto espaço de tempo nós vamos ter aqui uma oferta de moedas muito maior do que a taxa de crescimento da inflação dessa forma a moeda real vai aumentar então nós podemos escrever aqui que a foi a da real aumenta quando a moeda real aumenta o que acontece com a nossa curva lm essa é uma curva lm que nós estamos assumindo que a moeda real não se alterou ou seja se manteve constante agora se por acaso a gente tiver um crescimento da moeda real essa curva lm vai se deslocar para baixo porque vai se deslocar para baixo vem aqui nesse caso se eu tiver maior oferta de moeda a nossa taxa de juro vai diminuir um pouco porque a gente vai ter mais oferta no mercado a mesma coisa acontece aqui ea mesma coisa acontece que os seja nossa taxa de juros vai diminuir para o mesmo nível de atividade econômica então nós teremos essa curva lm é que se deslocando para baixo dessa forma enfim isto é que foi apenas um cenário para a gente observar o que acontece se a nossa oferta de moeda aumenta mais do que a inflação nós vamos ter um aumento na moeda real e consequentemente a nossa curva lm vai se deslocar para baixo