Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Acompanhando o PIB real ao longo do tempo

Leia sobre as flutuações do PIB de ano para ano.

Pontos Principais

  • Um ciclo de negócios é o movimento de relativamente curto prazo da economia, de entrada e saída da recessão.
  • Uma diminuição significativa da produção nacional é chamada de recessão; Chama-se um declínio especialmente longo e profundo na produção de depressão.
  • O ponto mais alto de produção antes do início de uma recessão chama-se pico; o ponto mais baixo da produção durante a recessão é chamado de vale.

Introdução

Você pode ter ouvido um repórter da TV dizendo algo como "a economia cresceu 1,2% no primeiro trimestre". Relatórios como este estão se referindo à variação percentual do PIB real. Por convenção, o crescimento do PIB é reportado como uma taxa anualizada—qualquer que seja o crescimento do PIB calculado para um determinado trimestre é multiplicado por quatro quando é reportado, como se a economia estivesse crescendo àquele ritmo por um ano inteiro.

Acompanhando o PIB real ao longo do tempo

O gráfico abaixo mostra o padrão do PIB real dos EUA desde 1900. Observe que o caminho geralmente ascendente de longo prazo do PIB foi regularmente interrompido por declínios de curto prazo.
Uma diminuição significativa do PIB real é chamada de recessão. Uma recessão especialmente longa e profunda é chamada de depressão. A severa queda no PIB que ocorreu durante a Grande Depressão da década de 1930—que provavelmente você aprendeu nas aulas de História—é claramente visível na figura, assim como a Grande Recessão de 2008 a 2009.
PIB DOS EUA, 1900-2014
Crédito da imagem: Imagem 1 in "Acompanhando PIB real ao longo do tempo" por OpenStaxCollege, CC BY 4.0
O PIB real é importante porque ele é altamente correlacionado com outras medidas de atividade econômica, como o emprego e o desemprego. Quando o PIB real sobe, o emprego também sobe.
O problema humano mais significativo associado às recessões—e seus primos maiores e mais feios, as depressões—é que uma desaceleração na produção significa que as empresas precisam dispensar ou demitir alguns dos trabalhadores que possui. Perder um emprego impõe custos pessoais e financeiros dolorosos aos trabalhadores e, muitas vezes, à toda sua família também. Além disso, mesmo aqueles que mantêm seus empregos provavelmente descobrirão que os aumentos salariais são escassos na melhor das hipóteses—ou podem até ser solicitados a aceitar cortes de salário.
O ponto mais alto da economia, antes do início de uma recessão, é chamado de pico; por outro lado, o ponto mais baixo de uma recessão, antes do início de uma recuperação, é chamado de vale. Assim, uma recessão dura do pico ao vale e um ascensão econômica dura do vale ao pico.
O movimento da economia do pico ao vale e do vale ao pico é chamado de ciclo econômico. É intrigante notar que as três expansões do vale ao pico mais longas do século XX aconteceram a partir de 1960. A mais recente recessão começou em dezembro de 2007 e terminou formalmente em junho de 2009. Esta foi a mais grave recessão desde a Grande Depressão da década de 1930.
Uma consultoria privada, o National Bureau of Economic Research, o NBER, é quem acompanha oficialmente os ciclos econômicos da economia dos EUA. No entanto, os efeitos de uma recessão severa muitas vezes perduram após a data de encerramento oficial atribuída pelo NBER.
A tabela abaixo lista o padrão de recessões e expansões na economia americana desde 1899
Ciclos de negócios dos EUA desde 1899
PicoAtéMeses de contraçãoMeses de expansão
Junho de 1899Dezembro de 19001824
Setembro de 1902Agosto de 19042321
Maio de 1907Junho de 19081333
Janeiro de 1910Janeiro de 19122419
Janeiro de 1913Dezembro de 19142312
Agosto de 1918Março de 1919744
Janeiro de 1920Julho de 19211810
Maio de 1923Julho de 19241422
Outubro de 1926Novembro de 19271327
Agosto de 1929Março de 19334321
Maio de 1937Junho de 19381350
Fevereiro de 1945Outubro de 1945880
Novembro de 1948Outubro de 19491137
Julho de 1953Maio de 19541045
Agosto de 1957Abril de 1958839
Abril de 1960Fevereiro de 19611024
Dezembro de 1969Novembro de 197011106
Novembro de 1973Março de 19751636
Janeiro 1980Julho de 1980658
Julho de 1981Novembro de 19821612
Julho de 1990Março de 1991892
Março de 2001Novembro de 20018120
Decembro de 2007Junho de 20091873

Resumo

  • Um ciclo de negócios é o movimento de relativamente curto prazo da economia, de entrada e saída da recessão.
  • Uma diminuição significativa da produção nacional é chamada de recessão; Chama-se um declínio especialmente longo e profundo na produção de depressão.
  • O ponto mais alto de produção antes do início de uma recessão chama-se pico; o ponto mais baixo da produção durante a recessão é chamado de vale.

Questões de autoavaliação

Volte para o primeiro gráfico neste artigo, mas não use a tabela. Se uma recessão é definida como uma diminuição significativa da produção nacional, você consegue identificar alguma recessão pós recessão de 1960 além da recessão de 2008-2009? Nota: isto requer uma avaliação crítica.
De acordo com a tabela acima, qual a frequência com que recessões ocorreram desde o fim da Segunda Guerra Mundial—1945?
De acordo com a tabela, quanto tempo duraram em média as recessões desde o fim da Segunda Guerra Mundial?
De acordo com a tabela, quanto tempo durou uma expansão média desde o fim da Segunda Guerra Mundial?

Pergunta de revisão

Quais são os padrões típicos do PIB para uma economia de alta renda, como a dos Estados Unidos a longo e a curto prazo?

Perguntas de pensamento crítico

  • Por que você acha que o PIB dos EUA é muito maior hoje do que há 50 ou 100 anos?
  • Por que você acha que o PIB não cresce a um ritmo constante, mas acelera e desacelera?

Quer participar da conversa?

Nenhuma postagem por enquanto.
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.