If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:5:45

Impostos para contabilizar externalidades negativas

Transcrição de vídeo

no último vídeo fizemos algumas considerações sobre as despesas externas as despesas externas de sacolas plásticas como vimos a sacola sofre um processo de degradação que acaba gerando lixo além disso pode prejudicar animais e o meio ambiente nesse vídeo inclusive nós adotamos que podemos calcular o custo real externo da sacola plástica e para isso nós consideramos que o custo do impacto no meio ambiente foi de 2 centavos por sacola nós podemos descobrir ainda que caso tenha uma margem regular de despesas externas se considerarmos essa despesa externa nós podemos adicionar la à margem do custos com isso nós teremos o preço real distribuído na quantidade das sacolas plásticas claro vimos que não se consome a margem pois foi criada toda essa margem negativa onde os custos totais das sacolas são superiores aos lucros totais porém o que não tratamos daquele vídeo é como isso acontece na verdade se deixarmos apenas as coisas como estão nós temos apenas a curva de custos do fornecedor e também a curva de demanda do consumidor em que nesse caso o nosso consumidor é o supermercado é então o ponto de equilíbrio do preço pode estar correto aqui por conta disso embora teoricamente falando existe um custo que não deverá ser dividido com os mercados então se você é um governante benevolente nessa sociedade o que você faria o que você faria para ter essa quantidade de sacolas produzidas aqui nesse ponto qual seria a quantidade de equilíbrio caso você não dividisse as despesas externas nem existem diversas opções você poderia banir as sacolas plásticas você também poderia colocar uma certa cota de uso de sacolas dizer que certamente essa quantidade não pode ser produzida ou você poderia taxar as sacolas plásticas bem vamos pensar aqui em quais dessas soluções vai resultar em um maior rendimento ou seja o maior benefício agregado à sociedade uma hipótese que vamos testar é apurar e determinar as taxas de despesas externas por sacola então vamos supor que você vai banir as elas o que aconteceria se o governante dessa sociedade que nesse caso é você banir as sacolas têm provavelmente o mercado vai ficar sem sacolas e todo o rendimento que poderia vir desse mercado não vai existir mais então na verdade você está destruindo o rendimento você pode até dizer não às sacolas plásticas são horríveis elas devem ser definitivamente proibidas não existe nenhum benefício em usar sacolas plásticas você poderia até argumentar dizendo o seguinte olha só não são dois centavos por sacola eles em 10 centavos por sacola de despesa externa e devido a isso você teria uma curva subiu ainda mais então não teria uma quantidade positiva sendo assim banir as sacolas seria o mais correto mas como vimos aqui são apenas dois centavos de despesas externas sendo assim quando você baniu as sacolas na verdade você eliminou os rendimentos vindos da sociedade então isso não parece ser uma boa opção mas sobre a cota bem você olha e diz olha o montante de sacolas plásticas é de 1,5 milhões de sacolas por semana quando disse isso nós assumimos que você entendeu como é a curva de demanda eu desenhei aqui uma linha reta para facilitar assumindo que você realmente entendeu como é a curva de margem de custos ao longo desse jogo temos que assumir que nós temos algum entendimento das coisas mas no mundo real é muito difícil saber exatamente qual é a margem de custo e também é muito difícil saber exatamente qual é a margem da curva de rendimento ou como é a curva de demanda especialmente porque isso está sempre mudando há sempre mais competidores - competidores mais produtos substitutos mais coisas se tornando mais eficientes ou menos eficientes então é muito difícil saber exatamente qual é o verdadeiro valor de equilíbrio então a cota é algo realmente difícil já que nós não temos muita informação correta uma coisa que é interessante aqui é a taxação porque a taxação diz o seguinte olha independente de como é a curva da margem de custos nós vamos apenas ajustar em mais dois centavos nós vimos isso quando nós falamos pela primeira vez sobre a taxação quando nós achamos alguma coisa nós estamos introduzindo um peso morto o que você não está mais produzindo tanta quantidade como você deveria estar ou não caso contrário em que uma certa quantidade não está sendo mais consumida mas aqui a taxa pode na verdade prevenir um peso morto porque se você tem uma taxa de 2 centavos essencialmente adiciona ao custo as despesas externas na forma de uma taxa em cima do custo do fornecedor aqui você estará causando um equilíbrio para que a quantidade consumida não gere um saldo negativo e isso acaba tendo um efeito positivo além disso pode ter um outro efeito positivo já que você também pode gerar uma receita para o governo o que é bom sobre a taxa nessas circunstâncias aqui é que você não está assumindo como é a curva da margem de custo ou qual é a curva da demanda então assumindo que esse número que está correto a taxa sempre irá mudar de acordo com a curva da margem de custo e isso sempre vai se alterar para o ponto correto para cruzar a curva de demanda onde estiver aqui no ponto de equilíbrio e isso vai acabar nos dando um preço de equilíbrio e uma quantidade equilibrada então se esse é o número correto você colocou dois centavos de taxa por sacola então provavelmente essa será nossa melhor opção pelo menos em termos de otimizar o rendimento total