Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Integral de cos^3(x)

Uma forma especializada de integração por substituição envolve tirar proveito das identidades trigonométricas.

Quer participar da conversa?

  • Avatar aqualine ultimate style do usuário tanisio carlos
    Sal... I used udv substitution, when I make Cos^2(x)=u and cosx=dv, then we have
    solve=cos^2(x)sinx-int(sinx2cosxdx)=cos^2(x)sinx-int(sin2xdx)=cos^2(x)sinx+cos2x/2 +c, this is equivalent or do I make some mistake in the process?
    (1 voto)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
    • Avatar starky ultimate style do usuário Karapow
      Essa estratégia foi atrapalhada. Você acabou esquecendo do sinal quando calculou seu du. Ficaria, sen(x)Cos^2(x)+2int(cos^3(x)sen(x))dx. Só que repara que antes você tinha a integral de cos^3x e agora tem a integral de 2cos^3sen(x). Piorou. Em algumas vezes aparece algo bom mas nessa você não sorriu
      (1 voto)
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA14C Vamos ver se podemos pegar a integral indefinida de cosseno de x³. Eu peço que agora pause o vídeo e veja se você consegue resolver sozinho. Assumindo que você pausou, acho que alguns conseguiram, mas outros devem ter ficado travados... Vamos pensar sobre isso. Ok, cosseno elevado a 3. Se eu tinha somente a derivada do cosseno aqui... Se eu tivesse 1 negativo de x, ou sen x aqui, talvez eu pudesse usar a substituição em u. Mas como eu consigo a antiderivada do cos x³? A saída é usar algumas identidades trigonométricas. E o que eu quero dizer com isso? Nós sabemos que sen² x + cos² x = 1. Se subtrairmos sen² dos dois lados, nós sabemos que cos² x = 1... Vou escrever dessa forma. É igual a 1 - sen² x. O que aconteceria se o cos³, que é cos² vezes cos... O que acontece se nós pegarmos o cos²? Vou reescrever aqui. Isto aqui é a mesma coisa que (cos x) vezes (cos² x) dx. E se nós pegássemos esta coisa aqui... Deixe-me fazer na cor magenta. E se nós pegarmos isto e trocarmos com isto? Eu sei o que você está pensando. O que isto fará por mim? Até parece que eu estou integrando ainda mais. Eu sei que parece que vai ficar mais complicado, mas assim que você explorar e brincar com isto, verá que isto torna a integral mais fácil. Vamos tentar! Se nós fizermos isto, então será igual a: ∫ (cos x) vezes (1 - sen² x) dx. E isto será igual ao quê? Isso será igual a... Deixe-me fazer isso de verde. Isso será igual a ∫ (cos x). Eu só vou distribuir o cos x. Então, fica assim: cos x menos cos x vezes sen² x. Então, eu posso fechar os parênteses e escrever o dx. Isto, é claro, será igual a: ∫ cos x dx... Nós sabemos o que será. Será menos ∫ cos x sen² x dx. Agora, vai ficar interessante. Esta parte aqui é muito conveniente. A antiderivada do cos x = sen x. Então, isto será sen x. Eu vou me preocupar com +C no final, porque ambas terão +C. Sendo assim, simplesmente coloco um grande +C no final. Isto é sen x. Então, o que está acontecendo aqui? Você deve reconhecer, eu tenho uma função do sen x. Eu estou pegando o sen x e elevando a 2. Então, tenho o seno dos x derivados aqui. Isso significa que eu tenho alguma derivada da função. Então, eu tenho outra... Acho que você pode dizer que eu tenho uma função desta função. Então, g(f(x)). Isto é sinal de que talvez a substituição por u esteja correta. Nós já vimos este padrão várias vezes! Poderíamos dizer: "Ok, se tivermos uma função de uma função, e se tivermos funções derivativas, essencialmente, podemos pegar a antiderivativa relacionada a esta função." Isto é igual a dizer que o G maiúsculo é a antiderivativa do g minúsculo. Então, G (f(x) + C. Agora, se o que eu disse não fez sentido, podemos fazer a substituição por u e seguir por ela passo a passo. Vamos fazer isso, porque quero que as coisas façam sentido. Esse é o propósito dos vídeos! Nós podemos dizer que u = sen x. Então, du = cos x dx. Esta parte e esta parte serão du. Então, isto será u². Isto será menos... Temos uma integral de u² du. Então, o que isto será? Nós vamos ter -u³/3, bem aqui. E nós sabemos o que é u: u = sen x. Nós temos o sen x para esta primeira parte da integral, para a primeira integral. Nós temos sen x, então, isso será menos... Deixe-me escrever assim: -1/3. Em vez de u³, nós sabemos que u = sen x, então, seno de x³. Agora, podemos colocar o +C. E acabamos! Nós calculamos a integral indefinida. A chave aqui é só brincar um pouco com as identidades trigonométricas para que possamos ter a integral em um ponto que possamos usar a regra da cadeia ou possamos usar a substituição por u, que é somente outra forma de expressar a regra da cadeia.