Maneiras de apoiar alunos quando você não conhece o conteúdo

Alguns tutores são especialistas no conteúdo que seus alunos estão estudando e podem dar explicações e exemplos alternativos quando os alunos têm dificuldades. Contudo, nem todos os tutores têm confiança para fazer o papel de professor, e isso não é um problema! Eis algumas maneiras simples de você ajudar os alunos sem precisar conhecer o material previamente.

Aprenda com eles

A educação é um processo de aprender a aprender. Como todos temos novos desafios todos os dias, devemos ser aprendizes por toda a vida!
Assumir esse comportamento pode fazer a diferença. Pratique habilidades matemáticas, assista a vídeos, e crie programas de computador junto com seus alunos. Se você tiver tempo, também pode dar uma olhada no material antes dos seus alunos.
Você e seus alunos podem fazer perguntas uns aos outros e discutir sobre o que estão aprendendo. Essa pode ser uma excelente forma de criar vínculos. Mais importante, ouça seus alunos e trate-os como colegas.
Quando as crianças resolvem um problema de forma errada, elas não precisam que eu diga a resposta. As dicas fazem isso. Elas só precisam pensar no que deu errado e então podem seguir em frente e resolver o próximo problema.
  • Um instrutor de aulas de reforço

Seja o líder de torcida

As vezes um treinador tem mais força como torcedor. Incentivar os alunos para que "continuem o bom trabalho" ou para que "tentem de novo" ajuda na motivação. Quando os alunos tiverem dificuldades, lembre-os de assistir ao vídeo, ler as dicas e anotar as dúvidas, assim eles podem pedir ajuda a você ou a outro tutor em alguns conceitos específicos.
Quando seu aluno trabalhar uma habilidade já praticada antes, você pode perguntar o porquê de ele estar fazendo isso. ("Você está trabalhando para ganhar alguma medalha específica? Você está com medo de começar a próxima habilidade?") Com base nessas informações, você pode decidir se deve ou não incentivá-lo a mudar para a próxima habilidade.
Os relatórios são muito úteis. Eu verifico para ver quantos problemas meu filho tentou e se assistiram o vídeo. Se não vejo o símbolo da câmera, sei que ele ainda não assistiu ao vídeo, e digo para que dê uma olhada. Se eu não vejo o ponto de interrogação, sei que não usou a ajuda das dicas, então o convenço a dar uma olhada nelas.
  • Um pai de aluno da Khan Academy