If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Tipos de curvas de indiferença

Curvas de indiferença de bens normais, substitutos e complementares perfeitos. Versão original criada por Sal Khan.

Quer participar da conversa?

  • Avatar leafers tree style do usuário brunoenribeiro
    Como seria uma curva de indiferença entre produtos normais e produtos inferiores?
    (2 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

nesse vídeo nós vamos ver os tipos de curvas de indiferença e existem alguns tipos aqui que eu quero conversar com você nesse vídeo nos últimos vídeos ou tenha mostrado a curva de indiferença todas as curvas de diferença que a gente viu foi dessa forma que certo e que aqui a gente tem uma certa quantidade de um certo produto por exemplo um produto ar e aqui a gente tem uma quantidade de um produto b a nossa curva de diferença foi traçada desse jeito é que certo e por que foi traçado desse jeito que se você tem uma certa quantidade de um produto e uma certa quantidade de um produto ver você vai obter uma certa utilidade marginal e aqui embaixo você vai obter a mesma utilidade marginal total só que essa curva tem essa forma porque aqui você tem mais dessa quantidade do que de se você está mais disposto a pagar abrir mão desse produto a para obter esse produto bem diferente daqui de baixo o que você não está tão disposto a abrir mão do produto a para obter o produto b mas independente do ponto que você está aqui você é indiferente em relação à utilidade marginal total que você vai obter já você vai obter o mesmo valor caso a gente fosse traçar que as retas tangentes a esses pontos a gente obter a taxa marginal de substituição ou seja a taxa que você substitui um produto pelo outro e isso indica o quanto você está disposto a abrir mão de um produto para obter o outro então sempre que você tem essas curvas você pode ter várias aqui tendo esse formato tanto acima quanto abaixo isso daqui são curvas de indiferença de produtos normais então você tem aqui as curvas de diferença de produtos normais aqueles produtos em que você não quer obter só a quantidade de um você quer um pouco dos dois uma outra curva que a gente vai ficar aqui agora é por exemplo se você tivesse notas de cinco reais em notas de dez reais vamos supor que aqui no eixo y a gente tem uma certa quantidade de notas de 5 e aquilo e chukchis a gente tem uma certa quantidade de notas de dez pontos que seja 5 ac 10 10 no a 35 reais e aqui cinco notas de 10 reais não importa muito se você tem notas de cinco ou dez pra você tanto faz a quantidade de dinheiro total que você vai ter aqui vai ser o mesmo independente de você ter só a nota de 5 reais ou de r$10 você vai ter o mesmo valor em moeda então se você tem aqui dez notas de cinco reais você tem 50 reais no total esse aqui você tem cinco notas de 10 reais você também tem 50 reais no total e independente que um dos pontos que você for alterando continua dando a mesma coisa então a gente vai ter uma reta que nesse caso tanto faz pra você ter uma certa quantidade de notas de 5 uma certa quantidade de notas de 10 sabe não importa pra você abrir mão de duas notas de cinco reais para obter uma d10 dá no mesmo por outro lado como já falei em vídeos anteriores se você tiver aqui desse lado é melhor certo porque estando desse lado que você vai obter maior utilidade marginal por exemplo se você tem uma outra reta que você vai ter maior valor monetário no seu bolso independente de ser em nota de 10 ou em notas de cinco por isso que não importa aqui nesse caso tanto faz você tem nota de 5 nota de idade é importante que você tenha mais dinheiro então quanto mais aqui a esquerda tv a sua curva de indiferença melhor um exemplo parecido com esse também é que seria em relação à mm vamos porque você tem aqui uma quantidade de mm de uma cor e aqui uma quantidade de mm de outra cor vamos imaginar que aqui a gente tem uma quantidade de ml vermelho e aqui uma quantidade de mm que sejam azuis tanto faz pra você se você tenha mm vermelho azul você não tem nenhuma preferência de curvas e só gosta do sabor doce e miss então supondo que você tenha que 10 mm de cor vermelha e aqui 10 mm de cor azul não importa se você vai trocar 1 mm de curso vermelha por um de uma cor azul e ter 9 vermelha e uma azul e também não importa se você vai ter uma vermelha e 9 azuis isso pra você é indiferente o importante é que você tenha o máximo possível de mmx mas você só tem 10 mm secom trocar uma cor pela ultra isso pra você em diferente então a gente tem aqui novamente essa reta que indica pra gente aqui que tanto faz pra você trocar 1 mm de uma cor por outro esse tipo de situação que a gente tem aqui são chamados de sul substitutos perfeitos porque não importa para você ter um outro além da utilidade total será a mesma preferência é a mesma pelos dois mas claro que você pode maximizar isso lindo pra uma ultra reta pra cá você vem para uma outra regra é que você vai ter mais mm do que tinha antes independente ser vermelho azul último caso quero falar aqui pra você é sobre os complementares perfeitos e para exemplificar isso vamos imaginar que você tenha uma certa quantidade de sapatos de pé direito e de pés que vamos supor que aqui a gente tenha um gráfico que vai relacionar a quantidade de sapatos aquino e chukchis a gente vai ter uma certa quantidade de sapatos do pé direito e aqui no eixo y a gente vai ter uma certa quantidade de sapatos do peixe que então vamos supor que você tenha um par de sapatos se você tem um par de sapatos significa que você tem um sapato do pé esquerdo e um sapato do pé direito certo a gente estaria aqui nesse ponto um sapato do pé esquerdo e um sapato do pé direito e vamos supor que alguém chega assim pra você e diga olha eu vou te dar diversos sapatos do pé esquerdo apenas do país que ando tem você dizer tá tudo bem mas isso não vai mudar em nada na sua vida isso não ia aumentar a utilidade marginal porque você é continuar tendo aqui um participar tendo muitos do peixe que poderia usar de vez em quando mas enfim pra você isso é indiferente certo a gente teria uma indiferença vindo aqui pra cima em que a utilidade marginal total acaba sendo a mesma nesse caso e o mesmo vai ocorrer se alguém decidisse te dar sapatos apenas do pé direito você falar tá tudo bem e daí você guarda e deixa lá né pra você e isso é indiferente também teria uma curva de indiferença vindo pra cá agora se você tivesse dois pares de sapato a coisa seria diferente se eu gostar de ter dois pares de sapato que você ia poder usar esse para mais então isso e aumentar a utilidade marginal e nesses casos mas é a partir daí alguém falar só eu vou te dar mais à parte do pé esquerdo isso seria indiferente da mesma forma que com os sapatos do pé direito é essa daqui são curvas de indiferença para esses complementares perfeitos eles são chamados de complementares perfeitos porque um complemento ou outro de forma perfeita você sempre quer ter os dois pés de sapato para ter um par de sapatos certo não há benefício nenhum em ter três pés de sapato direito e apenas um pé de sapato esquerdo por isso que a gente fala que isso aqui é uma curva de indiferença