If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

O equilíbrio entre produção econômica e proteção do meio ambiente

Pontos Principais

  • Dependendo do seu nível de renda e das preferências políticas, países diferentes provavelmente farão escolhas diferentes sobre como equilibrar produção econômica e proteção ambiental.
  • Todos os países se beneficiam ao fazer uma escolha que é produtivamente eficaz—ou seja, uma escolha em algum lugar na curva de fronteira de possibilidades de produção ao invés de dentro dela.

O equilíbrio entre produção econômica e proteção ambiental

Infelizmente não é possível para um país maximizar tanto a proteção ambiental quanto a produção econômica. Cada país deve decidir sobre como os dois objetivos devem ser equilibrados—e como atingir este equilíbrio.

Usando a fronteira de possibilidades de produção para analisar produção econômica e proteção ambiental

Uma das ferramentas que podemos usar para analisar o equilíbrio entre produção econômica e proteção ambiental é a fronteira de possibilidades de produção, ou FPP, como apresentado abaixo.
A FPP mostra o custo de oportunidade de se escolher entre maior proteção ambiental ou maior produção econômica. Observe que à esquerda do gráfico—no ponto P—um país estaria selecionando um nível maior de produção econômica mas pouquíssima proteção ambiental. No outro extremo—ponto —um país estaria selecionando um alto nível de proteção ambiental mas pouca produção econômica.
Países com baixo produto interno bruto per capita, ou PIB per capita—como a China—tendem a dar maior ênfase para produção econômica, o que, por sua vez, ajuda a produzir alimentação, habitação, saúde, educação e bens de consumo necessários. Países com maiores níveis de renda, onde um maior número de pessoas têm acesso às necessidades básicas de vida, talvez desejem dar uma maior ênfase à proteção ambiental.
Todas as escolhas representadas pelos pontos na FPP são produtivamente eficientes—eles simplesmente representam balanceamentos diferentes entre proteção ambiental e produção econômica. A escolha que está dentro da FPP, contudo—como M—é produtivamente ineficiente.
Crédito da imagem: Figura 1 em "The Tradeoff between Economic Output and Environmental Protection " por OpenStaxCollege, CC BY 4.0
Os economistas tendem a ter opiniões mais moderadas do que os ambientalistas sobre as escolhas entre P, Q, R, S eT, pois todos esses pontos estão ao longo da fronteira de possibilidades de produção e são, portanto, produtivamente eficientes.
Eles, porém, são uníssonos em sua crença de que uma escolha ineficiente, como M, não é desejada. Ao invés de escolher M, uma nação poderia atingir ou uma maior produção econômica com a mesma proteção ambiental, como no ponto Q, ou uma maior proteção ambiental com o mesmo nível de produção, como no ponto S.
Leis de comando e controle ambientais às vezes envolvem escolhas como M, mas ferramentas ambientais orientadas para o mercado oferecem mecanismos para proporcionar tanto a mesma proteção ambiental a um custo menor ou um maior grau de proteção ambiental pelo mesmo custo.

Resumo

  • Dependendo do seu nível de renda e das preferências políticas, países diferentes provavelmente farão escolhas diferentes sobre como equilibrar produção econômica e proteção ambiental.
  • Todos os países se beneficiam ao fazer uma escolha que é produtivamente eficaz—ou seja, uma escolha em algum lugar na curva de fronteira de possibilidades de produção ao invés de dentro dela.

Perguntas de revisão

  • No equilíbrio entre produção e proteção do meio ambiente, o que as combinações na Fronteira de Possibilidades de Produção representam?
  • O que representa um ponto dentro da Fronteira de Possibilidades de Produção?

Quer participar da conversa?

Nenhuma postagem por enquanto.
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.