Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Gráficos, diagramas e tabelas

Nesta videoaula, apresentamos alguns recursos visuais para a apresentação e organização de informações, como gráficos, diagramas e tabelas. Abordamos a função desses elementos e contextos nos quais podem ser usados.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - Oi, tudo bem com você? Hoje, nesta aula na Khan Academy, a gente vai falar sobre os gráficos, as tabelas e os diagramas. Você sabia que existem várias maneiras diferentes de apresentar informações? Usar textos para apresentar dados é uma coisa muito comum no nosso dia a dia. Geralmente, a gente também costuma fazer uso de vários números, às vezes, até fotos e vídeos para apresentar informações e dados sobre algum assunto. Hoje, nessa videoaula, a gente vai falar sobre os gráficos, as tabelas e os diagramas, três formas bem visuais de apresentar informações, de apresentar dados. O primeiro exemplo que eu trouxe para essa aula é um exemplo de um gráfico. Vamos aprender juntos a diferenciar um gráfico de um diagrama ou de uma tabela, por exemplo. Vamos prestar atenção em todas as letras, todos os números e todas as formas que nós temos aqui nessa imagem para tentar perceber qual é a informação que esse gráfico está transmitindo para a gente. Com o gráfico desse exemplo, a gente consegue ver em porcentagem quais os tipos de vídeo mais assistidos pelas crianças na internet. Se a gente prestar atenção, vai perceber que existe uma coluna em que aparecem os números das porcentagens dentro do gráfico. Além disso, a gente consegue perceber também que existe uma linha na horizontal onde aparecem os tipos de vídeo usados nesta pesquisa. O nome da pesquisa é "Programação infantil na web". Vamos estudar o gráfico? Bem, a gente já viu que um gráfico é uma forma de representar informações. Se a gente for prestar atenção, vai ver que a barra do "Canal educativo" é a barra menor em relação às outras barras. Isso porque os vídeos educativos são os menos assistidos pelo público infantil, com menos de 1% dos acessos. Já os vídeos de desenho são muito mais assistidos, segundo essa pesquisa, com 22% dos acessos. Além disso, se a gente continuar estudando o gráfico, sempre relacionando as informações de baixo com as informações do lado, a gente vai descobrir que 39% dos vídeos assistidos pelo público infantil são os vídeos de youtubers. Por último, 27% dos vídeos assistidos são vídeos de jogos. Bom, essa pesquisa não está completa, não a trouxe inteira aqui, só o suficiente para a gente conseguir entender como funciona o gráfico. Nela, outros tipos de vídeo completavam o gráfico com mais 11% dos acessos. Percebeu como é um gráfico? Ele é uma forma de representar informações, como as tabelas e os diagramas, utilizando letras, números e formas. Outros tipos de gráficos também existem para que consigamos representar diferentes informações, como os gráficos em pizza, que aparecem divididos não com barras, mas sim com fatias. Além disso, existem também os gráficos em linha, que são representados com dois eixos, como os gráficos em barra, porém, sem barras, com linhas. Os diagramas, como os gráficos, são também uma maneira de representar informações através de imagens, letras e formas, como neste exemplo de uma cadeia alimentar. Com o diagrama, a gente consegue indicar, só com os nomes dos animais e com setas, qual a relação que cada um tem entre si. Por exemplo, os insetos se alimentam de grãos, o sapo se alimenta de insetos, a cobra se alimenta de sapos. Além disso, todos eles quando morrem servem de alimento para os fungos. Percebe? Isso é um diagrama, uma representação de uma informação através de formas. Os diagramas, as tabelas e os gráficos servem para transmitir para a gente informações, às vezes complexas, de uma maneira dinâmica, de uma maneira clara e objetiva, com letras, números e formas. Por último, vamos falar das tabelas. Aparentemente, as tabelas podem parecer mais simples do que os diagramas e os gráficos. Mas só usando colunas e linhas, a gente já consegue dispor dentro de uma tabela um monte de informação. No caso dessa tabela que eu trouxe de exemplo para esse vídeo, ela fala de estados e capitais do Brasil. Prestando atenção nas linhas e colunas da tabela, a gente consegue perceber todas as informações que ela traz. Tudo o que a gente precisa fazer é relacionar as informações que estão alinhadas, por exemplo, nessa tabela, onde à esquerda a gente consegue encontrar alguns estados do nosso país, enquanto que à direita a gente encontra suas capitais. Prestando atenção no alinhamento das informações em uma tabela, a gente consegue perceber que Belo Horizonte, então, é a capital de Minas Gerais. Do mesmo jeito, se a gente prestar atenção nas outras informações, vai descobrir que Salvador é a capital da Bahia e que Recife é a capital de Pernambuco, São Paulo, a capital do estado de São Paulo, e a cidade de Manaus é a capital do estado do Amazonas. Uma tabela funciona de maneira parecida com a de um diagrama ou de um gráfico. Isso porque ela também correlaciona dados para nos transmitir informações de maneira dinâmica e bem direta. Bom, nesse vídeo, então, nós falamos dos gráficos, das tabelas e dos diagramas. Vimos que essas três formas de representar informações são maneiras práticas que podemos usar ou encontrar no nosso dia a dia, maneiras bem dinâmicas que as pessoas utilizam para poder apresentar dados e construir informações. Em vez de escrever textos compridos, por exemplo, a gente poderia criar um gráfico que transmitisse boa parte das informações que um texto tem, com letras, números e formas. Da mesma maneira, a gente poderia criar um diagrama para representar alguma informação, ou uma tabela. É claro que um texto tem uma função diferente e uma maneira diferente de apresentar suas informações, mas os gráficos, as tabelas ou os diagramas às vezes podem facilitar esse trabalho. Espero que você tenha compreendido o conteúdo desse vídeo e que você tenha conseguido diferenciar bem essas três maneiras de representar informações. Eu vou ficando por aqui. A gente se encontra numa próxima aula. Até lá e bons estudos.