If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Processos de reciclagem | Parte II

Nesta videoaula apresentamos o processo de reciclagem do plástico, do papel e do alumínio. Mostramos também, a título de curiosidade, como fazer papel reciclado em casa.

Quer participar da conversa?

  • Avatar blobby green style do usuário angelost89113
    a que temperatura o aluminio derrete?
    (4 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
  • Avatar blobby green style do usuário angelost89113
    como transformam latinha de refrigerante em metal de novo?
    (4 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
  • Avatar blobby green style do usuário souzaazevedojulia
    nos separamos o lixo reciclável do não reciclável, mais quando o caminhão de lixo coloca o lixo lá dentro o lixo estará misturado lá dentro novamente não estará?
    (2 votos)
    Avatar Default Khan Academy avatar do usuário
Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.

Transcrição de vídeo

RKA6MP - Olá, meu amigo ou minha amiga! Tudo bem com você? Seja muito bem-vindo ou bem vinda a mais uma aula de ciências da natureza. Nesta aula, vamos conversar sobre os processos de reciclagem do plástico e do alumínio. Quando nós separamos os materiais que podem ser reciclados em nossa casa, eles costumam ser enviados para a associação de catadores, empresas de coleta seletiva ou sucateiros. É por isso que você precisa destinar corretamente suas embalagens plásticas para ajudar nesse processo. Em seguida, é feita uma triagem do material, onde os plásticos são separados por tipos. Cada tipo pode sofrer uma nova seleção. O PET, por exemplo, pode ser separado por cor, já que, ao fazer isso, ele vai ter um maior valor num processo de venda. A triagem é muito importante para começar a valorizar o material que será reciclado. A partir daí, o plástico passa por um moinho de facas, onde ele é moído. Depois, esse material é lavado e passa por um processo de secagem. Nesta etapa, alguns plásticos já costumam ser vendidos, mas, para alguns, continuam o processo para terem mais valor na hora da venda. Seguindo, os plásticos moídos passam por um aglutinador, que aquece e resfria o plástico fazendo eles ficarem bem densos para entrar na extrusora, um equipamento que vai fundir o plástico, ou seja, derrete-lo. Assim, eles vão ficar bem homogêneos, para depois serem transformados em tiras, que são conhecidas como espaguete, justamente por eles terem um formato bem parecido com o macarrão espaguete. Por último, o espaguete é resfriado, picotado e ensacado para ser encaminhado para a fábrica de artefatos plásticos. E o que acontece depois? O plástico reciclado é utilizado para atender algum objetivo. O plástico reciclado serve para as aplicações mais diversas, podendo ser utilizado puro, misturado com resina virgem, e até mesmo com outros materiais. As aplicações mais as comuns são: embalagens, utensílios domésticos, tubos de conexão, peças de calçados, sacos plásticos, peças automotivas, componentes para eletrodomésticos, revestimentos, tecidos e muitos outros. A cada dia são descobertas novas aplicações para os plásticos reciclados. Existem outras formas de reciclar o plástico. Aqui eu te mostrei apenas uma forma, que é a forma mais comum. Agora que você já viu o processo de reciclagem do plástico, que tal a gente ver o processo de reciclagem do alumínio? Assim como ocorre com diversos outros materiais, o alumínio também pode ser reciclado. O legal é que ele pode ser reaproveitado diversas e diversas vezes e isso sem perder qualidade, o que é muito importante. Mas vamos observar as etapas da reciclagem do alumínio. O processo leva entre 40 e 45 dias, e que engloba a coleta, a reciclagem em si e o retorno como um novo produto. Inicialmente, assim como aconteceu com plástico, o alumínio é recebido por ONGs, cooperativas ou catadores que recolhem o material que, em sua maioria, é latas de cerveja e de refrigerante. Em seguida, é feita a retirada de impurezas, como canudos plásticos e areia. Após esse processo, todo o material é prensado e separado em fardos, que serão transportados até os centros de fundição, locais especiais que irão derreter o alumínio. Ao chegar em um desses centros é realizada uma nova triagem para verificar o material, inclusive se existe algum material radioativo entre eles. Após esse processo, os fardos de alumínio são prensados e tratados quimicamente, para que seja feita a retirada de tinta e verniz, algo que é muito comum em latinhas. Agora sim, o alumínio está pronto para ser derretido. Esse processo é feito com a ajuda de um forno especial em um processo conhecido como fundição. Após ser derretido, o alumínio é verificado e, depois, vai passar a ter um formato de lingotes, aquele formato que lembra de uma barra de ouro. Sabe o que estou falando? Depois, eles serão transformados em lâminas, para, no futuro, ser comercializado para indústria do alumínio. O legal a respeito da reciclagem do alumínio é que ele pode passar por esse processo inúmeras vezes sem perder qualidade. Além disso, todo esse processo gasta 95 por cento menos energia que o processo de produção inicial. Bem, meu amigo ou minha amiga, espero que você tenha compreendido tudo direitinho. E, mais uma vez, eu quero deixar para você um grande abraço! Até a próxima!