If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:3:37

Classificação de formas a partir de retas e ângulos

Transcrição de vídeo

RKA - Qual forma atende as três condições? Então aqui temos três condições. E queremos saber qual destas quatro formas abaixo atende as três. Vamos começar examinando a primeira afirmação, que diz que: a forma procurada é um quadrilátero. O quadrilátero é um polígono que tem quatro lados. Vamos olhar abaixo e ver quais das figuras atendem a esta condição. A forma 1 tem um, dois, três, quatro lados, então é um quadrilátero. A forma 2 também tem um, dois, três, quatro lados, também é um quadrilátero. A forma 3 tem um, dois, três, quatro, cinco, seis lados, portanto, não é um quadrilátero, essa forma é chamada hexágono, é um polígono de seis lados. Então ele não se encaixa na primeira das afirmações. Então ele não se encaixa nas três simultaneamente. Finalmente, a forma número 4 tem um, dois, três, quatro lados, portanto, também se enquadra na primeira afirmação, já que ele é um quadrilátero. Até aqui, podemos ver que as figuras 1, 2 e 4 se encaixam na primeira condição, porque todas elas são quadriláteros. A afirmação número dois nos diz que a forma procurada não tem ângulos retos. Ângulos retos são aqueles ângulos que medem 90 graus. E eles se parecem com algo como isto. E normalmente, o ângulo reto é indicado por um quadradinho aqui no vértice. Isso porque são os ângulos que formam aquela figura conhecidíssima chamada quadrado. Então este é o ângulo reto. Voltando para as figuras que temos abaixo, a primeira figura tem dois ângulos retos. Veja aqui as indicações dos ângulos retos com os quadradinhos, nestes dois vértices. Então a figura número 1 tem ângulos retos, e nós estamos procurando figuras que não tenham ângulos retos. Então a forma número um está fora. A figura número dois não têm ângulos retos. Não vemos aqui os quadradinhos nos vértices. E, da mesma forma, a figura número 4 também não apresenta ângulos retos. Então, as figuras número 2 e número 4, ambas satisfazem as afirmações número 1 e número 2. Finalmente, a terceira e última afirmação, diz que a forma procurada tem quatro lados de comprimentos iguais. Examinando a figura número 2, podemos verificar que este lado tem um comprimento, tem a medida menor do que este outro lado aqui. Como os lados não tem a mesma medida nesta figura, ela também está fora. Claro que só sobrou a figura número 4, mas vamos ter certeza de que ela tende a terceira afirmação, que diz que a figura tem que ter quatro lados de mesmo comprimento. Olhando a figura número 4, parece mesmo que ela tem os quatro lados de mesmo comprimento, mas podemos ter certeza disso por meio destas marquinhas. Quando você tem essas marquinhas numa figura, você deve entender que a quantidade igual de marquinhas em partes da figura, significa que essas partes da figura tem a mesma medida, neste caso os quatro lados têm cada um apenas uma marquinha, portanto, está sendo dito por meio desse símbolo, que a figura tem os quatro lados com a mesma medida. Então, a figura número quatro é a única que atende as três colocações. Ou seja, é um quadrilátero, não tem ângulos retos e os quatro lados têm a mesma medida. Ela é a nossa resposta. Até o próximo vídeo.