If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:34

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Hoje vamos conversar um pouco sobre escrita. Você já teve dúvida ao escrever alguma palavra? Por exemplo, às vezes é difícil decidir se usamos um "R" somente, ou "RR". Qual opção escolher? Essa questão aparece com bastante frequência no nosso dia a dia, não é verdade? É importante pensar sobre isso, pois a nossa escrita deve ser bem clara e bem compreendida. Vamos iniciar lendo um trava-língua. Vocês conhecem algum trava-língua? São textos de domínio popular que desafiam a nossa leitura. E já que o nosso tema de hoje é a letra "R", vamos ver um texto que traz bem presente o sons dessa letra: Se a aranha arranha a rã, se a rã arranha a aranha, como a aranha arranha a rã? Como a rã arranha a aranha? É um texto que traz bastante desafio para a nossa leitura, não é verdade? Agora, tente reler em voz alta. Procure prestar atenção nos sons. Se a aranha arranha a rã, se a rã arranha a aranha, como a aranha arranha a rã? Como a rã arranha a aranha? Como pudemos perceber, o som do "R" aparece em três palavras principalmente: aranha, arranha e rã. Mas o som do "R" nessas três palavras não é totalmente igual, não é verdade? Em "aranha", o som do "R" é um som menos intenso, mais suave. Já nas palavras "arranha" e "rã", a letra "R" aparece com um som mais forte, um som que chamamos som forte do "R". Vamos, então, conversar um pouco sobre os sons do "R". Temos "aranha" como uma palavra que possui um "R" com o som fraco, e "arranha" como uma palavra que possui o "R" com o som forte. Vamos lembrar de outras palavras que, da mesma forma, sejam bastante semelhantes, e que se diferenciem: uma, por fazer-nos ouvir o som fraco do "R", em contraste com a outra, que nos faz ouvir o som forte do "R". Por exemplo: em "caro", como em "o colar é caro", é diferente de "carro", como em "ela gosta de viajar de carro". Temos também: "muro", "um muro que divide o jardim", e temos "murro", um gesto agressivo. Também observamos esse contraste em "careta", como em "a menina fez uma careta", e "carreta", "a carreta está pesada levando o material". Como vocês puderam perceber, a presença das duas letras "R" faz toda a diferença no sentido de cada palavra. Agora, vamos conversar sobre os casos em que escrevemos usando "RR". O primeiro a ser dito: sempre que usamos "RR", o som vai ser o som do "R" forte, aquele que vibra mais próximo da região da garganta, como pudemos perceber nos exemplos. E também, nunca iniciamos a palavra com "RR". Além disso, notem as vogais que aparecem antes e depois de "RR". Temos, então, mais essa regra: "RR" aparecem somente entre duas vogais, quando o som do "R" é o som forte. E usamos uma letra "R" quando o som forte do "R" aparecer no início das palavras, como em "rico", "rato", ou quando o som forte aparecer ao lado de, ao menos, uma consoante, como "enrolado", "enriquecer". Em todos os casos em que o som do "R" é fraco, mais suave, usamos uma letra "R", como em "coroa", "caramelo". Observem: o "R" está entre duas vogais. Mas, como o som é o som do "R" fraco, o som mais suave, usamos somente uma letra "R". Vamos, agora, fazer um exercício? Observem as figuras e tentem escrever os nomes que identificam essas imagens. Fale em voz alta: girafa. Vocês acham que escrevemos com "R" ou "RR"? Sim, o som é o som do "R" fraco. Portanto, usamos uma letra "R" somente. Agora, fale em voz alta o que você enxerga na segunda figura: garrafa. Usamos "R" ou "RR"? Muito bem! O som do "R" é o som forte e está entre duas vogais, a letra "A" e a letra "A". Portanto, sim, usamos "RR". Muito bem! Sigam nas suas análises durante a escrita de vocês. E nos vemos no próximo encontro. Até lá!