If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:6:50

Palavras oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas

Transcrição de vídeo

RKA - Oi, tudo bem com você? Nessa videoaula a gente vai falar sobre palavras oxítonas, paroxítonas, e proparoxítonas. Hoje, a gente vai entender quais são os tipos das palavras e como eles se caracterizam. Mas, antes de a gente entrar no conteúdo desse vídeo: você sabe o que é uma sílaba? Bom, uma sílaba é uma parte de uma palavra formada por letras dessa palavra. Por exemplo, a junção das letras "C" e "A" forma a sílaba "CA", que a gente consegue encontrar nas palavras "cachorro" ou "casa". É importante para esse vídeo que nós saibamos como dividir as sílabas de uma palavra. Assim, a gente vai conseguir contar cada uma dessas sílabas, e descobrir se a palavra é uma oxítona, paroxítona ou proparoxítona. Por exemplo, a palavra "cachorro" é uma palavra paroxítona. Isso porque a sua penúltima sílaba, a sílaba "chor", é a sílaba tônica da palavra, a sílaba mais forte quando a gente pronuncia: "ca-chor-ro". Bom, como eu acabei de dizer, a sílaba tônica é a sílaba mais forte, aquela que fica mais demarcada quando a gente pronuncia a palavra. Dessa forma, a sílaba tônica pode ter acento ou não. Podemos encontrar uma sílaba tônica sem acento na palavra "curupira". Se pronunciarmos essa palavra em voz alta, fica fácil de encontrar a sílaba tônica. "Curu-pi-ra". Bom, a sílaba mais forte que aparece na palavra quando a gente pronuncia é a sílaba tônica da palavra. No caso da palavra "curupira", a sílaba tônica é a sílaba "pi", que não possui acento. A sílaba "pi" é a mais forte. Vamos prestar atenção nessas três palavras: "celular", "cardápio" e "lâmpada". Todas elas estão divididas por sílabas, e algumas delas possuem acentuação, outras não. Mas, mesmo assim, todas elas possuem uma sílaba forte, uma sílaba tônica. E é através dessa sílaba tônica que a gente consegue descobrir se essa palavra é uma oxítona, paroxítona ou proparoxítona. Por exemplo, a palavra "celular" é oxítona, e ela não possui acentuação. Já a palavra "cardápio" possui acentuação na penúltima sílaba, na sílaba mais forte, a sílaba "dá". Se compararmos estas duas palavras, vamos perceber que uma delas possui acentuação e a outra não. Mas, ainda assim, as duas possuem uma sílaba tônica. A palavra "celular" tem "lar" como a sílaba mais forte. "Ce-lu-lar". Ela aparece mais claramente quando a gente pronuncia, ela é mais forte. E, por ela estar na última posição da palavra, é uma palavra oxítona. Já a palavra "cardápio", por estar com a sílaba tônica na penúltima posição e não na última, é uma palavra paroxítona. A palavra "lâmpada", que também possui acentuação na primeira sílaba, é uma palavra proparoxítona porque a sílaba tônica aparece não na última, nem na penúltima posição da palavra, mas sim na antepenúltima. Vamos prestar atenção nessas três palavras com diferentes quantidades de letras e de sílabas. Cada uma dessas palavras é de um tipo diferente. Uma delas é uma oxítona, a outra é uma paroxítona, enquanto que a outra é uma proparoxítona. A maneira de se identificar cada uma dessas palavras é prestando atenção na posição da sílaba tônica. Ou seja, prestando atenção na posição da sílaba mais forte na palavra. Se a sílaba tônica, a sílaba mais forte, estiver na última posição da palavra, então essa palavra é diferente daquela que possui a sílaba tônica na penúltima posição. A palavra "celular", por exemplo. Como já vimos, é uma palavra oxítona. Isso porque a última sílaba é a sílaba mais forte, a sílaba tônica, se pronunciarmos essa palavra em voz alta, vamos perceber que a sílaba "lar" aparece com mais clareza. "Celu-lar". Bom, quanto à palavra "felicidade", a sílaba tônica está em uma outra posição. Neste caso, essa palavra é uma paroxítona, e não uma oxítona. Isso porque a sílaba tônica não aparece na última posição, mas na penúltima posição da palavra, na sílaba "da": "felici-da-de". Percebe que a sílaba "da" é mais evidente nessa palavra quando a gente fala? Já a palavra "médico", com acentuação na sílaba "mé", é uma palavra proparoxítona. Isso porque a sílaba tônica dessa palavra aparece não na última, nem a penúltima posição, mas sim na antepenúltima. Se contarmos cada uma das sílabas de cada uma das palavras do final ao começo da palavra, a gente consegue encontrar o tipo dela. "Celu-lar": a sílaba tônica está na primeira posição, contando do final para o começo da palavra. "Felici-da-de" apresenta a sílaba tônica na penúltima posição, contando do final para o começo da palavra. Dessa forma, a palavra "médico" é uma palavra proparoxítona, porque possui a sílaba tônica na antepenúltima, ou seja, na terceira posição da palavra contando do final para o começo: "mé-dico". Bom, nessa aula, nós compreendemos o que é uma oxítona, uma paroxítona e uma proparoxítona. Uma palavra oxítona, então, é aquela que possui a sílaba tônica no final da palavra, ou seja, na última posição da palavra. Já uma palavra paroxítona é aquela que possui como sílaba tônica a penúltima sílaba. Dessa forma, uma palavra proparoxítona é aquela que possui a sílaba tônica na antepenúltima posição da palavra. Bom, eu vou ficando por aqui. Espero que você tenha compreendido o conteúdo de hoje. A gente se encontra em um próximo vídeo. Até lá, e bons estudos.