Pequeno conjunto de dispositivos

Tenho poucos dispositivos em sala de aula, o que posso fazer?

Sem problemas! Seus alunos podem usar a Khan Academy de diversas maneiras. Estas são algumas sugestões aplicados por professores, apesar da limitada tecnologia.

Horário extracurricular

Se os alunos tiverem acesso a dispositivos em casa ou antes/depois da escola em um laboratório de informática, incentive-os a usar a KA fora do horário de aula.  Eles podem trabalhar de maneira independente nas missões, respeitando seu próprio ritmo, ou usá-las como um recurso de estudo autônomo quando faltarem a alguma aula, não entenderem uma lição ou quiserem sair na frente!

Estações e rotações

  • Crie estações nas quais os alunos possam se alternar. Recomendamos pelo menos 30 minutos em cada estação, assim os alunos terão tempo suficiente para realmente praticar os problemas e assistir aos vídeos.
  • Na estação da Khan Academy, os alunos podem trabalhar em suas missões correspondentes, habilidades alinhadas às aulas ou em uma combinação de ambas!
  • Durante as rotações, veja como seus alunos progridem e intervenha conforme necessário.
  • Se não conseguir ajudar os alunos enquanto eles usam a Khan Academy, incentivar a tutoria entre colegas é uma maneira de conseguir que eles se ajudem enquanto aprendem.
  • Exemplo real: ALISON, professora do 4º ano
    Alison começou sua implementação da Khan Academy com oito computadores. Ela dividiu a turma em três grupos e preparou três estações: 1) prática de habilidades específicas da Khan Academy, 2) resolução em grupo de problemas complexos de matemática, e 3) trabalho em projetos de matemática. Cada rotação durava cerca de 30 minutos, com os alunos alternando entre as diferentes estações todos os dias. Read more about Alison’s class here.

Intervenções direcionadas com minitestes

  • Use um miniteste para ver como seus alunos estão progredindo em um conceito específico.  Os alunos que precisarem de mais ajuda poderão ficar em um grupo pequeno com você, enquanto aqueles que comprovarem seu conhecimento poderão praticar habilidades mais avançadas na KA.
  • É provável que os mesmos alunos fiquem usando os computadores, por isso, tente aplicar métodos de rotatividade ou outras práticas que possibilitem oportunidades iguais de acesso.
  • Exemplo real: LINDSAY, 5º ano, CA
    Lindsay tem 8 dispositivos em sua sala. Toda semana ela cria uma lista com as habilidades da Khan Academy alinhadas às suas aulas. No início de cada dia, ela pede que os alunos façam um rápido teste. Aqueles que provam já saber o conteúdo da aula podem trabalhar em um dos computadores nas habilidades da Khan Academy que Lindsay escolheu para a semana. Aqueles que não conseguem, ficam em um pequeno grupo de aula com Lindsay. Ela também usou os computadores para ajudar os alunos com mais dificuldades a aprimorar seus conhecimentos básicos de matemática.

Arrecadação de fundos e doações

Por fim, é possível conseguir mais dispositivos por meio da arrecadação de fundos, doações e outros programas. Veja esta lista de etapas para conseguir mais tecnologia, escrita pelo professor do ensino médio, Tal Sztainer.

Quais são algumas maneiras de orientar os alunos quanto às missões?

1.  Use as missões adequadas para o nível do aluno.
  • Para os alunos que precisam de recuperação: se tiver alunos com desempenho abaixo do nível, as missões como a de Fundamentos de matemática, Aritmética ou Pré-Álgebra podem ajudar a consolidar os conceitos básicos de matemática primeiro.
  • Para os alunos com desempenho equivalente ao nível: esses alunos podem trabalhar nas missões correspondentes ao nível ou assunto em que estão para reforçar o que estão aprendendo em sala de aula e seguir em seu próprio ritmo para completar as atividades curriculares do ano.  Da mesma maneira, eles também podem usar missões como a de Aritmética e de Pré-Álgebra para consolidar seus conceitos básicos de matemática.
  • Para os alunos com desempenho acima do nível: se esses alunos quiserem verificar se estão preparados para as provas de nível ou assunto, eles poderão trabalhar com as missões de nível ou de assunto adequadas.  Se quiserem desafiar a si mesmos a aprender um conteúdo mais avançado, eles poderão explorar as missões acima do nível em que estiverem.  Além disso, eles sempre podem trabalhar em várias missões ao mesmo tempo!
2.  Ajude os alunos a definir seus próprios objetivos de conclusão de missões e faça algumas verificações esporádicas para saber se eles estão cumprindo essas metas. Por exemplo, você pode incentivá-los a concluir 50% da missão antes do término do primeiro semestre, e 100% dela antes do fim do ano.
3.  Monitore o progresso. O relatório de progresso de aluno é sua melhor alternativa para acompanhar a conclusão de uma missão dos seus alunos.
4.  Motive os alunos. Isso pode ser feito ao incentivar a conquista das metas de missão (quem não gosta de rodízios de pizza?), promover o espírito de equipe e/ou incutir mentalidades de crescimento em seus alunos. Saiba mais sobre como motivar os alunos aqui.

Dicas extras para os alunos mais atrasados

Use as recomendações de tutor para fazer sugestões adicionais personalizadas para os alunos. Faça com que eles usem as dicas e vídeos antes de recorrer à sua ajuda—seu objetivo é treinar esses alunos para serem aprendizes talentosos e autônomos, ajudando-os a tornarem-se mais confiantes em relação à habilidade de aprender matemática.

Dicas extras para os alunos mais adiantados

Incentive esses alunos a explorar o restante da missão, seguindo seu próprio ritmo. “Você também pode lhes apresentar a programação na KA. Não é necessário ter experiência em programação para isso—seus alunos terão todos os recursos de que precisam para aprender por conta própria. Também é possível envolver esses alunos em tutoria entre colegas e em alguns projetos.