If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Sistematização - Dicas de implementação

Agora é o momento de rever e enfatizar alguns aspectos centrais do que foi apresentado nesta lição. Vamos lá!

Sistematização – Dicas de implementação

Na Lição 5 da Formação Inicial, ouvimos histórias inspiradoras de quem já utiliza a Khan Academy em sala de aula. Além disso, compartilhamos dicas que poderão ser valiosas no seu processo de implementação. Agora é o momento de rever e enfatizar alguns aspectos centrais do que foi apresentado nesta lição. Vamos lá!

A motivação para aprender com a Khan Academy

Iniciamos o percurso conhecendo professores e alunos que já utilizam a Khan Academy e o impacto positivo que a plataforma promove como recurso de apoio ao planejamento. Vimos como a plataforma é validada na prática, sendo reconhecida como uma importante ferramenta complementar aos materiais didáticos. Destacou-se a disponibilidade de conteúdos de alta qualidade, os quais permitem aos educadores otimizar o tempo que dedicariam à curadoria e à elaboração de atividades.
Conhecemos algumas experiências de sucesso, nas quais o compartilhamento incentivou o progresso coletivo, assim como o esforço individual, pela melhoria do desempenho escolar. Outro elemento importante foi a oportunidade de acompanhar os estudantes de perto e conhecer com mais detalhe suas necessidades pedagógicas. Houve ainda destaque para a orientação oferecida durante os momentos de dificuldade nos exercícios. Nesse sentido, o apoio da revisão de conceitos e o incentivo a continuar aprendendo se mostraram um diferencial importante da plataforma.
Dessa forma, vimos que os alunos se dedicaram mais, tanto nas aulas presenciais como nos momentos extraclasse. Nesses últimos, houve inclusive apontamentos sobre uma maior aproximação das famílias no acompanhamento escolar dos estudantes.

Meu plano de ensino e a Khan Academy

Destacamos as possibilidades de aplicação de forma autônoma, assim como a aplicação orientada pelo professor. Vimos também a importância do olhar estratégico e da parceria entre os profissionais da educação, e destes com os estudantes e a equipe técnica, de modo a organizar o uso comum de salas de informática ou o compartilhamento de dispositivos na escola.

Boas práticas de atividade remota, híbrida e presencial

Vimos a importância de repensar propostas e avaliar novas estratégias de ensino diante do cenário atual, fortalecendo ainda mais o uso de recursos digitais educacionais (REDs). Indicamos algumas estratégias relacionadas a diferentes modelos de aula:
Modelo remoto
Ao migrar para modelos de ensino remoto, lidamos com grandes desafios e uma sobrecarga em todo o planejamento. Observamos que, ao utilizar a Khan Academy, é possível otimizar o tempo de curadoria e de produção de conteúdos, e garantir atividades alinhadas com o currículo. Para isso, mostramos as possibilidades utilizando duas estratégias:
  • Meta de Domínio de curso
  • Acompanhamento da Aprendizagem
Modelo presencial
Apesar de ser o modelo mais familiar aos professores, vimos possibilidades de potencializar esses momentos presenciais e gerar mudanças no comportamento de professores e estudantes com o uso de estratégicas que sugerem integração do uso de ferramentas digitais com ferramentas físicas, como:
  • Alinhamento com o planejamento
  • Laboratório Rotacional
  • Rotação por Estações
Modelo Híbrido (remoto + presencial)
Vimos que, diante de um modelo que reúne características dos dois cenários anteriores, a plataforma pode ser aplicada tanto para garantir atividades nos momentos remotos como para referência ao planejamento dos momentos presenciais.
Como exemplo de estratégia para esse modelo, indicamos:
  • Sala de Aula Invertida.

Estratégias de uso da Khan Academy em sala de aula

Entendemos que a Khan Academy pode ser planejada para a Prática guiada, inserida na rotina regular das turmas. Depois da introdução e da contextualização dos temas com apoio do material didático, o professor pode recomendar atividades dedicadas a reforçar o entendimento sobre o assunto.
Por meio da Prática personalizada, a plataforma serve como uma ferramenta para que os alunos pratiquem os conteúdos mais relevantes do ano, de forma autônoma e em seu próprio ritmo. Essa personalização é bastante flexível, isto é, pode ser realizada em diferentes momentos, como durante a aula regular; no contraturno das aulas; ou fora do ambiente escolar.
Por último, vimos que as ferramentas podem ser utilizadas como proposta de Revisão de conteúdos. Nesse sentido, a Khan Academy é aplicada com a finalidade de revisar os assuntos e praticar habilidades, sobretudo antes de avaliações ou no encerramento de ciclos (bimestre ou ano letivo, por exemplo).

Dicas dos Embaixadores Khan Academy

Fechando a lição, fomos apresentados ao grupo de embaixadores Khan Academy. Eles compartilharam suas práticas na implementação da plataforma e mostraram como outros recursos podem potencializar ainda mais as experiências em sala de aula.
Para eles, os pontos positivos e centrais nesse processo foram a otimização do tempo na elaboração de atividades; o levantamento das necessidades concretas e do perfil de aprendizagem dos estudantes; e a motivação das turmas para as aulas com a utilização da plataforma.
Estamos agora nos aproximando do final da nossa trilha formativa. Esperamos que o conteúdo apresentado até aqui esteja contribuindo para a sua formação individual e para a melhoria de sua experiência pedagógica na escola. Na última lição do curso, apresentaremos alguns recursos complementares que vão estar disponíveis para a sua formação continuada.
Vamos lá!

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.