If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Transcrição de vídeo

RKA6MP - Fala aí, meu amigo ou minha amiga! Tudo bem com você? Seja muito bem-vindo ou bem-vinda a mais uma aula de ciências da natureza. Nesta aula, vamos conversar sobre os microscópios e as lupas, que são equipamentos que nos ajudam a enxergar coisas tão pequenas que, normalmente, não conseguiríamos enxergar. Mas, antes de falar sobre eles, é importante a gente conversar um pouco sobre os objetos e seres microscópicos e também sobre os limites dos nossos olhos. Os nossos olhos são órgãos que são sensíveis à luz. É devido a essa sensibilidade que conseguimos enxergar tudo à nossa volta. Porém, apesar de nossa capacidade de enxergar os objetos, as suas cores e até mesmo os tons dessas cores, não somos capazes de enxergar coisas muito pequenas. Os objetos e seres que são muito pequenos e não conseguimos enxergar naturalmente com os nossos olhos são chamados de microscópicos. Você deve estar se perguntando agora: "Por que precisamos enxergar objetos e seres tão pequenininhos assim?". A principal importância, meu amigo ou minha amiga, está relacionada com o estudo das células do nosso corpo, e também diversos seres que podem entrar em nosso organismo e afetá-lo de alguma forma. Esses seres, inclusive, são chamados de micro-organismos. Os micro-organismos são seres que não possuem características animais, vegetais ou minerais, mas existem diferentes tamanhos e formatos. O legal é que alguns são benéficos ou úteis de alguma forma, por exemplo, os utilizados para preparar alimentos como iogurte ou, ainda, os utilizados pela indústria farmacêutica como fonte de antibióticos. Porém, existem micro-organismos que são prejudiciais, que podem provocar doenças e, em alguns casos, podem levar à morte. Eles estão em diversos lugares, por exemplo, no ar, na água, no solo, em diversas partes do nosso corpo, incluindo o nariz, o cabelo, a boca e em vários outros lugares. Mas, como eu disse, não podemos enxergá-los normalmente com os nossos olhos. O caso é que, devido a isso, os micro-organismos provocaram doenças e morte por muito tempo na história humana. Foi apenas com a invenção e desenvolvimento de aparelhos especiais que pudessem ampliar a nossa capacidade de visualização, que conseguimos vê-los e estudá-los e, assim, encontrar as melhores maneiras de lidar com eles. Mas que aparelhos especiais são esses? Estou falando da lupa e do microscópio. Inicialmente, vou conversar com você sobre a lupa, porque é mais fácil de entender e também porque elas não possuem a mesma capacidade do microscópio. Além disso, apesar de elas também servirem para ampliar a nossa capacidade de visualização, elas não são capazes de nos mostrar os micro-organismos. Mas então para que elas servem? Para ampliarem objetos e seres que são pequenos e que, por mais que a gente consiga vê-los, só com os nossos olhos, a gente não consegue enxergar muitos detalhes. Por exemplo, a gente consegue ver uma formiga com os nossos olhos, mas a gente não consegue ver muitos detalhes dela. Com a ajuda de uma lupa, a gente consegue ampliar a visualização da formiga e, com isso, obter uma imagem bem maior dessa formiga. Desta forma, a gente é capaz de enxergar detalhes que antes não conseguiria. A lupa também é utilizada por pessoas que trabalham com peças pequenas, como as peças de um equipamento eletrônico. Isso facilita, e muito, para conseguir trabalhar com esses equipamentos e ter uma imagem ampliada das peças ou das pequenas partes de um aparelho. Ela também é utilizada por pessoas que trabalham com joias, pois, assim, a lupa amplia a imagem dessa joia e, aí, a pessoa consegue fazer detalhes ou até mesmo conferir se a joia é original ou não. Enfim, meu amigo ou minha amiga, sempre que uma coisa é pequena, e você quer ampliá-la para obter uma imagem maior, você pode utilizar uma lupa. Mas como a lupa é feita? Ela funciona de que forma? A lupa é um instrumento óptico de observação que possui uma lente convergente, que serve como lente de aumento. Ou seja, se você colocar a lupa entre os seus olhos e um objeto, a lupa vai gerar uma imagem ampliada desse objeto. É assim que você consegue ver detalhes de um objeto que não conseguiria ver a olho nu, ou seja, sem nada entre o objeto e os seus olhos. Agora que já conversamos sobre a lupa, podemos falar sobre o microscópio, e esse sim é um equipamento muito interessante. A história do microscópio meio que faz parte da história da biologia, principalmente a parte da biologia que estuda as células do nosso corpo e de outros organismos. De acordo com alguns estudos históricos, o microscópio foi inventado no final do século XVI, por Hans Janssen e seu filho Zacharias, dois holandeses que fabricavam óculos. Tudo indica, porém, que o primeiro a fazer observações microscópicas de materiais biológicos foi o cientista holandês Antonie Van Leeuwenhoek. Leeuwenhoek contribuiu, e muito, com o melhoramento do microscópio, que possuía uma única lente pequena e quase esférica. Em aparelhos como esse, ele observou detalhadamente diversos tipos de materiais biológicos, tais como: o embrião de plantas, os glóbulos vermelhos do sangue e os espermatozoides presentes no sêmen dos animais. Foi Leeuwenhoek que também descobriu a existência dos micróbios. Atualmente, a gente não utiliza mais esse termo, mas era dessa forma que os seres microscópicos eram chamados antigamente. Atualmente, esses seres microscópicos são chamados de micro-organismos. Enfim, de lá para cá, os microscópios sofreram algumas mudanças e aperfeiçoamentos. Mas, como, exatamente, funciona o microscópio óptico? O microscópio óptico é todo microscópio que só faz uso de lentes para ampliar a imagem de um objeto. Quando estamos falando de um microscópio óptico, podemos ter um microscópio simples e um microscópio composto. O microscópio simples é basicamente uma lupa, pois utiliza apenas uma lente convergente de aumento para ampliar a imagem de um objeto. Já o microscópio composto pode ser formado por várias lentes que funcionam de forma combinada, a fim de focalizar um objeto e ampliar a sua imagem. O microscópio composto pode ser formado por várias lentes, mas o modelo mais simples é formado por 2 lentes convergentes. A primeira lente fica próxima ao olho do observador, devido a isso, ela recebe o nome de lente ocular. Já a segunda lente fica próxima ao objeto a ser observado, é por isso que essa lente costuma ser chamada de lente objetiva. Um detalhe importante é que, ao colocar essas lentes juntas em um sistema e posicioná-las de forma correta, teremos a ampliação do objeto. Porém, essa imagem formada será invertida. Os microscópios mais recentes utilizam ainda outras lentes para acertar a imagem e encontrar uma imagem voltada para o mesmo lado que o objeto. Enfim, meu amigo ou minha amiga, nesta aula aqui você conheceu os instrumentos ópticos que têm como objetivo ampliar a imagem de objetos ou seres que a gente não consegue enxergar com os nossos olhos ou, mesmo que consiga enxergar, eles são muito pequenos para que a gente consiga ver pequenos detalhes. Espero que você tenha compreendido tudo direitinho. Mais uma vez, quero deixar para você um grande abraço! Até a próxima!