If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:2:10

Transcrição de vídeo

RKA - Temos uma figura geométrica, que é uma circunferência... Vários pontos que pertencem a essa circunferência, o E, D, C... O centro da circunferência, e um ponto excêntrico à circunferência, ou seja: ele não está no centro, mas ele é um ponto excêntrico interno à circunferência. A pergunta para você é: Quanto vale esse ângulo? Ou seja, quanto vale o ângulo em E. O que você tem? Você tem que F é 50°, esse é o único dado que você tem do problema, e você pode perceber outras coisas. Você pode perceber que CE, juntamente com DE, fazem com que o ângulo x seja um ângulo inscrito, cujo arco correspondente é o arco CD, e cuja medida desse arco é a medida do ângulo central. Ou seja, a medida do arco CD é a medida do ângulo central. E o ângulo inscrito, que é o nosso E, vai ser metade do ângulo central. Ou seja, E vai ser metade da medida do arco CD. Outra coisa que você pode perceber, é que não só E é um ângulo inscrito, mas temos F que também se encontra com C, e se encontra com... Ou se encontra com D, e se encontra com C. Ou seja, já dá para você perceber que x tem que ser 50°. Você poderia até calcular o arco CD e verificar que a medida do arco CD é 100°, e depois de calcular 100° pegar metade de 100° e achar 50°. Mas o que você pode perceber também é que, se você ligar C a D, todo esse arco entre C e D é o que nós chamamos de arco capaz, ou seja, todos os pontos que ligam C a D e que estão dentro desse arco, todos eles possuem a angulação de 50°.