Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Dois-pontos e travessão

Nesta videoaula, conversamos sobre dois sinais de pontuação essenciais nos diálogos: dois-pontos e travessão. Versão original criada por Khan Academy.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA3JV - Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? O nosso encontro de hoje será sobre pontuação. E, como sabemos, a pontuação em um texto é um recurso da escrita que serve para o leitor entender e interpretar o que está lendo. Nesta aula, vamos falar sobre dois destes sinais de pontuação e eu quero saber se vocês já os observaram em textos e conhecem o nome destes dois símbolos. Pois, bem, estes símbolos são sinais de pontuação que chamamos de dois-pontos e travessão. Os dois são recursos muito importantes dentro do texto e são utilizados na maior parte das vezes em um caso bem específico: os diálogos. Para entender melhor, vamos ler este trecho juntos. "Aladim ficou sozinho no escuro. Sem querer, esfregou a lâmpada e um Gênio apareceu. - Agora, você é meu amo. Peça o que quiser! Surpreso com o Gênio, disse: - Quero ir para casa! Num instante, Aladim estava em casa. Alegre, contou para a sua mãe, que com ajuda do Gênio fez um banquete para comemorar." Neste pequeno trecho do conto do Aladim, são usados os dois sinais que comentamos, dois-pontos e travessões, e eles indicam um diálogo entre o Aladim e o Gênio da lâmpada. Para começar este diálogo, há a fala do Gênio se apresentando e mostrando que Aladim poderia pedir qualquer coisa. Sabemos que esta é uma fala dele, pois é iniciada com o recurso do travessão. Em seguida, o texto mostra que Aladim ficou surpreso. E para indicar que a próxima frase será uma fala sua, é utilizado o recurso dos dois-pontos seguidos também do travessão iniciando a sua fala. A partir deste trecho, entendemos, então, como estes sinais de pontuação são essenciais para um diálogo. Os dois-pontos servem para apresentar e indicar que a próxima frase será a fala de um personagem, e o travessão serve para marcar o início da fala desse personagem. Antes de continuar, vocês já tinham ouvido falar da história do Aladim? E alguma vez já a leu completa? Se você ainda não leu, saiba que é uma história muito legal e faz a gente pensar. Por exemplo, se você encontrasse uma lâmpada mágica, quais desejos faria? No meu caso, eu confesso que tem tanta coisa para pedir, que eu não consigo nem pensar direito. Porém, se você quiser saber todos os desejos que o Aladim fez e o que aconteceu após isso, pode ler a história completa depois. Eu tenho certeza de que vai gostar muito. Mas, continuando a nossa aula, enquanto lemos alguma história, percebemos outras pontuações, além dos dois-pontos e travessões que estamos vendo. E estas pontuações, usadas em conjunto, servem para sinalizar e guiar o leitor durante o texto. Por exemplo, indicando as partes onde há pausas no texto, partes onde se encontram diálogos, como vivos hoje, e até mesmo partes em que se deve mudar a entonação da leitura. Podendo ser porque expressa algum tipo de emoção, alguma pergunta, ou até mesmo continuidade. Dessa forma, a pontuação é um recurso essencial para que o texto escrito possa ser tão bem entendido e completo quanto aquele que a gente fala. Agora que chegamos ao fim da aula e que você já conhece melhor sobre estes sinais, que tal observar em suas próximas leituras quando eles aparecem e perceber a mudança que eles fazem em um texto. Então, ótimas leituras. Eu espero que tenham gostado, e até a nossa próxima aula! Tchau, tchau!