If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Introdução à arte persa

O coração da antiga Pérsia está localizado no sudoeste do atual território do Irã, na região chamada de Fars. Na segunda metade do século VI a.C., os persas (também chamados de aquemênidas) criaram um gigantesco império alcançando do Vale do Indo até o norte da Grécia e da Ásia Central ao Egito.

Um Império tolerante

Embora as fontes literárias preservadas do Império Persa foram escritas por gregos antigos, grandes inimigos e desprezados por eles, os persas eram na verdade bastante tolerantes e governaram um império multiétnico. A Pérsia foi o primeiro império que se sabe ter reconhecido diferentes crenças, idiomas e organizações políticas de seus súditos.
O Império Persa, 490 a.C.
Essa tolerância para as culturas sob o controle persa percorriam a administração. Nas terras que conquistaram, os persas continuaram a usar os idiomas indígenas e as estruturas administrativas. Por exemplo, os persas aceitaram a escrita hieroglífica registrada em papiros no Egito e a tradicional escrita babilônica mantida em cuneiforme na Mesopotâmia. Os persas devem ter se orgulhado muito dessa nova abordagem do império, como pode ser observado nas representações de pessoas diferentes nos relevos de Persépolis, uma cidade fundada por Dário, o Grande no século VI a.C.
Portão de Todas as Nações, Persépolis (foto: David Holt, CC BY 2.0)

Apadana

Persépolis possuía um salão de sólidas colunas utilizado para recepções dos reais, chamado de Apadana. Esse hall continha 72 colunas e duas escadas monumentais.
Assírios com carneiros, Apadana, Persépolis
As paredes de todos os espaços e as escadas que levam ao hall de recepção foram talhados com centenas de figuras, muitas delas ilustrando os súditos de várias etnias trazendo homenagens ao rei persa.
Escada em Apadana, Persépolis, Irã

Conquistado por Alexandre, o Grande

O Império Persa foi, conhecidamente, conquistado por Alexandre, o Grande. Sem dúvida, Alexandre ficou impressionado com o sistema persa de assimilar e preservar os idiomas e as tradições locais, assim como ele mesmo passou a imitar este sistema nas vastas terras que conquistava em batalhas. De fato, Alexandre fez questão de enterrar o último imperador persa, Dário III, de modo generoso e respeitoso nos túmulos reais perto de Persépolis. Isso permitiu Alexandre de reivindicar o título do trono persa e legitimar seu controle sobre o maior império do Antigo Oriente.
Ensaio da Dra. Senta German
Recursos adicionais

Quer participar da conversa?

Nenhuma postagem por enquanto.
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.