If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:9:56

Transcrição de vídeo

o olá pessoal tudo bem com vocês na aula de hoje iremos estudar sobre um gênero textual assombrado pois iremos tratar sobre contos de assombração vocês já viram ou leram alguma história de assombração já sentiram medo ao ouvir ou ler este tipo de história o que vocês acharam gostaram da história conseguiriam recontá-la algum colega na aula de hoje iremos estudar e conhecer um pouco mais sobre contos de assombração para iniciar nossa aula vamos ler um conto chamado maria angula oi maria angula era uma menina alegre e viva filha de um fazendeiro de caiambé era louca por uma fofoca e vivia fazendo intrigas com os amigos para jogá-los uns contra os outros quando maria angula se casou começaram os seus problemas no primeiro dia o marido pediu-lhe que fizesse uma sopa de pão com miúdos mas ela não tinha a menor ideia de como prepará-la queimando as mãos com uma mecha embebido em gordura acendeu o carvão levou ao fogo um caldeirão com água sal e colorau mas não conseguiu sair disso não fazia ideia de como continuar maria lembrou-se então de que na casa vizinha morava dona mercedes cozinheira de mão cheia e sem pensar duas vezes correu até lá minha cara vizinha por acaso a senhora sabe fazer sopa de pão com miúdos claro dona maria é a o primeiro coloca-se o pão de molho em uma xícara de leite depois de sped assim este pão no caldo e antes que ferva acrescentam-se os miúdos só isso só vizinha a disse maria angula mas isso eu já sabia e voou para sua cozinha a fim de não esquecer a receita no dia seguinte como o marido ele pediu que fizesse um ensopado de batatas com toicinho a história se repetiu dona mercedes a senhora sabe como se faz um ensopado de batatas com toucinho e como da outra vez tão logo a sua boa amiga lhe deu todas as explicações maria angula exclamou ah é só mas isso eu já sabia e correu imediatamente para casa a fim de prepará-lo como isso acontecia todas as manhãs dona mercedes acabou se entrosando maria angu e sempre com a mesma história ah é assim que se faz o arroz com carneiro mas isso eu já sabia por isso a mulher decidiu dar-lhe uma lição e no dia seguinte dona mercedinha o que deseja dona maria nada querida só que meu marido quero comer um jantar um caldo de tripas e bucho e eu ah mas isso é fácil demais desse dona mercedes e antes que maria angula a interrompesse continuou veja val cemitério levando facão bem afiado depois espere chegar o último defunto do dia e sem que ninguém a veja retire as tripas e estômago dele ao chegar em casa lave-os muito bem e cozinhe os com água sal e cebolas depois que ferver uns 10 minutos acrescente alguns grãos de amendoim está pronto é o prato o saboroso que existe a desse como sempre maria angula é só mas isso eu já sabia e não piscar de olhos estava ela no cemitério esperando pela chegada do defunto mais fresquinho teve ímpetos de fugir mas o próprio medo a deteve ali tremendo dos pés à cabeça pegou o facão e cravou uma duas três vezes na barriga do finado e com desespero arrancou a e as tripas e o estômago então voltou correndo para casa logo que conseguiu recuperar a calma preparou a janta macabra que sem saber o marido comeu lambendo seus beijos nessa mesma noite enquanto maria angula e o marido dormiu escutaram se uns gemidos nas redondezas ela acordou sobressaltada de súbito maria angula começou a ouvir um rangido nas escadas e os passos de alguém que subia em direção ao seu quarto com andar dificultoso e retumbante e que se deteve diante da porta fez um minuto eterno de silêncio e logo depois maria angula viu o resplendor fosforescente de um fantasma um grito surdo e prolongado paralisou maria angula devolva as minhas tripas e meu estômago que você roubou da minha santa sepultura maria angula sentou-se na cama horrorizada e com os olhos esbugalhados de tanto medo viu a porta se abrir empurrada lentamente por essa figura luminosa e discar nada a mulher perdeu a fala ali diante dela estava o defunto que avançava mostrando-lhe o seu semblante rígido e o seu ventre e esvaziado aterrorizada escondeu-se debaixo das e para não vê-lo mas imediatamente senti umas mãos frias e osso das puxar em na pelas pernas e arrastar em na gritando maria angula devolva as minhas tripas e no estômago que você roubou da minha santa sepultura quando manuel acordou não encontrou mais a esposa e muito embora tenha procurado por ela em toda parte jamais soube do seu paradeiro o que vocês acharam deste conto será que deu medo conseguiriam recontado algum colega este texto se trata da história de uma moça chamada maria angula e de acordo com o texto temos que essa moça é fofoqueira e gosta de arrumar intrigas quando maria angula finalmente se casa encontra um grande problema pois não consegue cozinhar para seu marido para combater a esse problema maria angula recorre a sua vizinha a oi dona mercedes e esta vizinha ajuda a gentilmente maria angula porém ao invés de agradecer a dona mercedes maria angula sempre diz ah mas isso eu já sabia o que entristece dona mercedes até que certo dia dona mercedes resolve pregar uma peça em maria angula por sua ingratidão e dali em diante maria angula sofre com as consequências sombrias podemos dizer que este texto pode ser considerado como dia assombração devido à presença de um fantasma de um cemitério de morte e de desaparecimento pois são estas coisas que criam o ambiente sombrio e assustador na história podemos notar que ao invés de os contos de assombração se iniciarem com era uma vez assim como os contos de fadas e fábulas estes geralmente se iniciam com a porção certa a noite certo dia o que nos faz pensar num acontecimento sombrio os contos assim como este que lemos são famosos por possuírem o tamanho menor em relação a outras histórias que encontramos em outros tipos de livros e devido a esta característica por possuírem histórias mais curtas os contos são muito fáceis de lembrar por isso muitas pessoas conhecem e recontam histórias de geração em geração e muitas dessas histórias surgem a partir da cultura popular de várias pessoas criando e contando para amigos e familiares podendo estas histórias serem vistas como ficção ou seja apenas uma historinha assustadora ou um fato contado o que passou pela situação ouviu de outra pessoa como mitos e lendas assim como a história do lobisomem e da mula sem cabeça por isso muitas cidades pequenas e quietas podem possuir muitas histórias de assombração assim como lendas que são contadas para familiares e amigos com uma forma de entretenimento ou alerta sobre algum perigo pois bem pessoal na aula de hoje estudamos sobre contos de assombração e por meio da leitura de uma história vimos algumas características que podemos encontrar neste tipo de conto com a presença de fantasmas a presença de cimiterios o tamanho curto por ser um conto o que o faz também ser fácil de lembrar e que muitas pessoas com todo esse tipo de história para amigos e familiares de geração em geração não deixe de procurar por as histórias e compartilhá-las com seus colegas ótimos estudos e leituras e até a próxima