If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Transcrição de vídeo

RKA - Olá, alunos da Khan Academy Brasil! Hoje, nós iremos falar um pouco sobre resíduos e seus descartes. Eu começo essa aula mostrando para vocês a imagem de um saco de lixo e perguntando para vocês: a aula não é sobre resíduos? Por que estou falando de lixo? O lixo nada mais é do que resíduo sólido. Esse resíduo pode vir de várias formas mas, em casa, aquela comida que você acabou e não comeu, aquele pedaço de papel, papelão, vidro, tudo isso são resíduos sólidos, e eles são considerados lixos. A gente tem que tomar muito cuidado porque um dos maiores problemas com o lixo é o descarte inadequado desse lixo. Não podemos, simplesmente, pegar um papel e jogar em qualquer lugar ou pegar um vidro e jogar pela janela, por exemplo. Isso não é possível, não podemos fazer isso, pode prejudicar o resto da sociedade. Nós temos uma forma certa de armazená-los, temos uma forma certa de descartá-los, e eles vão para determinados locais que cuidam desse lixo para a gente. Para vocês terem uma ideia, no Brasil, temos o consumo de mais ou menos 600 gramas de lixo por dia por pessoa e quando a gente coloca isso em um total da sociedade brasileira, temos 241 mil toneladas de lixo sendo criadas por ano, sendo que, dessas 241 mil, 90 mil são de casas populares como as nossas. Precisamos destacar nessa aula, um desenho da Disney muito famoso, Walle. Walle é um desenho que passa em um futuro distante e fala que a sociedade criou tanto lixo que teve que sair do planeta. Para vocês terem uma ideia, isso aqui é uma imagem do próprio filme, olha a quantidade de lixo abarrotado e em pilhas. Ao final dessa aula, eu vou mostrar para vocês como isso pode acontecer ou não pode acontecer. Mas, antes, eu quero falar um pouco para vocês sobre as classificações dos lixos. Os lixos podem ser considerados lixos residenciais, e estão em uma esfera onde a gente pode encontrar comidas, papéis, plásticos, vidros ou lâmpadas que você utiliza em casa. Essas pequenas coisinhas que a gente usa no dia a dia dentro das nossas casas. Ele pode ser um lixo comercial, onde nós temos caixas, comidas de forma industrial que você come restaurante, coisas químicas. Podemos ter lixos públicos, aqueles que estão na rua, na via pública. Então, nós temos entulhos, lixos de varrição, aquele que os garis vão varrendo, móveis que são descartados irregularmente, por exemplo, e nós temos também lixos de fontes especiais, como, por exemplo, lixos industriais como seringas, remédios, coisas que não têm a ver com esses três primeiros. Esses lixos de fontes especiais podem englobar a área agrícola, hospitalar, industrial ou, até mesmo, a parte viária que é a parte das ruas. Só que o lixo não é o único tipo de resíduo que existe, eu comentei, no começo da aula, que o lixo é um resíduo sólido, então, vou mostrar para vocês os tipos de resíduos que existem. O primeiro deles é o tipo de resíduo da classe A, esses resíduos são chamados de resíduos infectantes, como gases, curativos, eles têm geralmente esses símbolo que está aparecendo na tela de vocês. Os da classe B são os resíduos do tipo químico, coisas usadas em indústrias químicas que podem causar algum problema inclusive a morte. Eles geralmente estão utilizando esse símbolo aparecendo na tela de vocês. Os da classe C são chamados resíduos radioativos, o próprio nome já diz, são coisas que emitem algum tipo de radiação, que pode danificar o nosso organismo. Eles geralmente têm essa imagem aqui. Os da classe D são resíduos comuns, aqueles que a gente geralmente considera como lixo que podem ser reutilizáveis ou não, mas, o que a gente considera como lixo e, geralmente, ele usa esse símbolo aqui. Por fim, nós temos a classe E, que são os resíduos perfurocortantes, eles são do mesmo símbolo da classe A mas, sempre vão estar escrito em baixo que são perfurocortantes. São lixos como agulhas, seringas, bisturis, coisas que podem cortar você com a manipulação desse lixo. Outra parte importante que a gente vai falar é a tipologia dos resíduos sólidos. Vale destacar que os resíduos sólidos são, também, chamados de lixo. Então, entendam que resíduos de modo geral não são, necessariamente, lixos, mas, os resíduos sólidos, esses sim, a gente considera como lixo. Pensando nisso, a gente vai fazer a tipologia destes resíduos sólidos ou a tipologia dos lixos. Nós temos os lixos da classe A que são os lixos recicláveis como entulhos, terras, vegetação, coisas que podem ser reutilizados em obras. Temos da classe B, que são também lixos recicláveis mas, que não podem ser utilizados em obras como garrafas plásticas, papéis, vidros etc. Temos da classe C, que são lixos que não são reutilizáveis, ou recicláveis, ou eles não são, financeiramente bons para você reciclar ou reutilizar, por exemplo, resíduos como gesso, cimento são dessa classe. Por fim, os da classe D, que são lixos perigosos, como tintas e solventes, mas, para combater todo esse desperdício, o mundo criou algumas formas de a gente combater isso e melhorar a forma de lidar com o nosso lixo. E essa forma vai passar por uma determinada quantidade de "R's". Atualmente, nós temos cinco "R's": Reduzir, Repensar, Reaproveitar, Reciclar e Recusar. Antigamente, a gente só utilizava os "R's" Reduzir, Reaproveitar e Reciclar, hoje, nós temos esses cinco. Então, pensa comigo, nós temos que reduzir a quantidade de lixo, temos que repensar a forma de utilizar esse lixo, temos que reaproveitar tudo aquilo que der para ser reaproveitado, ou seja, pegar um pote de maionese que vocês utilizaram, ao invés de jogar fora, utiliza-lo para colocar outras coisas dentro, por exemplo. Temos que reciclar o que der, pegar folhas, papéis e transformar em novos papéis, por exemplo, e, quando possível, devemos recusar produtos de grande impacto ambiental. E como a gente resolve o problema do lixo? Quais são os tratamentos para esse lixo? Primeiro, nós temos um tipo de reciclagem que se chama reciclagem energética. A reciclagem energética, basicamente, é você pegar o lixo e transformá-lo em algum tipo de energia. Por exemplo, incinerando-o, fazendo com que ele pegue fogo, aumente a temperatura, e gere, por exemplo, energia em usinas termoelétricas. Uma outra forma seria fazer a reciclagem de forma orgânica. Essa reciclagem deve ser feita usando composteiras, por exemplo, ou se não, devemos fazer a reciclagem industrial. A reciclagem industrial pega um tipo de lixo e transforma em um ou outro produto, uma outra coisa completamente diferente. E na sua casa? No seu colégio? No seu prédio? O que você pode fazer? Uma boa forma de ajudar na prevenção do lixo é se você usar essas lixeiras. Essas lixeiras são lixeiras especificamente para a reciclagem e elas têm cores diferentes. Essas cores vão separar os materiais para ajudar na hora da reciclagem. Por exemplo, o plástico tem a cor vermelha, o papel tem a cor azul, o metal tem a cor amarela, o vidro a cor verde, e daí a gente tem outros dois que, geralmente, não são tão comuns que é o marrom para o orgânico e o cinza para aqueles produtos que não podem ser reutilizáveis ou recicláveis. Assim, você consegue ajudar o mundo a melhorar. Eu espero que vocês tenham gostado da aula, e eu vou ficando por aqui. Muito obrigado!