Tempo atual:0:00Duração total:3:00
0 pontos de energia
Studying for a test? Prepare with these 4 lessons on Tomada de decisões alinhadas sobre equipamentos, softwares e espaço em um ambiente de ensino híbrido.
See 4 lessons
Transcrição de vídeo
ENSINO HÍBRIDO DE ALTA QUALIDADE OS DESAFIOS NA ESCOLHA DO SOFTWARE Como se essas decisões já não fossem complicadas o suficiente, vou acrescentar outros obstáculos que complicam mais este processo. E o maior problema é que não temos dados que nos permitam afirmar: Com esse software você obtém esses resultados. Ainda é muito cedo para dizer: Se você quer ensinar use Slope of a Line. Dreambox alcança 82% de eficiência, e ST Math consegue 51% de eficiência. O mercado ainda não tem essa maturidade. Por isso as pessoas acabam confiando nas afirmações do vendedor, que você deve aceitar com critério, ou consultam todos os que usam o software, o que é bastante ineficaz. O segundo desafio que encontramos é, obviamente, o custo. É claro que as escolas precisam se preocupar com o custo, mas o fator complicador é a total falta de transparência no mercado no que se refere ao custo de um software básico. É claro que há vendedores que são claros e afirmam que cobram 4 dólares por aluno, ou algo assim, mas em sua maioria, os esquemas de preço são determinados em negociações com a equipe de vendas das empresas, e variam conforme o número de alunos que atendem num determinado período, e que torna a situação bastante complicada. Para piorar, se optarmos por um teste piloto, com apenas alguns alunos, alguns softwares têm um número mínimos de alunos para a aquisição, antes de permitir que você os experimente. Isso dificulta muito a decisão se este é o software que você quer usar. É neste ponto que acreditamos que o consumidor tem algum poder. Escolha empresas que possuam práticas que você apoia. E assim ajudaremos a moldar a indústria para que seja transparente nos preços e facilite a entrada de pessoas no espaço da tecnologia da educação. Já falamos muito sobre o que as empresas de software devem fazer, mas não vamos deixar a conversa parar por aí. Os municípios também devem se mobilizar no sentido de simplificar o processo de compra para que diretores e professores tenham o software ideal. E francamente, para que as empresas de software estejam diante das pessoas que usarão de fato o seu produto. Por último, estão as questões interoperacionais. Muitas dessas empresas ainda são pequenas e novas e talvez não tenham versões compatíveis com todos os sistemas operacionais. Ou talvez haja pontos que não se conectem ou sejam compatíveis com outros softwares do mercado. Nada deve ser adquirido antes que a equipe técnica possa avaliar os requisitos técnicos mínimos, e rapidamente eles podem confirmar se vai funcionar, ou se para funcionar precisa de uma atualização, o que interfere no preço, e no tempo, ou podem dizer que não vai rodar: é Android, nós usamos Ipad, esqueça. Portanto, se você está num contexto limitado ou não tem uma equipe que possa verificar isso, pelo menos faça sua pesquisa, procure informação na internet, pressione o vendedor, se for o caso, mas certifique-se de ter a informação que precisa para saber se este software se encaixa no seu contexto.