If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Glóbulos vermelhos

Nesta videoaula apresentamos os glóbulos vermelhos, eritrócitos ou hemácias, destacando sua estrutura e funções.

Transcrição de vídeo

RKA12 - Olá, meu amigo ou minha amiga! Tudo bem com você? Seja muito bem-vindo ou bem-vinda a mais uma aula de ciências da natureza! E, nesta aula, nós vamos conversar sobre os glóbulos vermelhos, que são estruturas presentes no sangue e que são responsáveis pelo transporte de oxigênio para os tecidos do nosso organismo. Mas antes de falar sobre os glóbulos vermelhos é legal a gente conversar sobre o sangue. Você sabe o que é o sangue? O sangue é um tecido composto por diversas células e é extremamente fundamental para a vida. Afinal, sem o sangue, não teríamos como viver. A circulação do sangue pelas veias, artérias e capilares acontece devido às batidas do coração. O coração é como se fosse uma bomba natural para o sangue e, ao agir como uma bomba, faz com que o sangue percorra todo o nosso corpo, transportando oxigênio, nutrientes e hormônios para todas as células do corpo. Você sabe do que o sangue é composto? O sangue é composto por uma parte líquida e uma parte sólida. A parte líquida é chamada de plasma, e contém água, proteínas, enzimas e sais minerais. Já a parte sólida, que são as células, é formada por hemácias, leucócitos e plaquetas. Eu não vou conversar aqui sobre todos os componentes do sangue agora, já que o nosso objetivo é conversar unicamente sobre as hemácias. E você sabe o que são as hemácias? As hemácias são células circulares presentes no sangue e também são conhecidas como glóbulos vermelhos ou eritrócitos. E, como eu já falei, o principal objetivo delas é transportar o oxigênio e também o gás carbônico no sangue. E como é formada uma hemácia? Bem, a hemácia, ou o glóbulo vermelho, é formada por hemoglobina e por globulina. A hemoglobina é uma proteína vermelha que contém ferro e sua função é transportar oxigênio no sangue. Já a globulina, que também é uma proteína, também ajuda no transporte, mas também [ajuda] um processo muito importante: a coagulação do sangue. Um detalhe importante é que a quantidade de hemácias presentes no sangue de cada ser humano é variável. Por exemplo, nas mulheres adultas são aproximadamente 4,8 milhões de hemácias por cada milímetro cúbico de sangue, enquanto que nos homens adultos há aproximadamente 5,5 milhões por milímetro cúbico de sangue. Percebeu como o número é alto? Isso significa que existem muitas hemácias no sangue. E isso é bom! Agora, você sabe como as hemácias são produzidas? O processo de produção da hemácia é chamado eritropoiese, e ele ocorre na medula óssea. O processo de produção começa através de uma célula-mãe, que gera quatro células. Aí ocorre a síntese do material genético e também da hemoglobina. Além, é claro, da absorção do ferro. Assim, em um período de três dias, surgem hemácias maduras e sem núcleo. A partir daí, essas novas hemácias, ou glóbulos vermelhos, vão atuar como reservas de energia que serão responsáveis pelo transporte de oxigênio e gás carbônico, e viverão no organismo por cerca de 120 dias. Enfim, meu amigo ou minha amiga, eu espero que você tenha compreendido tudo aqui direitinho sobre as hemácias (ou os glóbulos vermelhos). E, mais uma vez, eu quero deixar aqui para você um grande abraço e até a próxima!