Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Carta de reclamação

Nesta videoaula, apresentamos as cartas de reclamação. Abordamos o objetivo, o conteúdo e a estrutura desse tipo de texto.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, pessoal Tudo bem com vocês? Hoje vamos conversar sobre um importante documento que pode nos auxiliar no dia a dia: a carta de reclamação. Quando acontece algo imprevisto ou temos algum incômodo, algum problema para resolver, é importante sabermos escrever uma carta de reclamação para conseguirmos ter algum tipo de reparação por um dano sofrido ou para talvez, também, mudar uma situação. Quando escrevemos uma carta de reclamação, temos um problema a ser resolvido. Vamos ler juntos uma carta de reclamação? "Aracaju, 22/04/1996 À prefeitura Nós, do bairro do Lamarão, queremos pedir que finalizem a reforma na quadra da escola do bairro, pois esta vem acontecendo há mais de seis meses e as crianças e jovens não têm podido usar este espaço tão importante para eles. Desde o início da reforma, as crianças não têm tido educação física e a quadra que também ficava aberta para a comunidade aos sábados, dessa maneira interditada, deixa de oferecer uma chance para as crianças terem lazer no bairro. Aguardamos providências para que a reforma seja concluída. Abaixo assinados moradores do bairro de Lamarão Alan Costa Oliveira Ana dos Santos Silva André Jonas da Silva Bruno José da Fonseca Não vamos ler toda a lista de moradores que assinaram essa carta de reclamação, pois é uma lista muito longa para lermos aqui. Basta dizermos que os moradores são os remetentes dessa carta, ou seja, aqueles que escrevem e enviam a carta. O destinatário é a prefeitura. No início da carta, colocamos o lugar no qual foi escrita, e colocamos a data. Essas são partes muito importantes, porque a carta é um registro das comunicações entre as partes envolvidas na situação. Por exemplo, podemos pensar que esta carta, que acabamos de ler, foi enviada em abril de 1996, e que houve uma resposta da prefeitura depois, também via carta. Assim, houve uma troca de cartas que compuseram uma história sobre essa situação. E, para entender passo a passo o que aconteceu, é importante ter o registro das comunicações entre as partes, entre os moradores e a prefeitura, ao longo de todo o esforço para a resolução deste problema. Além disso, o destinatário pode ser uma instituição ou órgão público, como uma prefeitura, uma secretaria, entre outros órgãos públicos. E é possível confrontar os registros feitos na carta e as ações concretas tomadas por cada um destes órgãos públicos envolvidos na situação. Ou seja, é possível verificar se as promessas feitas em uma carta da prefeitura, por exemplo, estão sendo, de fato, concretizadas dentro do prazo escrito em uma carta. Muito bem, agora vamos tentar responder: Qual é o problema que esta carta menciona? Sim, o problema é a interdição da quadra da escola do bairro. E compreendemos como aconteceu esse problema, pois foram detalhados os fatos. A reforma foi iniciada há mais de seis meses, e as consequências geradas por isso foram as seguintes: a impossibilidade de as crianças terem educação física, a comunidade estar impossibilitada de usufruir da quadra... Foram, então, detalhadas as consequências dessa reforma que não terminava. A carta dimensionou o problema, explicou como surgiu e quais as consequências. Cada carta de reclamação deve ser escrita com essas informações, conforme for o destinatário e conforme for a situação. Quais destinatários podem receber uma carta de reclamação? Uma carta de reclamação pode ter como destinatário uma empresa que, por exemplo, fez um produto que você comprou e veio com defeito. Ou pode ser um estabelecimento comercial, no qual você não recebeu um atendimento adequado, por exemplo. Ou pode ser um órgão público que deixou de cumprir as suas atribuições... Há muitos outros exemplos. Além disso, no país, existem os órgãos de defesa do consumidor, que garantem os direitos do consumidor caso a empresa não resolva o seu problema mesmo após a escrita de uma carta de reclamação. Ou seja, se uma pessoa escreveu uma carta de reclamação a uma determinada empresa e esta não respondeu ou não resolveu o problema relatado na carta, podem ser acionados os órgãos de defesa do consumidor. Em cada estado do país, existem diferentes órgãos de defesa do consumidor. Além disso, dentro de cada órgão público, como dentro de secretarias, hospitais e demais instituições públicas, você pode encontrar uma ouvidoria, que é um departamento que existe especialmente para receber reclamações com o intuito de melhorar o atendimento ao público. O importante é lembrar de redigir a carta de reclamação utilizando sempre essas informações: lugar e data, destinatário... O assunto ou problema a ser resolvido deve estar bastante claro. E também deve haver uma argumentação, onde fica bastante claro como aconteceu o problema e quais as suas consequências. Ao final, deve haver um remetente, ou mais remetentes, caso haja mais de uma pessoa envolvida na situação, como no exemplo que nós vimos hoje. Você e seus colegas, lembram de algum problema ou situação que gostariam de ver resolvida? Organizem-se e escrevam uma carta de reclamação, e compartilhem. Nos vemos no próximo encontro. Até lá.