If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:1:53

Transcrição de vídeo

RKA7MP Oi! Eu sou Fran Kalal, diretora técnica de vestuário e simulação na Pixar Estúdios de Animação. Isto significa que preciso pegar o que eu sei sobre arte e design e fazer roupas, e o que eu sei sobre matemática e física para dar-lhes movimento. Estou aqui hoje para conversar com vocês sobre multidões, como aquela grande ali atrás de mim. Exceto que aquela que está atrás de mim é física, e aquela que precisamos fazer para nossos filmes é virtual, o que significa que ela existe apenas no computador. Nós vimos, no último vídeo, como muitos robôs são feitos usando apenas poucas partes, através do uso de combinatórias. Então, siga-me para aprender mais sobre o que são combinatórias e como são utilizadas na Pixar. Para entender quantos robôs podemos fazer a partir de uma quantidade de peças, vamos começar com um exemplo no qual um robô tem uma cabeça e um corpo. E eu consegui duas cabeças diferentes para escolher e três diferentes corpos. Assim, eu posso pegar esta cabeça com este corpo, ou a mesma cabeça com este corpo, e já temos dois robôs diferentes. E, claramente, posso fazer um lote inteiro a mais. Uma ótima forma de manter o controle sobre isso é com uma tabela, onde colocarei as cabeças nas colunas e os corpos nas linhas. Esta célula significa colocar esta cabeça neste corpo. Existem seis células na tabela, então existem seis robôs diferentes, apesar de nós termos somente cinco partes diferentes. Este é um ótimo exemplo do fato de que descobrir uma boa maneira de pensar sobre o problema o torna mais fácil de solucionar. Quantos robôs você poderia fazer se existissem números diferentes de cabeças e corpos? Você pode explorar essa questão no próximo exercício.