Se você está vendo esta mensagem, significa que estamos tendo problemas para carregar recursos externos em nosso website.

If you're behind a web filter, please make sure that the domains *.kastatic.org and *.kasandbox.org are unblocked.

Conteúdo principal

Símbolos “maior que” e “menor que”

Este vídeo ensina a comparar números usando os símbolos "igual", "maior que" e "menor que". Ele esclarece o significado dos sinais e demonstra como usar símbolos de comparação com números e expressões. Versão original criada por Sal Khan.

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA - A maioria de nós já tem familiaridade com o sinal de igual (=) da aritmética. Você pode ver alguma coisa como 1 + 1 = 2. Agora, muita gente pode pensar que o sinal de igual significa "me dê a resposta", 1 + 1 é o problema, o sinal de igual significa "me dê a resposta de quanto é 1 + 1". E 1 + 1 é 2. Mas isso não é o que sinal de igual significa. Na verdade, o sinal de igual serve para comparar duas quantidades. Quando descrevo 1 + 1 = 2, literalmente significa que o que quer que tenha do lado esquerdo do sinal de igual é exatamente a mesma quantidade do que quer que tenha do lado direito do sinal de igual. Poderia ter escrito 2 = 1 + 1, essas duas coisas são iguais. Posso ter escrito 2 = 2, esta é uma afirmação completamente verdadeira, esses dois são iguais. Poderia ter escrito 1 + 1 = 1 + 1. Poderia ter escrito 1 + 1 - 1 = 3 - 2. Os dois são quantias iguais. O que tenho aqui do lado esquerdo, isto é 1 + 1 - 1 é 1, e este aqui é 1. os dois são quantias iguais. Agora vou introduzir outras maneiras de comparar números. Um sinal de igual é quando tenho exatamente a mesma quantidade nos dois lados. Agora, vamos pensar sobre o que dá para fazer quando tem quantidades diferentes nos dois lados. Então vamos dizer que eu tenha o número 3 e o número 1, e quero compará-los. Claramente 3 e 1 não são iguais. De fato, posso fazer essa afirmação com um sinal de diferente (≠), então posso dizer: 3 ≠ 1. Mas vamos dizer que eu queira descobrir qual é o maior e qual é o menor. Se eu quiser ter algum sinal onde possa comparar, onde possa dizer, onde possa afirmar qual desses é maior. E o sinal para fazer isto é o sinal de "maior". Literalmente seria lido como 3 é maior que 1 (3 > 1). 3 é uma quantidade maior. Se tiver problema lembrando o que isso significa, "maior que", a maior quantidade está na abertura. Acho que você pode ver isso como algum tipo de seta ou algum tipo de sinal, mas esse é o lado maior, ok? Aqui tem esse pequeno ponto, e você tem um lado grande, a quantidade maior está nesse lado grande. Literalmente, seria lido como "3 é maior que". Deixa eu escrever "maior que". O 3 é maior que 1. E mais uma vez, isso não tem que ter números assim. Posso escrever uma expressão, posso escrever 1 + 1 + 1 é maior que... digamos... bom, mais "1" aqui. Está fazendo uma comparação. Mas e se tivesse as coisas ao contrário? E se quisesse fazer uma comparação entre 5 e 19? Agora o símbolo de maior não se aplica. Não é verdade que 5 é maior que 19. Posso dizer que 5 não é igual a 19, então posso ainda fazer esta afirmação. Mas e se eu quisesse fazer uma afirmação sobre qual é maior e qual é menor? Bom, eu poderia dizer "5 é menor que 19". Quer dizer, deixa eu escrever. Quero escrever 5 é menor que 19". Isso é o que eu quero dizer. Só tem que pensar em notação matemática para escrever é "menor que". Bom, se for "maior que" faz sentido trocar. Vamos fazer mais uma vez o ponto na direção da quantidade menor, e o lado maior do ponto do sinal para a quantidade maior. Então, o 5 é uma quantidade menor, daí o ponto é ali. E 19 é a quantidade maior, e seria lido como "5 menor que 19 (5 < 19)". 5 é uma quantidade menor que 19. Posso escrever como "1 + 1 < 1 + 1 + 1". Está apenas dizendo que esta afirmação, esta quantidade, 1 + 1 é menor que 1 + 1 + 1.