If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Ortografia: junto ou separado?

Nesta aula, apresentamos a grafia de algumas palavras e expressões que geram dúvidas em função de sua pronúncia. Versão original criada por Khan Academy.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA3JV - Olá! Como vai? Tudo bem? Hoje nós vamos falar de ortografia. A ortografia é aquela parte da gramática normativa que nos ensina a escrever corretamente as palavras, a usar adequadamente os sinais gráficos, a tornar um texto mais claro através da pontuação. Só que tudo isso é uma convenção. Como se escreve tal palavra? Se escreve do jeito que se convencionou escrever e que, para todos os efeitos, é considerada a mais adequada na língua. Desde 2009, o Brasil e todos os países que falam português no mundo, se baseiam no acordo ortográfico da língua portuguesa. Este acordo atualizou a forma como muitas palavras são escritas. E, por convenção, é o que usaremos em nossos estudos. Você já sabe que, na língua portuguesa, nem sempre a forma como falamos é a forma como devemos escrever, não é? Na linguagem oral, que é muito dinâmica, acabamos cometendo uns deslizes aqui e ali, mas tudo bem. Quando escrevemos, precisamos ficar um pouco mais atentos. E, sempre que possível, cuidar para que a mensagem seja registrada da maneira mais adequada, mais adequada às normas gramaticais. Só que esse negócio de a gente falar de um jeito e escrever de outro, às vezes causa algumas confusões. Então, hoje nós vamos tratar exatamente destas confusões. E vamos aprender como se escrevem alguns termos que a gente usa tão normalmente na nossa fala cotidiana, na hora que a gente vai escrever a gente fica em dúvida. "Em cima", por exemplo. Se "embaixo" é junto, por que "em cima" é separado? Aliás, "embaixo" é junto? "Em cima" é separado? Ou "embaixo" é separado e "em cima" é junto? Meu Deus! A convenção da língua portuguesa nos mostra que "em cima", na parte de cima, é separado. "O livro estava em cima da escrivaninha." Mas "em cima", "embaixo", "encima", "em baixo", não parece tudo igual? Então, só que "embaixo" é junto. "Em cima" ou "encima"? Separado. "Embaixo" ou "em baixo"? Junto. Esta é a convenção da língua. E a gente precisa ficar atento a isso para não ter mais dúvidas na hora de escrever. Entendido, não? Aí você me responde: com certeza! Opa, espera lá. "Concerteza" ou "com certeza"? Junto ou separado? Bom, se você não tivesse certeza, talvez você tivesse dúvida. Aí você diria que você estava "com dúvida", e que talvez você precisasse estudar o assunto "com atenção". Percebeu? "Com certeza", "com dúvida", "com atenção". Portanto, "com certeza" é separado. E de repente vem aquela dúvida. Opa, "de repente" é junto ou separado? "De repente". Assim, meio de susto, de uma forma repentina, de um modo inesperado. Portanto, separado. Gente, o negócio é treinar. Aliás, mais uma palavra. "Por isso". Aliás, mais duas palavras. "Porisso", que confusão. Na linguagem do dia a dia a gente fala o tempo todo, não é? "Por isso", "por isso", "por isso". Parece uma palavra só, mas não é. São duas palavras. Por isso, por aquilo, por alguma coisa. "Jade venceu a competição e dei um presente a ela por isso." Pelo fato de ela ter vencido a competição, por essa razão. Está vendo? São algumas coisas que são bem interessantes de a gente aprender. Agora, vamos treinar um pouco mais? Além de tudo isso que a gente aprendeu agora, vamos ver estas frases aqui e vamos ver se a gente consegue escolher a opção certa de cada uma. "Puxa vida o motor quebrou denovo/de novo!" "Denovo" ou "de novo"? "De novo", separado. O motor quebrou novamente. "Apartir/a partir deste ponto a trilha fica muito íngreme." "Apartir" ou "a partir"? Saindo deste ponto, partindo deste ponto, a trilha ficar íngreme. Então, separado, "a partir". E este verso aqui de uma canção do compositor Almir Sater? "Ando devagar/de vagar porque já tive pressa." Ando "de vagar" ou ando "devagar"? Como eu ando? Eu ando lentamente, vagarosamente. E não estou vagando por aí, eu estou indo "devagar". Tudo junto. Viu só? Muito legal, não é? Olha só, eu espero que você tenha gostado, e que faça os exercícios, Porque é só fazendo os exercícios que a gente vai treinar e aprender como usar melhor essas regras ortográficas e escrever melhores textos. Então, a gente se encontra por aí. Até mais!