If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:17:37

Transcrição de vídeo

então digamos que é uma erva que as pessoas acham que vai curar a gripe então nós esperamos a época da gripe chegar então dividimos as pessoas em três grupos e durante o período da época da gripe nós temos uma parte das pessoas divididas no grupo então leva um outra parte dividida no grupo que tomava dois e uma outra parte de vida no grupo que tomou um remédio chamado placebo na verdade não é um remédio na verdade é algo que não faz mudança alguma no seu organismo é que você pensa que está fazendo mudança normalmente é um comprimido de açúcar é isso aí normalmente o placebo é feito de açúcar beleza eu não sei se de repente você já ouviu falar no efeito placebo e que as pessoas elas melhoram simplesmente porque elas acham que estão tomando algum medicamento que vai fazer bem a elas então é isso quer dizer placebo de repente eu dou uma pílula de açúcar para alguém e esta pessoa se torna melhor de algum problema de saúde então esse é o efeito placebo e eu vou chamar essa tabela que de tabela de contingência escrever aqui a tabela de contingência contingência vigência beleza e aqui nós temos por exemplo no grupo 1 o número de pessoas que ficaram doentes eo número de pessoas que não ficaram doentes é que eu já posso tentar determinar o total né total aqui em cada um desses grupos no grupo que tomou a erva 1 120 pessoas no total é ou não é aqui no grupo 2 que tomou a erva dois são 140 pessoas e aqui no grupo do placebo 120 e aqui também posso descobrir o número de pessoas que ficou doente e olha que só somar essa linha toda então 20 mais 30 50 50 mais 30 80 o total de pessoas que ficaram doentes agora aqui total de pessoas que não ficaram doentes em mais 110 210 210 90 300 estão são 300 pessoas que não ficaram doentes mesmo na época da gripe e agora eu sei que essa coluna que e essa linha tem que somar quanto 380 que é o total então de tudo é um agora conduz daqui definido vamos ver como a gente pode usar esse estado saque da tabela de contingência eo nosso conhecimento sobre a distribuição que quadrada para descobrir então alguma conclusão de tudo isso daqui para isso então eu vou começar configurar as minhas hipóteses não vou configurar a hipótese no lac h0 como sendo algo que diga que as ervas aquelas não fazem nada então a erva mate a erva nada faz a erva nada faz pela nossa saúde e jamie hipótese alternativa diz que sim a erva faz alguma coisa então daqui a erva faz alguma coisa faz alguma coisa beleza e você percebe que não estou dizendo que ela faz alguma coisa no sentido de melhorar sua saúde de repente pode fazer alguma coisa no sentido de facilitar de repente você pega gripe estou dizendo que ela faz alguma coisa bem ou mal não sei só sei que ela faz alguma coisa o importante aqui é só saber que essa hipótese alternativa é o contrário e dizer que a erva nada faz então aqui a erva faz alguma coisa e agora nós vamos fazer aqui é considerar essa hipótese no como sendo a verdadeira então vou considerar o considerar a hipótese nula considerada nula e aí considerando que a erva nada faz eu quero saber qual é a probabilidade que eu tenho de obter algo desse tipo aqui ou ainda mais extremo do que isso e se a probabilidade ela for muito muito pequena menor que o nosso nível de significância então vou rejeitar essa hipótese no aqui e ficar com a hipótese alternativa que desperta faz alguma coisa e aqui nesse exercício como nós temos aconteceu no les pops alternativa é claro que a gente tem um nível de significância como acabei de falar então vamos dizer que nosso nível de significância alfa que por algum motivo que seja 10% beleza e 10% como você sabe a mesma coisa que 0,10 0,1 e agora pra fazer isso eu preciso calcular a minha estatística que quadrada baseada nessa tabela de contingência aqui que eu vou fazer é bem parecido com o que eu fiz naquele exercício do restaurante o vídeo anterior beleza ou seja vou descobrir com liderando a hipótese nula como verdadeira o valor esperado em cada uma dessas células aqui beleza nós podemos enxergar cada uma dessas entradas aqui na tabela como sendo uma célula do excel lá né o que nós vamos fazer é descobrir o quanto o valor esperado seria se você considerar essa hipótese no lac então nós achamos o quadro da distância desse valor esperado então nós vamos normalizar a distribuição através do valor esperado pegar a soma dessas diferenças e se essas diferenças elas forem muito grandes então probabilidade de nós obtemos esse valor será muito pequena e talvez nós tenhamos que rejeitar a hipótese nula então vamos ver como a gente faz para descobrir esse valor esperado e portanto assumindo aqui que essa hipótese nula é verdadeira ou então calculava o esperado através dessa tabela de contingência sabendo o seguinte é que serra não faz nada concorda comigo eu estou assumindo a hipótese lo como sendo verdadeira então se ela não faz nada eu vou ter o que eu vou ter que 80 pessoas ficaram doentes num universo de 380 numa população de 380 só para ficar bem claro que eu não tô pegando população inteira está aqui apenas uma amostra 380 pessoas foi uma amostra retirada uma população inteira é que eu tô falando em nome da população um sentido mais estatístico beleza então foram 80 pessoas doentes num universo de 380 logo regulador aqui só para te deixar confuso não quero saber então a porcentagem das pessoas ficaram doentes não vou dividir 80 por 380 e isso vai ser igual a 21% olha aí 0,21 então 21% da população ficou doente na época da gripe logo após escrever aqui 21% esse aqui é 21% o que ficou doente então 79% beleza basta a gente sabe que o total 100% cem por cento menos 21% 70% se nós dividirmos 300 por 380 vamos achar também 0,79 ou seja 79 por cento então o que nós esperamos aqui é que 21% das pessoas fiquem doentes e 79% não fiquem doentes é ou não é então vamos olhar para cada um desses grupos aqui e ver se esses dados conferem olha só se nesse primeiro grupo aqui eu tenho 120 pessoas eu quero saber se 21% ficaram doentes eu vou primeiro então calcular esse valor esperado é ou não é mas vou fazer aqui na calculadora 21% o melhor possível pegar resposta anterior ali na resposta anterior e multiplicar por 121 o total da população naquele grupo 1 isso vai dar 25 pessoas aproximadamente na verdade eu vou arredondar ali então é de 25,3 não vou colocar aqui e amarelo o valor esperado e aqui para o grupo leva um que ficou doente eu espero que seja 25,3 pessoas não é 21% e 121 nosso resto aqui o resto das pessoas é só fazer 120 - 25,3 né poderia fazer também 79% de 120 e dá mesmo resultado mas vou fazer aqui ou 120 - 25,3 isso vai me dar 94,7 então aqui o poder também mais um valor esperado certo esperado ea 94,7 que não vai ficar doente desse total de 120 esse é o valor esperado a partir dessas observações aqui que nós fizemos é o número total e ficou doente e que não ficou doente e eu vou fazer agora essa mesma conta para todos os outros grupos estão aqui na erva 2 a calculadora aqui ó vou fazer 0,21 ou seja 21% do total 141 isso 29,4 e para saber então o restante da população é só fazer 140 - 29,4 eu voltei então 110,6 então o que eu vou ter aqui ó é que 29,4 desse pessoal aqui vai dos 140 que tomava dois ficaram doentes caso ela não fizesse nada eo restante aqui seria 110 mil a 6 nem leza 110,6 não ficaria doente no caso da erva dois não fazer efeito algum no corpo então como você pode observar que na tabela na verdade de um valor muito próximo então que eu tendo a acreditar que essa rampa muita coisa mesmo não vamos lá eu preciso analisar aqui são todos esses grupos combinaram então vamos lá vamos ver o placebo agora mas é o seguinte vai ser 21% de 120 que é o total deste grupo que tomou placebo então isso vai dar 25,2 é como se pode reparar que de 25,2 que na verdade arredondei né aqui tinha andado 21,1 alguma coisa e aí quando multipliquei por esses 120 eu retornei para 25,3 então o que eu espero como o tamanho do grupo é o mesmo né 120 pessoas é que também seja de 25,3 aproximadamente então por redonda nesse valor aqui beleza então para o grupo aqui que não ficou doente o que eu espero a mesma coisa desse grupo é que ela não é tão 94,7 pessoas então analisando as necessidades que nós tivemos nem parece até que o placebo de repente faz mais efeito mas enfim eu não quero analisar os números da equipe a mente analisando dessa forma vamos primeiro fazer a nossa estatística que quadrada e portanto falando aqui nessa nossa distribuição que quadrada ou poderia fazer com a letra grega aqui né só que não vou fazer porque essa distribuição aqui na verdade ela vai ser aproximadamente que quadrado então vamos ao x x ao quadrado aqui beleza então vamos ver primeiro o número de graus de liberdade não é só por diversão aqui vou usar aquela letra grega aqui nessa época diferente então nosso que quadrado aqui vai ser o que bom que eu quero é que na verdade encontrar a distância em que o valor que foi observado e esperado e levar essa diferença ao quadrado depois dividir pelo valor esperado vamos lá com aqui primeiro vou ter 20 - 25,3 elevada ao quadrado tudo isso dividido pelo valor esperado que 25,3 mas agora o segundo grupo na distância vai ser 30 - 29,4 elevada ao quadrado dividido pelo valor esperado 29,4 mas ainda aquele grupo do placebo li aqui em cima então 30 - 25,3 ao quadrado dividido o 25,3 mas ainda vou continuar aqui com esse aqui debaixo dos que não ficaram doentes e tomou eu vou ter 100 - 94,7 tudo isso levado ao quadrado dividido pelo valor esperado 94,7 somando ainda vou colocar aqui embaixo você ignora e ch1 aqui tá não se pode ser alternativa vou continuar aqui em baixo então vou ter 110 10 - 110,6 ao quadrado / 110 mil a 6 e finalmente eu vou somar aqui com esse último com essa última informação 90 - 94,7 tudo isso ao quadrado dividido pelo valor esperado 94,7 vamos usar a calculadora claro milagre da tecnologia vamos lá olha quanta que nós vamos fazer a ió essa aqui na verdade a parte e impedir antes da coisa muda todos esses números a calculadora vamos lá abre parênteses 20 - 25,3 fecha parênteses leva ao quadrado dividido o 25,3 mais abre parênteses 30 - 29,4 fecha parênteses e leva quadrado / 29,4 mas abre parênteses de novo 30 - 25,3 fecha parênteses e leva ao quadrado / 25,3 mais de meio caminho agora né sem parentes e sem - 94,7 é quadrado dividido com 94,7 abre parênteses parte entediante é mas vamos continuar fazendo 110 - 110,6 na aparência quadrado / 110,6 e finalmente olha aí o falou a 90 - 94,7 fecha parênteses e leva quadrado indivíduo 94,7 vamos ver se a gente não cometer nenhum erro agora né é enfim um modal em ter aqui vai acontecer vai dar olha aí nós obtivemos como resultado 2,528 redunda 2,53 portanto a nossa distribuição que quadrada assumindo que essa hipótese no lac é verdadeira ou igual a 2,53 agora que nós temos que fazer é descobrir quantos graus de liberdade nós temos aqui a gente não poder jogar na nossa estatística que quadrada vamos lá então só que antes eu vou te dar um macete tinha pra você calcular quantos graus de liberdade uma tabela tem aqui nós temos um número de linhas certo número de linhas aqui eu tenho o número de comum mas então o que eu tenho pra explicar para vocês é o seguinte os graus de liberdade no ataque a geely os graus de liberdade de uma tabela isso vai ser igual ao número de linhas - um multiplicado pelo número de colunas - um olha aí nesse nosso caso ali de cima nós temos duas linhas e três colunas então vou te 2 - 1 vezes 3 - 1 portanto eu voltei aqui ó 2 - 1 vezes 3 - 1 isso aqui é a mesma coisa 2 - domingo a 13 - o equador estão 11 meses 20 a 29 temos dois graus de liberdade o motivo pelo qual esses dois graus de liberdade que fazem sentido é o seguinte você está assumindo que você já sabe o valor total certo ou seja se você sabe esse valor total aqui ó todo esse valor total subindo que a gente saiba esse valor total aqui e depois se você souber um dos valores chegamos nesse valor aqui todas as outras informações podem ser deduzidas e como reduzir esse valor aqui por exemplo hora subtraindo total são 120 menos 20 da sem esse valor dos 100 aqui ele é automaticamente definido dessa forma da mesma forma eu posso levar esse pensamento para calcei esse valor aqui esse valor então não será uma informação nova na nossa tabela pois basta subtrair no total 140 menos 30 110 e de maneira muito similar se eu souber esses dois valores aqui esse cara que não vai ser uma informação nova porque eu sei que tem 80 no total 20 mais 30 50 para 80 então sobra 30 é ou não é então esse daqui há motivo intuitivo porque os graus de liberdade vai ser o número de linhas menos um eo número de colunas - um então posso dizer aqui de acordo com aquele nosso cálculo que os nossos grau de liberdade são iguais a 2 nessa 12 graus de liberdade e aí o nosso nível de significância que nós atribuímos aqui em cima é igual a 10 por cento deixa até o rei escreveu aqui em baixo a nossa alfa ele é igual a 10 por cento eu quero fazer agora é descobrir o valor crítico dessa estatística do que aqui do que aqui é bom né mas o valor crítico que me deu um alfa um nível de significância de 10% e se a probabilidade de obter esse valor aqui foi ainda inferior a 10% mais extremo que isso então eu posso fazer o que rejeitar a hipótese lula e se esse valor aqui não for mais estranho que esse então não vou rejeitar a hipótese não considerá la como sendo verdadeira então vamos lá na tabela nossa tática que vê o nível de significância de 10% com 2 graus de liberdade vamos lá eu tenha tabela aqui do lado olha ela aí então nós temos dois graus de liberdade e queremos saber o nível de significância de 10% tá aqui ó então um valor que eu tô procurando é esse 4,60 então o nosso valor crítico do que quadrado é de 4,60 em uma outra maneira de ver isso só a gente observar esse gráfico aqui embaixo neste gráfico aqui ó a gente como a gente tem dois graus de liberdade vai ser esse gráfico azul e como a gente quer um valor de 4,60 né nós obtivemos aqui na tabela do quadrado 4,60 por aqui assim a 5 então 4,60 é por aqui ó certo só fazer uma outra cor aqui para ficar mais fácil visualização vou ter aqui aqui tal 4,60 então a probabilidade de obter pelo menos esse valor de 4,60 para cá essa área sob essa curva é de 10% então se o nosso valor do que quadrado que nós achamos cair nessa região crítica aqui ou de rejeição então eu vou rejeitar a hipótese nula beleza só que a nossa estatística que quadradas a gente vai ficar lá o quanto ela deu ela deu 2,53 olha aí e esse valor aqui lá naquele gráfico ele está onde hora que tal 2 como tenho 2,53 ele vai estar por aqui ó certo por aqui assim e portanto chegou à conclusão que não é uma coisa muito louca assumir esse valor se eu considerar a hipótese nula como sendo verdadeira então baseado naquele os dados que nós temos agora nós não vamos rejeitar a hipótese nula mas não sabemos se de fato essa erva que ela não faz nada nós não podemos afirmar também que ela faz alguma coisa beleza então com que nós temos agora não vou rejeitar essa hipótese nula baseado nessa tabela de contingência aqui então não posso afirmar com certeza que a ela não faz nada nem que ela faça alguma coisa tranquilo tá claro então a gente se vê nos próximos vídeos