If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Definindo objetivos e monitorando o progresso com a Khan Academy

Artigo apresenta elementos que devem ser considerados por educadores ao definir uma Meta de Domínio, indicando os benefícios de realizar o acompanhamento a longo prazo
Nesta lição, apresentamos o Sistema de domínio da Khan Academy e mostramos como a ferramenta Domínio de curso pode apoiar educadores e estudantes no progresso de habilidades. Chegou a hora de entender como utilizar esse recurso para definir seus objetivos com a turma e, com isso, enriquecer ainda mais o seu acompanhamento pedagógico. Vamos lá!
O primeiro passo é escolher qual curso você quer usar. Nossa recomendação é acompanhar o ano escolar da sua turma. Por exemplo, se você é professor de matemática, e está dando aulas para uma turma do 9º ano, você pode usar o curso Matemática EF: 9º Ano. A mesma ideia se aplica para as outras disciplinas, como Ciências e Português. Nossos cursos são alinhados à BNCC, então os conteúdos estarão de acordo com o que é esperado para aquele ano letivo, e vão dialogar com os outros materiais didáticos adotados pela sua escola. Mas você também pode escolher qualquer outro curso da plataforma, caso prefira.
Temos também a opção dos chamados cursos Prepare-se, que vão servir para a turma como uma grande revisão das habilidades essenciais e necessárias ao restante do ano letivo em vigor.
Diante dessas observações, escolha qual curso irá usar e recomende aos alunos uma Meta de domínio para aquele curso. Lembramos que, ao usar essa abordagem, é preciso ter em mente que esse vai ser um trabalho de médio a longo prazo, já que é preciso respeitar o tempo necessário para que alunas e alunos percorram todo o conteúdo e realizem as atividades no seu próprio ritmo. Afinal, é um curso inteiro que estamos recomendando!

Diagnóstico inicial

Ao criar a Meta de domínio do curso, é possível começar as atividades com uma avaliação inicial, onde serão levantadas informações precisas sobre as potencialidades e deficiências de aprendizagem da turma nos conteúdos desejados.
Para isso, você pode utilizar o Desafio do curso, que será sugerido automaticamente aos estudantes logo ao iniciar a navegação da meta determinada. O desafio é um teste que avalia o conhecimento prévio dos alunos em diferentes temas disponíveis no curso. Seu resultado vai mostrar o nível de progresso nas habilidades praticadas, evidenciando aquelas em que o domínio já foi alcançado.
Assim, será mais fácil identificar qual o melhor ponto de partida com sua turma e quais os objetivos iniciais de acompanhamento, entre eles reforçar a aprendizagem de habilidades; estimular o progresso de conteúdos mais avançados; ou revisar temas pontuais.
Após a conclusão do desafio, acesse os relatórios de Progresso e de Habilidades para conferir o desempenho dos alunos e identificar as necessidades básicas da sua turma.
Caso prefira não realizar essa avaliação no momento inicial, ele segue disponível para todos na página do curso, e pode ser feito a qualquer momento.

Acompanhando o progresso e definindo objetivos

À medida que os alunos progridem nas atividades, é importante que você acompanhe o nível de aprendizagem dos estudantes. Para isso, os relatórios da plataforma seguem como a principal referência para suas estratégias na sequência do conteúdo.
Utilize o gráfico de Progresso para consultar a porcentagem de alcance da turma em todo o curso ou dentro das unidades relacionadas. Assim você pode identificar se há alguma necessidade de mediação com todo o grupo ou especificamente com alguns alunos.
Depois, complemente sua análise utilizando o relatório de Habilidades, onde você pode localizar as habilidades trabalhadas no período de interesse e verificar o domínio dos estudantes em cada uma dessas habilidades. Se necessário, use o atalho do próprio relatório para criar recomendações pontuais para esses temas.
Caso a análise dos relatórios demonstre que a maior parte do grupo apresentou dificuldade para avançar no conteúdo, é interessante seguir o modelo de acompanhamento gradual, isto é, validar o progresso da turma a cada nova etapa do planejamento e reforçar conceitos de acordo com o que os estudantes realmente precisam.
Por outro lado, se a turma já demonstra um nível de conhecimento alinhado com o planejamento ou avançado, seus objetivos na plataforma podem se concentrar em motivar o progresso para os temas mais avançados. Nesses casos, siga com o seu planejamento de sala de aula enquanto os alunos avançam, de forma autônoma, nos conteúdos disponibilizados na plataforma.
Estabeleça períodos estratégicos para consultar os relatórios e personalizar o ensino a partir das suas análises. Ao identificar a necessidade de revisar habilidades, complemente o seu planejamento utilizando as ferramentas de Recomendações, conforme apresentado na lição anterior deste curso.
Ao definir uma meta de Domínio do curso, o relatório de Progresso permite visualizar o alcance dos estudantes na conclusão de um curso inteiro. Por ser uma meta de longo prazo, as alunas e os alunos desenvolvem as habilidades no seu próprio ritmo e você, educador, acompanha um gráfico de colunas que indica a porcentagem que cada um conseguiu alcançar no conteúdo. Nesse sentido, o planejamento pode ser alinhado – ou realinhado – de forma mais precisa, equilibrada e motivadora, já que é pautado nas dificuldades específicas que precisam ser reforçadas por cada estudante ou pequeno grupo. Por último, temos a ferramenta Visão geral da atividade. Nela estão disponíveis dois painéis de acompanhamento: Atividade e Habilidades.
Em Atividade, o educador relaciona os estudantes de acordo com o total de minutos de aprendizado, o total de habilidades em que houve progresso ou o total de habilidades sem progresso. Comparando o tempo na plataforma com o total de habilidades sem progresso, o relatório revela com clareza os alunos que não estão conseguindo avançar por encontrarem dificuldade, pois, ainda que tenham repetido várias vezes as atividades, não conseguiram alcançar o aproveitamento esperado. Essa é mais uma forma de identificar alunas e alunos da turma que precisam de apoio.
Explorando o painel de Habilidades, podemos filtrar um curso de interesse e explorar uma lista com cada uma das habilidades disponíveis nele. Para cada habilidade, temos a identificação do nível de proficiência alcançado pela turma, representado por uma barra de indicação. Ao clicar nessa barra, os estudantes são organizados em grupos de acordo com os níveis de proficiência indicados. Nessa mesma página, é possível verificar a habilidade da BNCC que está relacionada ao tema e recomendar a habilidade por meio do botão Recomendar esta habilidade. Esse botão serve de atalho para a função e permite novamente selecionar somente os estudantes que ainda precisam desenvolver essa habilidade.
Enfim, são muitas as possibilidades de identificação das necessidades dos estudantes, não é mesmo? Utilizando as ferramentas de acompanhamento de turmas, você tem todas as informações de que precisa para planejar suas aulas com a Khan Academy. Com isso, temos certeza de que será mais fácil atender cada um dos estudantes, proporcionando uma experiência de aprendizagem personalizada, potente e significativa.
Prosseguindo com os estudos, veremos alguns casos de sucesso e boas práticas de implementação da plataforma. Até lá!

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.