If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:10:47

Transcrição de vídeo

vamos dizer que há uma eleição se aproximando e eu quero saber se tem alguma diferença significativa entre a proporção de homens e mulheres que vão votar para um dos candidatos então nós temos aqui a distribuição da população vamos dizer que tem os homens e os homens vão ter a seguinte distribuição olha só ora uma proporção aqui dos homens vai votar em um dos candidatos digamos que essa proporção aqui vai ser a proporção t11 e uma outra proporção a votar no outro candidato digamos a proporção 1 - p 1 aqui eu vou atribuir valor 1 e aqui o valor zero e das mulheres vai acontecer a mesma coisa olha só chegamos aqui nós temos a distribuição das mulheres então voltei que uma proporção das mulheres vai votar no candidato digamos a proporção e 2 e aqui vai ser o valor 1 e outra proporção não vai votar no candidato então digamos 1 - p 20 e ambas essas distribuições aqui são distribuições de nowe e como nós já sabemos que é algo bem útil a média dessa distribuição é o mesmo valor da proporção que vai votar no candidato ou seja tem uma que os homens p2 com as mulheres então vou dizer que os homens só que a média chamado de média um é igual a p1 e a variância nesse caso como nós já vimos deixou só escrever mais articulado a média um ataque dos homens é igual a ter um e a variância essa distribuição um chamado de variância um vai ser igual à multiplicação esses dois valores aqui é um é já vimos isso em vídeos anteriores ou seja isso vai ser de 1 x 1 - tem um certo e nós vamos fazer agora a mesma coisa com as mulheres olha só a média o chamakh média 2 que a média das mulheres vai ser igual ao valor p2 e a variância dessa distribuição quando chamado de variância dois é igual à multiplicação desses valores olha aí então sp2 que multiplica 1 - p 2 e agora o que eu quero fazer e acho que já até falei no início do vídeo eu quero descobrir se tem uma diferença significativa entre as maneiras que os homens vão votar e que as mulheres vão tá o que eu quero saber então aqui é o seguinte ó será que isso daqui é significativo a diferença entre essas médias é isso que eu quero saber o que eu vou fazer então aqui nesse vídeo para determinar isso é construir um intervalo de confiança de 95 por cento para esse parâmetro aqui ou seja essa diferença entre parâmetros continua sendo um parâmetro certo nós não sabemos o valor essa diferença aqui então eu quero fazer nesse vídeo como acabei de dizer é construir o intervalo de confiança intervalo de confiança de 95% é de 95% para aquela diferença ali pe-120 digamos que nós vamos à rua e nós entrevistamos mil homens e mulheres vai pegar a opinião deles e então quando nós entrevistamos esses mil homens não foram mil homens aqui né mil homens ao entrevistá los eu descobri que 642 vão votar no candidato ou seja a opção 1 eo resto vou dizer que o resto dos homens não vai votar no candidato então vai ser zero e entre as mulheres ora ao entrevistar mas essas mil mulheres essas mulheres que aconteceu foi o seguinte essas mulheres foram escolhidas de forma randômica claro então 591 mulheres disseram que eu votar no candidato então a opção 1 eo resto não vai votar no candidato então é 60 então só de observar isso daqui no caso de essas médias populacionais mas percebemos que há sim uma diferença mas mesmo assim vou construir um intervalo de 95 por cento de confiança com essa diferença entre um e dois então vamos entender que acabei de fazer aqui tal descobrir agora através desses resultados aqui a proporção amostral então vamos dizer um pedaã aqui para os homens nesse caso a oposição mostrou também a média mostrou aqui vai ser 642 / mil já que são 642 1 eo resto é zero então se 142 no numerador / mil isso vai dar zero vírgula 642 é ou não é a mesma coisa vai se aplicar também ex mulher a proporção amostral aki vai ser igual a 15 91 / mil 0,591 e você pode ver isso daqui também tanto o homem quanto a mulher como a média amostral dessas duas distribuições e transparente visualizar isso daqui um pouco melhor eu vou construir aqui a nossa distribuição mostrou dessas proporções amostrais ali né como o nosso o nosso tamanho é mostrar o emmy é bem grande mil homens e mulheres essa distribuição aqui aproximadamente vai ser uma distribuição normal é um é então isso acabei de desenhar ea distribuição mostrao distribuição amostral da proporção mostrado daquele baile e essa distribuição claro ela vai ter aqui uma média nós sabemos que essa média dessa distribuição das proporções amostrais portanto essa média aqui vai ser igual à de um olho aí então e um só colocar um aqui neste bairro e 12 naquele pedaço mulheres só pra poder diferenciar né ele tem um também que a beleza ea variância aqui ó a variância dessa distribuição vai ser igual a essa instituição dp barra 1 lá pelo teorema do limite central eu sei que essa aliança vai ser essa variante aqui que é ter um vezes 1 - p um conteúdo vezes 1 - p 1 dividido pelo tamanho amostral que mil e agora vou fazer exatamente a mesma coisa que as mulheres olha só então um desenhar que a distribuição mas sabemos que aproximadamente uma distribuição normal né essa distribuição ela tem aqui uma média essa é a média dessa distribuição aqui nas proporções amostrais isso aqui vai ser igual ao p2 beleza que está aqui então o desenho ora isso é a distribuição amostral distribuição amostral para aquele p2 ali p2 barra para isso aqui é ou não é e aí a variância dessa distribuição aki vai ser igual no caso de o bêbado dois igual quanto vai ser a mesma coisa que os homens né cp2 vezes - p2 que a variância essa distribuição populacional de dois meses 1 - p2 dividido pelo tamanho mostrou que também é miltão / mil agora a gente não pode esquecer o nosso objetivo aqui é construir um intervalo de confiança de 95 por cento para essa diferença que certo então nós não podemos pegar a distribuição mostrou pra isso aqui nem a distribuição mostrou pra isso aqui o que eu quero fazer uma distribuição amostral para a diferença nesses valores aqui ou seja a diferença disso aqui tem um a quina e isso aqui ó nós já falamos aqui sobre proporções amostragem mas é exatamente a mesma ideia de que quando trabalhamos aqui com médias amostrais vamos fazer essa distribuição mas antes lembre se esse valor aqui da proporção amostral é como se fosse uma mostra dessa distribuição aqui a mesma coisa pra esse valor então nós pegamos aqui mil amostras dessa distribuição de bernie aqui calculamos a média e essa média como se fosse uma mostra dessa distribuição mostrou aqui pra esse p 2 tá certo agora essa distribuição é que nós vamos fazer deixa eu desenhava aqui né ela vai ser a distribuição das diferenças daquelas distribuições amostrais ali certo ela vai aparecer então isso daqui vai ter uma uma média também né na verdade vou fazer isso daqui com uma outra cor acusei amarela lítio fazer de verdade né então essa distribuição não vai se parecer com isso aqui vai ter uma média e eu vou chamar essa distribuição aqui de distribuição amostral distribuição amostral daquela estatística lá de cima do filho né que é o t1 - o p2 essas proporções amostrais pelo menos o p2 então essa média aqui que vai ser a média de ter um barra - o p2 barra é igual a quanto hora nós já vimos isso em vários outros vídeos que isso daqui vai ser igual a essa média aqui - essa média aqui que vai ser exatamente pelo g1 - p2 eu posso escrever que essa média igual a p1 - p2 só fazer ele na cor apropriado ao p2 né g1 - o p2 beleza agora a variância dessa distribuição aqui a variância da distribuição de peso 1 barra - o p2 barra é igual à soma dessas duas variantes dessa variante aqui mais essa variante aqui então deixa eu fazer um control c control v só pra gente o par tempo aqui na solução né pra cá e vou copiar esse aqui também agora vou ter que somar né então tá aí ó então basta ao somar esses dois valores aqui e se eu quiser agora desvio-padrão hora por desvio padrão basta me livrar desse quadrado aqui ou seja está aí a raiz quadrada em ambos os lados então a raiz quadrada da variância vai dar o desvio padrão por isso que me livre se dois aqui e desse outro lado eu voltei a raiz quadrada disso tudo beleza então tudo que eu fiz até agora foi apenas colocar conceitos dentro do nosso cérebro e agora então nós já podemos atacar esse problema e construir aquele intervalo de 95% para a diferença entre um e dois ou seja isso é a mesma coisa que fazer um intervalo de confiança de 95 por cento para essa média aqmi intervalo aqui né e como agora não quero fazer vídeos muito longos então vou fazer uma parte 2 onde eu vou resolver esse problema até o próximo vídeo