If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Como usar tabelas para aproximar valores de limites

Tabelas podem ser uma ferramenta poderosa para aproximar um limite, mas elas precisam ser usadas com sabedoria. Aprenda a criar tabelas para encontrar uma boa aproximação de limite. Aprenda também a aproximar um limite dada uma tabela de valores.
Limites são uma ferramenta para o raciocínio sobre comportamento de funções, e tabelas são uma ferramenta para o raciocínio sobre limites. Uma coisa interessante sobre tabelas é que, com elas, podemos obter estimativas mais precisas de limites do que conseguiríamos examinando gráficos.
Ao usar uma tabela para aproximar limites, é importante criá-la de maneira a simular a sensação de estarmos chegando "infinitamente perto" de um valor de x desejado.

Exemplo

Imagine que temos que aproximar este limite:
limit, start subscript, x, \to, 2, end subscript, start fraction, x, minus, 2, divided by, x, squared, minus, 4, end fraction
Observação: na realidade, a função é indefinida em x, equals, 2 porque o denominador resulta em zero, mas o limite conforme x se aproxima de 2 ainda existe.
Etapa 1: gostaríamos de pegar um valor um pouco menor que x, equals, 2 (ou seja, um valor que esteja "à esquerda" de 2, tendo como referência o eixo x padrão), então talvez comecemos com algo como x, equals, 1, comma, 9.
x1, comma, 92
f, left parenthesis, x, right parenthesis0, comma, 2564indefinida
Etapa 2: experimente mais alguns valores de x para simular a sensação de estar chegando infinitamente perto de x, equals, 2 pela esquerda.
x1, comma, 91, comma, 991, comma, 99992
f, left parenthesis, x, right parenthesis0, comma, 25640, comma, 25060, comma, 25001indefinida
Observe como nossos valores de x left brace, 1, comma, 9, comma, 1, comma, 99, comma, 1, comma, 9999, right brace realmente vão ficando "mais próximos" de x, equals, 2. Acréscimos constantes nos valores de x, como left brace, minus, 1, comma, 0, comma, 1, right brace, não teriam sido uma boa opção, pois eles não são muito úteis para se pensar em como chegar infinitamente perto de x, equals, 2.
Etapa 3: aproxime-se de x, equals, 2 pela direita, do mesmo jeito que fizemos pela esquerda. Queremos fazer isso para simular a sensação de estarmos chegando infinitamente perto de x, equals, 2.
x1, comma, 91, comma, 991, comma, 99992, comma, 00012, comma, 012, comma, 1
f, left parenthesis, x, right parenthesis0, comma, 25640, comma, 25060, comma, 250010, comma, 249990, comma, 24940, comma, 2439
(Observação: removemos x, equals, 2 da tabela para economizar espaço, e também porque ele não era necessário para pensarmos sobre o valor do limite).
Ao analisarmos a tabela que criamos, temos uma grande evidência de que o limite é 0, comma, 25. Mas, para sermos honestos conosco, devemos admitir que o que temos é apenas uma aproximação razoável. Não podemos dizer com certeza que este seja o valor real do limite.
Problema 1
Três alunos receberam uma função f e tiveram que estimar limit, start subscript, x, \to, 2, end subscript, f, left parenthesis, x, right parenthesis. Cada aluno criou uma tabela (mostradas abaixo).
Todas as tabelas são precisas, mas qual delas aproxima melhor o valor do limite?
Escolha 1 resposta:
Escolha 1 resposta:

Quer praticar mais? Tente este exercício.

Erros comuns ao se criar tabelas para estimar limites

É preciso tomar cuidado com algumas coisas na hora de criar suas próprias tabelas para aproximar limites. Evite:
Pressupor que o valor da função é igual ao valor do limite: o exemplo acima destaca um caso no qual a função é indefinida e, ainda assim, o limite existe. Evite tirar conclusões precipitadas sobre o valor do limite com base no valor da função.
Não se aproximar infinitamente: aproximar-se infinitamente significa tentar chegar tão perto do valor de x desejado, a ponto de restar muito pouco espaço entre onde você está e onde está o valor—perto o suficiente para convencer de que a estimativa que está sendo calculada é a mais próxima possível do valor do limite.
Evite escolher valores de x com acréscimos constantes, como left brace, minus, 1, comma, 0, comma, 1, right brace, ou até mesmo left brace, 1, comma, 91, ;, 1, comma, 92, ;, 1, comma, 93, right brace, porque estes valores não nos aproximam infinitamente—apenas nos aproximam um pouco. Para nos aproximarmos infinitamente, devemos continuar reduzindo nossos acréscimos, usando valores de x como left brace, 1, comma, 9, ;, 1, comma, 99, ;, 1, comma, 999, right brace, de forma a diminuirmos a distância entre onde estamos e onde gostaríamos de estar.
Não aproximar pelos dois lados: lembre-se de se aproximar do valor de x desejado tanto pela direita quanto pela esquerda. Lembre-se também de que, para o limite existir, os limites à esquerda e à direita devem ser iguais. Evite tirar conclusões precipitadas sobre o valor do limite logo depois de se aproximar do valor de x desejado por apenas um lado.
Pressupor que "lado esquerdo" significa "negativo": alguns alunos acreditam erroneamente que, ao se aproximarem pela esquerda, eles devem usar números negativos. No exemplo acima, nós nos aproximamos de x, equals, 2 pela esquerda usando valores positivos que eram só um pouquinho menores que 2, como 1, comma, 9 e 1, comma, 99. Não assuma que deve-se usar valores negativos de x ao aproximar-se pela esquerda.
Problema 2
A função g é definida para os números reais. Esta tabela fornece determinados valores de g.
xg, left parenthesis, x, right parenthesis
43, comma, 37
4, comma, 93, comma, 5
4, comma, 993, comma, 66
4, comma, 9993, comma, 68
56, comma, 37
5, comma, 0013, comma, 68
5, comma, 013, comma, 7
5, comma, 13, comma, 84
63, comma, 97
Qual seria uma estimativa razoável para limit, start subscript, x, \to, 5, end subscript, g, left parenthesis, x, right parenthesis?
Escolha 1 resposta:
Escolha 1 resposta:

Quer praticar mais? Tente este exercício.

Erros comuns ao se estimar limites a partir de tabelas

Confundir o valor do limite com o valor da função: lembre-se de que o limite de uma função em um determinado ponto não é necessariamente igual ao valor da função neste ponto. Por exemplo, no problema 2, g, left parenthesis, 5, right parenthesis, equals, 6, comma, 37, mas limit, start subscript, x, \to, 5, end subscript, g, left parenthesis, x, right parenthesis é aproximadamente 3, comma, 68.
Pensar que o valor de um limite é sempre um número inteiro: alguns limites são "legais" e possuem valores inteiros ou valores fracionários bacanas. Por exemplo, o limite do nosso primeiro exemplo aqui foi 0, comma, 25. Alguns limites são menos "legais", como o limite do problema 2 que era algum valor em torno de 3, comma, 68.

Questões de resumo

Problema 3
Um aluno criou uma tabela para ajudar os colegas a raciocinar sobre limit, start subscript, x, \to, 7, end subscript, g, left parenthesis, x, right parenthesis.
x66, comma, 996, comma, 999977, comma, 00017, comma, 018
g, left parenthesis, x, right parenthesisminus, 3, comma, 41minus, 1, comma, 94minus, 1, comma, 9252indefinidaminus, 1, comma, 9248minus, 1, comma, 910, comma, 46
Como base na tabela, o que se pode razoavelmente concluir sobre o limite?
Escolha 1 resposta:
Escolha 1 resposta:

Problema 4
A tabela abaixo fornece alguns valores da função f. A função é sempre crescente, exceto em x, equals, 5, e limit, start subscript, x, \to, 5, end subscript, f, left parenthesis, x, right parenthesis existe
x2345678
f, left parenthesis, x, right parenthesis3, comma, 74, comma, 34, comma, 94, comma, 85, comma, 66, comma, 26, comma, 9
Qual seria uma estimativa razoável para limit, start subscript, x, \to, 5, end subscript, f, left parenthesis, x, right parenthesis?
Escolha 1 resposta:
Escolha 1 resposta:

Quer participar da conversa?

  • Avatar purple pi teal style do usuário Romario Melo
    Em 10 de janeiro de 2019, percebi que uma atividade prática "Como estimar limites a partir de tabelas" tem algumas questões que as respostas não existem. Como faço para completa-las?
    (3 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.