Tempo atual:0:00Duração total:7:12
0 pontos de energia
Studying for a test? Prepare with these 4 lessons on Para professores.
See 4 lessons

Estudo de caso nº 2: Ensino na KIPP LA com o modelo Rotação por Estações

Transcrição de vídeo
ENSINO HÍBRIDO DE ALTA QUALIDADE Quando explico meu trabalho, digo que não sou professora, sou uma guia, para eles serem pessoas melhores. Às vezes, para mim, o aprendizado é secundário. Claro que o aprendizado é importante, mas chego sabendo que eles serão líderes e farão mudanças, e para isso precisam saber Matemática e medidas. E é isso que me incentiva. Meu papel como professora de ensino híbrido é diferente de três formas principais. Primeiro, passo muito tempo dando instruções a pequenos grupos, enquanto meus alunos interagem com programas de aprendizagem adaptativa. Então, eu trabalho com grupos pequenos de alunos, com quem interajo, e aumento meu impacto assim. Segundo, quando meus alunos não estão comigo, ainda passam muito tempo aprendendo. Aprendem com programas de Matemática visual e espacial. Aprendem com aplicativos que reforçam habilidades básicas, como fatos de Matemática. Então, aprendem em ritmo próprio, mesmo quando não estão comigo. Terceiro, maximizo meu impacto reunindo dados e fazendo os alunos interagirem com a tecnologia, enquanto a integramos ao currículo. Os alunos respondem a um quiz on-line, e eu tenho um feedback imediato sobre o que dominaram naquele dia. Sem ter provas. Vejo num gráfico online. E quando meus alunos publicam seus trabalhos de escrita, em vez de escreverem à caneta, eles digitam, como farão no Ensino Médio e na faculdade. Então, maximizo meu impacto através da tecnologia de várias formas. Analisando as Escolas KIPP LA, vimos que os professores estão focados em três coisas em seus novos papéis como professores de ensino híbrido. A primeira é a instrução em pequenos grupos. A segunda é incutir caráter e valores. A terceira é pegar o melhor do ensino tradicional e acrescentar ao ambiente de ensino híbrido. É fundamental a instrução em pequenos grupos. É interessante como chegaram a esse ensino híbrido focado, principalmente por questões financeiras que os obrigaram a pensar em novos modelos. É fascinante ver como adotaram essa instrução em pequenos grupos, e descobriram que dedicar esse tempo supera qualquer outra coisa que possam fazer em seu modelo educacional. Acreditamos na instrução em pequenos grupos, porque permite conversas particulares, assim podemos praticar a linguagem e repetir exercícios de determinada habilidade, assim os alunos dominam o conteúdo mais rapidamente. Muitos professores já fazem instrução em pequenos grupos ou trabalham no que chamamos de modelo de workshop. O diferente no ensino híbrido é que, em vez de fazer trabalhos e tarefas que podem ou não estar ligados às necessidades de um aluno, como os alunos trabalham online, podemos adaptar a instrução às necessidades dos alunos. Para meus alunos, é essencial que pratiquem muito a linguagem em torno do que estou ensinando. Tenho muitos alunos estudando Inglês. E, como estão em grupos pequenos, podem falar mais comigo e com os colegas, e eu consigo acompanhá-los, garantindo que usem a linguagem acadêmica como precisam. Eles também têm muito feedback. Então, posso interagir com todos os alunos durante a aula de modo individual. À medida que avançamos, vejo quais alunos dominam o conteúdo mais rapidamente e quais precisam de reforço, e posso montar um grupo de dois a quatro alunos só para trabalhar com eles e corrigir os erros que venham a ter. Assim, tenho um impacto individual forte, mesmo quando a proporção na aula é de 1 para 27. Assim, os professores veem claramente seu papel na construção do caráter e dos valores dos alunos. Não podemos pisar na escola sem entender como isso faz parte de suas almas. E ensinar coisas como empenho, determinação, valores, gana e sede de aprender é o principal dever do professor. No ensino híbrido, focar-se no caráter e nos valores é muito importante para darmos aos alunos as competências para serem independentes. A educação do caráter começa desde o primeiro dia no curso de férias. Nós focamos no caráter através dos valores. Reforçamos valores como: coragem, gana, honra e reflexão. Coragem significa correr riscos. Gana, não desistir. Honra, respeitar a si mesmo e a comunidade. E reflexão, para os mais novos, significa fazer a escolha certa. Quando não se faz a escolha certa, o que acontece com todos nós, é preciso reverter. Nós focamos nos valores e no desenvolvimento do caráter, garantindo que os alunos estejam amadurecendo social e emocionalmente. Para nós, as habilidades acadêmicas que colocarão nossos filhos na faculdade, mas não é o que os fará passar por ela. Acreditamos que é o caráter deles que fará com que consigam se formar. É interessante ver que a escola ainda dá muita instrução direta. Mostramos isso para que veja que não é uma proposta de tudo ou nada. Não precisa se converter religiosamente ao ensino híbrido. Se ainda quer a instrução direta, vá nessa. Mas, como a KIPP, faça com propósito e fidelidade. Acompanhamos uma classe da KIPP, e em todas as escolas KIPP, a instrução direta que usam é objetiva e com propósito. É essa atenção aos detalhes que mantém os alunos alertas no processo de aprendizado. No fim da aula de hoje, vão conseguir medir objetos em pés ou polegadas. Esta é a primeira tarefa. A segunda é olhar para o objeto e saber se devem medir em pés ou em polegadas. Saberão que terão êxito quando responderem a essas duas perguntas. -Prontos para detonar? -Prontos para arrasar! Ergam os lápis. Devem medir em polegadas ou pés? Pensem e sussurrem para o lápis: "Vou medir você em..." Outra coisa essencial que precisam saber antes de medir é saber qual é o ponto médio. Digam: "Ponto médio". Ponto médio! Ponto médio é essa marca aqui no meio. Entre dois números. Por que mediu seu livro em polegadas? -Porque o livro é pequeno demais. -É porque é pequeno?