If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:4:59

Transcrição de vídeo

Olá! Eu sou Andrea Lawler e sou controladora de software de atrações em Walt Disney Imagineering. Eu serei a guia de vocês nesta aula sobre desenho de atrações. O objetivo desta aula é apresentar a arte e a engenharia do design da atração. Também o ajudaremos no processo de projetar um conceito para sua própria atração. Em nossos parques, dentro de uma terra, tem muitos tipos de experiências para visitantes de diferentes idades. Essas experiências incluem: atrações, restaurantes e entretenimento ao vivo e eles são projetados para envolver nossos visitantes na história e no tema da terra. Isso significa que essas experiências devem encaixar nessa terra e sentir-se naturais aí. Portanto, em primeiro lugar, vamos discutir sobre como a história e o tema de uma terra explicam o design de uma atração. Tudo começa com o tema e a história e isso explica as experiências que entregamos em nossas atrações. As atrações são puramente uma forma física de fazer as pessoas se moverem por essa história e essa experiência. Quando pensamos sobre a nossa história e o tema, sempre tem essa ideia unificadora por trás de tudo e o que você decida deve reforçar isso. Muitas vezes, eu me refiro à história como uma espécie de norte verdadeiro, porque é a coisa que vai explicar o nosso projeto, nossa abordagem do design e tudo o que fazemos para trazer essas terras imersivas e atrações aos nossos visitantes. Então, sabendo o que está acontecendo em Adventureland, você já está pensando agora sobre um período de tempo num lugar. Se estiver entrando a Tomorrowland, um tempo muito diferente, um lugar muito diferente. Então, quando você faz o design da atração, é importante mesmo ter uma base sólida exatamente para a história que você está contando e como isso encaixa na história maior de sua terra. A história de Cars em Radiator Springs é que os visitantes entram a Radiator Springs. Eles estão unidos com o carro que vai levá-los e vai mostrar sua cidade e, assim como você vai passando pela cidade, continua recebendo essas pistas de que mais alguma coisa daquelas de todos os dias da vida vai acontecer nessa cidade. Tem muitas pistas de que uma corrida pode estar acontecendo ali e você sabe que tem uma grande corrida e que está ali para assistir e, à medida que a atração progride, você sabe que é uma grande corrida, mas você não está ali para assistir somente, você está ali para estar dentro da corrida. Então você entra na corrida e participa nela e começa a correr, você conhece os visitantes que estão do outro lado na pista e experimenta a emoção disso. Em Piratas do Caribe, em Xangai, nossos visitantes são a tripulação de Jack Sparrow e Jack Sparrow nos utiliza como uma ferramenta para alcançar seu objetivo de roubar o tesouro de Davy Jones. Muitas das nossas atrações contam histórias que dependem de uma mistura de emoções físicas, Com momentos mais calmos ou pensativos, portanto, nós usamos diferentes sistemas para diferentes tipos de histórias. Alguns dos sistemas que nós podemos escolher são: montanhas russas, sistemas suspensos como uma roda gigante, simuladores como Star Tours, barcos que navegam por canais de água, veículos que circulam por trilhos ou veículos que podem se mover por qualquer lugar sem trilhos. Então, como devemos escolher um sistema que apoie melhor a história? Quando você está fazendo o design do espetáculo, você quer o melhor sistema que apoie a atração, que combine com a história que você está contando. Então, por exemplo, se você estiver falando sobre Avatar ou Pandora em Animal Kingdom, o que realmente transmite essa sensação de fazer parte da natureza e estar integrado a ela, e que inspirador que é isso, porém, você não necessariamente vai querer que o visitante se sinta apavorado. E então, isso vai explicar que tipo de sistema você quer para a atração? Que tipo de movimento você está procurando? E eu acho que um bom exemplo é se você pensar em embalar – como segurar um bebê no colo - há apenas esse sentido natural se você for segurado no colo, "Oh eu estou seguro, é essa sensação muito acolhedora e confortável" versus a sensação de estar caindo, não é? Cair-se é, para mim, apavorador e transmite uma sensação completamente diferente de uma emoção. Então, se você justapõe essas duas coisas, entre emocionante e confortável, é muito seguro, você pode ver por que um passeio de barco foi escolhido para a viagem pelo rio Na'vi River. Porque você quer se sentir confortável, você quer se sentir em casa, você quer esse sentido de harmonia. E então isso certamente está em sintonia com toda a história de ser um com a natureza. Radiator Springs Racers foi realmente uma ideia divertida e uma atração que era, obviamente, toda sobre os filmes: a sequência da corrida. Então, nós soubemos que tínhamos que ter um sistema que permitisse aos visitantes competir entre si num veículo. Muitas vezes, gostaríamos de fazer atrações onde tenhamos muita variedade, Onde os visitantes estejam, talvez, movendo-se rapidamente num espaço e, outras vezes, vamos querer que eles desacelerem. E como no bom teatro, o que nós pretendemos é que você adira ao nosso ritmo - momentos surpreendentes, momentos relaxantes, momentos rápidos e, certamente, esse grande momento de recompensa. Então, o sistema da atração vai de mãos dadas com a história, é baseado no tipo de emoção que você esteja tentando atravessar nessa história. Para criar experiências inesquecíveis para os nossos visitantes, nós combinamos arte e engenharia, variando o nível de emoção para complementar melhor a história que está sendo contada.