Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Ler e escrever algarismos romanos

Vamos aprender a ler e a escrever algarismos romanos. Versão original criada por Aanand Srinivas.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - Fala, meu amigo ou minha amiga! Tudo bem com vocês? Seja muito bem-vindo ou bem-vinda a mais uma aula de matemática. E nesta aula nós vamos aprender a escrever e a ler os números romanos. Se eu sou uma criança e quero representar um número, eu poderia fazer isso com alguns bastões, certo? Por exemplo, se eu quisesse representar o número 1, eu colocaria apenas 1 bastãozinho, certo? Se eu quisesse representar o número 2, eu colocaria 2 bastõeszinhos. Se eu quisesse representar o número 3, eu colocaria 3 bastõeszinhos. Beleza. Aqui a gente pode reparar que nós temos uma propriedade muito interessante, que é uma propriedade aditiva. Ou seja, se eu quero o número 3, eu tenho um bastão, mais um bastão, mais um bastão, 1 + 1 + 1 é igual a 3. Isso é uma propriedade aditiva. Então é legal a gente colocar isso. Isso daqui é uma propriedade, tem uma propriedade aditiva, já que nós realizamos uma adição com esses 3 bastões para chegar ao número 3. Deixa eu apagar isso daqui. Os números romanos seguem uma ideia muito parecida com essa, a gente também pode realizar uma adição para representar certos números. Então, por exemplo, vamos supor que aqui a gente tem os números indo-arábicos que a gente já está acostumado a representar. Aqui o número 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e o 10. Repare que aqui, o número 1, a gente já sabe que é o "I", certo? Então a gente colocaria aqui o "I". O número 2, utilizando a mesma propriedade, a gente colocaria o quê? "II", certo? A mesma coisa a gente faria com o 3, "III". Quando chegar no 4, a gente também poderia usar a mesma ideia: "IIII", certo? Ir fazendo isso com todos os números. Mas quando chega aqui no 4, a gente não vai utilizar a mesma ideia. O 4 é um número polêmico, então a gente coloca uma interrogação aqui. Bem, depois do 4, nós temos o quê? O 5. Também poderíamos colocar aqui 5 pauzinhos, certo? Ou 5 "I". Então IIIII, certo? Mas a partir daí, já começa a ficar bem complicado colocar diversos "I" e, além disso, a gente já tem uma letra que representa o número 5, que é a letra "V". Então ao invés dos 5 "I", a gente coloca o "V". Note que eu vou colocar o 5 dessa forma, porque é mais fácil representar assim já que a gente tem apenas uma letra que representa o número 5. Quando chega no 6, o que nós vamos fazer? Bem, a gente não pode vir aqui e colocar a próxima letra, porque a próxima letra, o "X", representa o 10, certo? Então o que faremos aqui? Bem, o 6 vem depois do 5, certo? Então nós temos 5 mais alguma coisa. Então nós poderíamos colocar aqui o 5, que é o "V", mais alguma coisa. Que coisa é essa? Bem, 5 + 1 é igual a 6. E qual é a letra que representa o 1? É o "I". Então eu coloco aqui o "V", que representa o 5, mais o "I", que representa o 6. Então a gente tem o 6 aqui agora, e o mesmo se aplica ao 7 e ao 8. A gente coloca aqui o V mais dois "I". O V mais três "I" para o 8, certo? Quando a gente chega no número 9, temos o mesmo problema. O que nós vamos colocar aqui? Vamos deixar um ponto de interrogação também, já que da mesma forma que o 4, a gente não vai vir e representar isso aqui com "VIIII". Bem, chegamos ao 10, e o 10 tem uma letra que representa esse número? Tem, a letra "X". Então a gente coloca aqui a letra "X", beleza? Bem, já conhecendo isso aqui vamos fazer um pequeno exemplo: vamos supor que a gente queira representar o número 23 em algarismos romanos. Como que poderíamos representar esse número? Nós sabemos que o 23 é igual a 20... Deixa eu colocar aqui o igual (=). É igual a 20 + 3, certo? 20 + 3 é igual a 23? Duas dezenas mais três unidades é igual a 23. Sendo assim, como que nós poderíamos representar isso em algarismos romanos? A gente sabe que o 23 é maior que o 10 e é menor que o 50, certo? Então tem que ser algo entre esses dois, mas nós não temos nenhuma letra aqui que represente o 20. O que faríamos neste caso? Como o 20 são duas dezenas, ou seja 10 + 10, nós podemos representar isso aqui com o X e X, lembre-se da propriedade aditiva, nós temos aqui 10 + 10 que é o 20, certo? E o 10 é representado pelo "X", mas nós ainda temos o 3. Como que a gente poderia colocar o 3 aqui nesta representação? Bem, o 3, conforme vimos, é formado por três "I", certo? Então a gente colocaria aqui após o XX, esses três "I". Então nós temos aqui agora o número 23 representado em algarismos romanos. Como eu disse, aqui nós temos X + X, que é o 20, + I + I + I, que é o 3, certo? Então nós temos 20 + 3 (XX + III), que é 23. Então isso aqui representa este número, ou esta soma, que de qualquer forma é igual ao número 23. Note que a gente poderia representar outros números aqui da mesma forma, por exemplo, se fosse o 26, nós colocaríamos aqui XX e depois o 6, que é VI, mas o nosso problema é na questão da proximidade, por exemplo, esse 4 está muito próximo do 5, assim como o 9 está muito próximo do 10, então como podemos representar o 4 e o 9? Bem, vamos colocar aqui do lado o número 4 e o número 9. Inicialmente, os romanos fizeram a representação de acordo como foi feito o 1, o 2 o 3, ou seja, colocando aqui IIII. O problema é que isso aqui toma um espaço muito grande, então quando eles faziam certos documentos e precisavam apresentar números nos documentos, isso acabava fazendo com que um espaço muito grande fosse tomado. O que eles pensaram? Ao invés de colocar dessa forma, a gente poderia colocar em relação à proximidade, por exemplo, o 4 está próximo do 5, certo? E o 4 é uma unidade menor que o 5, então a gente poderia colocar o "I" e o "V", representando o quê? Que nós temos uma unidade antes do 5, ou 5 - 1, que é igual a 4. Repare que isso aqui não é igual a 6, tá? O 6 é o V + I, aqui a gente tem I antes do V, e o 6 a gente tem I depois do V. É muito importante perceber isso para notar a diferença quando a gente tem um número antes do 5 e um número após o 5. Isso vai se aplicar em diversas outras situações. Aqui nós temos uma unidade antes do 5, e aqui nós temos uma unidade depois do 5. Uma unidade antes do 5 é igual ao 4, uma unidade depois do 5 é igual ao 6. Note que nós vamos fazer a mesma coisa aqui com o 9. O 9 é o quê? É uma unidade antes do 10, certo? Então a gente vai colocar aqui o I e o X, ou seja, temos 10 - 1, que é o 9, ou uma unidade antes do 10. Como aqui em cima eu falei que a gente usa uma ideia aditiva, aqui a gente vai usar uma ideia o quê? Subtrativa, que é o número maior menos esse número menor. Um detalhe importante é que essa propriedade, ou essa notação subtrativa é algo muito raro de ser feito. Mas a gente faz aqui com os números romanos. Então vamos apagar isso aqui e colocar a notação da forma correta. Então o 4 é o IV e o 9 é o IX, beleza, ok? Bem, vamos fazer alguns exemplos aqui agora. Repare que por mais que a propriedade subtrativa não seja utilizada em muitos casos, ela é muito importante em casos que estamos trabalhando com números romanos. Por exemplo, a gente já viu o caso do número 4 e do número 9, mas isso vai ser utilizado em diversas outras situações. Por exemplo, se a gente tivesse o número 40 ou o número 90, a gente já sabe que o número 4 é o quê? Uma unidade antes do 5, ou 5 - 1, certo? E o número 9 é uma unidade antes do 10, ou 10 - 1. Com o 40 e o 90 a regra é a mesma, mas nós estamos falando o quê? De dezenas, o 40 não é 50 - 10? Ou 10 antes do 50? Como que nós poderíamos representar isso aqui dessa forma? Bem, você poderia dizer que basta colocar 4 "X" já que 40 é 10 + 10 + 10 + 10, mas como eu falei, a gente não vai fazer desse jeito, a gente vai utilizar a propriedade subtrativa, certo? Então 40, como eu falei, é 10 antes do 50 ou 50 - 10. Então a gente coloca aqui X e o L, ou seja, X - L ou X antes do L. E o 90? O 90 é 10 antes do 100, ou 100 - 10. Então a gente coloca aqui o X e a letra que representa o 100, que é o "C", beleza? Então nós temos 100 - 10 que é igual ao 90. Então é isso aí, meu amigo ou minha amiga, eu espero que você tenha compreendido bem essa aula e, aproveitando, quero deixar aqui para você um grande abraço.