If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal
Tempo atual:0:00Duração total:5:51

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, sejam bem-vindos a mais uma videoaula da Khan Academy Brasil. Nesta aula, vamos falar de vírus e viroses, e a partir disso conversar um pouco sobre medidas para prevenções de doenças. Doenças causadas por esses vírus. E esses vírus, eles são seres que não possuem células. Eles são o que chamamos de seres acelulares. Eles também são parasitas obrigatórios de outros seres vivos, ou seja, eles não conseguem multiplicar seu material genético se não estiverem dentro de outro organismo hospedeiro. Os vírus podem ser retrovírus, os que possuem RNA, mas também podem ser adenovírus, que são os vírus que possuem DNA. Os vírus possuem várias formas diferentes, mas a sua estrutura básica é composta por um núcleo, que pode ser DNA ou RNA (nunca os dois), e por um capsídeo, que é aquilo que envolve o DNA ou o RNA do vírus. Por serem parasitas, os vírus causam nos seres que estão sendo parasitados doenças que chamamos de viroses. De modo geral, elas causam mal-estar, dores, febre etc. Mas esses sintomas não são regra geral, cada virose, cada doença que os vírus causam, tem os seus próprios sintomas. Nós vamos ver alguns a seguir. A primeira virose que vamos falar é o sarampo. O vírus do sarampo se chama morbillivirus, e os sintomas dessa virose são manchas no corpo e febre. A transmissão do sarampo é através de secreções mucosas, como secreção do nariz e da boca quando falamos ou tossimos. A vacina tem que ser tomada logo na infância. E, quanto ao tratamento: não existe um tratamento próprio para o sarampo, apenas para os seus sintomas como alimentação saudável, hidratação, etc. A próxima virose que vamos ver é a caxumba. A caxumba é causada pelo vírus que chamamos de paramyxovirus. Os sintomas da caxumba são febre, dores musculares ao mastigar, fraqueza e o rosto inchado devido ao aumento das glândulas salivares. A transmissão da caxumba é pelo contato com a saliva de pessoas infectadas. Então, é muito importante não compartilhar objetos pessoais com alguém contaminado pela caxumba. A vacina contra caxumba deve ser tomada logo na infância e os tratamentos para essa virose são os remédios receitados pelo médico, repouso e hidratação. A nossa próxima doença vai ser a dengue. O vírus da dengue é o flavivírus, que é considerado um arbovírus, que é o termo designado para vírus que se transmitem para humanos através dos insetos. Os sintomas da dengue são: febre alta, dores de cabeça, cansaço, dor muscular, vômitos etc. A transmissão da dengue é feita pela picada do mosquito fêmea Aedes aegypti, que é esse mosquito da imagem característico por ser preto com listras brancas no seu corpo. Quanto a tratamento: não existe um tratamento para o vírus da dengue, apenas medicamentos para os sintomas. E é importante, então, tomar muito líquido para evitar desidratação. E alguns cuidados para nós evitarmos o mosquito da dengue é não deixar água parada acumular, pois é nesse ambiente que o mosquito da dengue gosta de se proliferar. É importante ressaltar que a dengue é uma doença muito perigosa que pode levar à morte, então é importante nunca se automedicar. Aos primeiros sintomas de dengue, procure um médico; que ele, sim, vai saber o que fazer. Nunca se medique antes de consultar o médico. Nossa próxima doença viral é a chikungunya, que também é transmitida pelo mesmo mosquito que transmite a dengue, o Aedes aegypti. Sendo assim, o vírus da chikungunya é o vírus alphavirus, e ela vai ser uma doença muito semelhante à dengue. Os sintomas são febre, dores de cabeça, cansaço, enjoos etc; mas diferente da dengue, na chikungunya, nós vamos ter inchaços, vermelhidão e dores nas juntas, porque é onde o vírus mais ataca, nas juntas do corpo. A transmissão, como eu já havia dito, é igual à transmissão da dengue, que é através da picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti. O tratamento para esta doença vai ser um tratamento semelhante ao da dengue. Lembrando que nunca devemos nos automedicar, sempre procurar um médico aos primeiros sintomas, seja ele sintomas do sarampo, da caxumba, da dengue, ou da chikungunya. E isso é tudo para essa aula. Lembrando que existem vários outros tipos de viroses; esses foram só alguns exemplos. Espero que tenham entendido tudo e a gente se vê na próxima aula.