If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Transcrição de vídeo

RKA - Olá! Sejam bem-vindos a mais uma videoaula da Khan Academy Brasil. Na aula de hoje, falaremos sobre o assunto que todo mundo gosta, falaremos sobre comida. Mais precisamente, falaremos sobre a classificação dessas comidas e a sua importância para uma alimentação saudável. Bom, para começo de conversa, para termos uma boa saúde é muito necessário ter uma alimentação saudável e balanceada. Devemos sempre comer de tudo um pouco, pois é através dos alimentos que nosso corpo receberá os nutrientes que ele precisa para o bom funcionamento. Então, a palavra-chave da nossa aula de hoje vai ser "nutrientes". Nós vamos ver o que eles são e como eles funcionam no nosso organismo. Bom, por definição, nutrientes são os componentes ou substâncias com estruturas químicas definidas. Eles são capazes de desempenhar o processo de manutenção do organismo, fornecendo energia, auxiliando no crescimento, e no bom funcionamento do nosso corpo. Os nutrientes também podem ser classificados quanto a alguns fatores. O primeiro fator de classificação é o fator de "origem". Quanto à origem, nós temos duas classificações para os nutrientes, que são elas: nutrientes orgânicos e nutrientes inorgânicos. Outro fator de classificação é quanto à "função" desses nutrientes. E quando falamos de função, os nutrientes possuem três classificações, que são elas: nutrientes energéticos, nutrientes plásticos e, por último, nutrientes reguladores. O terceiro fator de classificação vai ser a sua "composição química". E por composição, nós vamos ter vários tipos de nutrientes. Alguns desses exemplos são: os minerais, as proteínas, lipídios, e etc. E a sua última forma de classificação é de acordo com a sua "necessidade". De acordo com a sua necessidade na nossa alimentação. E de acordo com esse fator, nós temos dois tipos de nutrientes: os macronutrientes e os micronutrientes, sendo que os macronutrientes são os nutrientes mais necessários, e os micronutrientes são os menos necessários, mas isso não significa que o micro seja menos importante que o macro, os dois têm a mesma importância, só que alguns são menos necessários do que outros. Agora que já falamos sobre os nutrientes, vamos começar a falar sobre a segunda parte da nossa aula, que vai ser sobre os alimentos. Bom, por definição, os alimentos são substâncias que podem ser sólidas ou líquidas. E eles vão possuir um ou mais nutrientes em sua composição. E esses nutrientes, quando forem digeridos pelo nosso corpo, vão realizar funções importantíssimas no nosso organismo. E essas funções que os nutrientes adicionam aos alimentos, vão separar eles em três categorias, onde cada uma representará uma função diferente no nosso organismo. E a primeira delas são os alimentos "plásticos", ou "construtores". Eles promovem a construção e renovação de tecidos. Os nutrientes responsáveis por isso são as proteínas e os lipídios, e os alimentos onde encontramos esses lipídios e proteínas são as carnes, ovos, leite, arroz e feijão. E a segunda delas vão ser os alimentos "energéticos". Eles fornecem energia para o corpo, e os nutrientes responsáveis por isso são os carboidratos e os lipídios. Nós encontramos esses carboidratos e lipídios em pães, macarrão, batata, e etc. E a última delas vão ser os alimentos reguladores. Esses alimentos promovem a prevenção contra as doenças nosso corpo, eles regulam as reações químicas das células também. E os nutrientes responsáveis por isso são os minerais, as vitaminas e proteínas. Nós encontramos esses nutrientes na água, principalmente os minerais. Já na carne, ovos, queijos e vegetais, vamos encontrar as vitaminas e proteínas necessárias. Agora que já entendemos como os alimentos e os nutrientes funcionam juntos no nosso organismo, chegamos a um assunto muito importante, um assunto sobre a alimentação equilibrada. Bom, uma alimentação equilibrada é uma dieta que oferece ao organismo os nutrientes que ele necessita para funcionar. E quando falamos de equilíbrio, não estamos dizendo sobre não comer gorduras, ou muito doce, estamos falando de consumir o necessário das alternativas saudáveis de cada grupo alimentar. Para a gente começar a entender melhor sobre isso, eu trouxe aqui uma "pirâmide alimentar". Uma pirâmide alimentar é uma pirâmide que põe, em gráfico, os alimentos necessários para nossa saúde. Ela divide os alimentos em grupos, sendo que vão da base, dos mais necessários, até os menos necessários. Aqui no nosso grupo 1, a base da nossa pirâmide, nós vamos ter os carboidratos. Esses alimentos são os que fornecem energia para o nosso corpo. Quando os consumimos, os carboidratos viram açúcar no nosso sangue. E aqui na nossa imagem, como exemplo, nós temos os pães, trigo, batata e o milho. Já no grupo 2, o grupo acima da nossa base, nós vamos ter as verduras e legumes. Estes alimentos são ricos em fibras, vitaminas e minerais, e eles ajudam muito no funcionamento do corpo. Aqui no nosso exemplo, nós vamos ter os tomates, cenouras, berinjelas, abóboras e brócolis. Já no grupo 3, que divide o mesmo espaço que o grupo 2 da nossa pirâmide, nós vamos ter as frutas. As frutas também são outra fonte de fibras, vitaminas e minerais. Aqui no nosso exemplo, nós temos as uvas, kiwi, laranja, bananas e uma melancia. Agora, mais para cima da pirâmide, nós temos o grupo 4, o grupo do leite e seus derivados. Eles são fonte de cálcio, que é muito essencial para a formação dos nossos ossos e dentes. E aqui, no exemplo, temos o queijo, que é um derivado do leite, e o próprio leite de vaca. Agora, o grupo 5, que é um grupo que também divide o mesmo espaço que o grupo 4 na pirâmide, nós temos as carnes e os ovos. Eles são fontes de proteína animal. Então, nós temos o ovo, que vem da galinha, nós temos o peixe, a carne de vaca e a carne do frango. Já o grupo 6, que também está na mesma divisão que o grupo 4 e o grupo 5 na pirâmide, nós temos as leguminosas e as oleaginosas. Elas também são fontes de proteína, mas elas são a proteína vegetal, como o grupo 5 é animal, ele é o vegetal. Agora, no topo da nossa pirâmide, nós temos o grupo 7, que é o grupo dos óleos e gorduras. Eles são fontes de energia, mas também são muito ricos em caloria. O seu consumo deve ser muito moderado. E como exemplo, nós temos a manteiga e o azeite. Já no grupo 8, o nosso último grupo da pirâmide que também divide o topo com grupo 7, nós temos açúcares e doces. Eles são alimentos ricos em carboidratos, e nós chamamos eles de "alimentos energéticos extras", mas esses alimentos devem ser muito mais controlados. Aqui em cima, nós temos um bolo e o sorvete. E assim, nós encerramos nossa aula de hoje. Recapitulando que falamos sobre alimentos, nutrientes e sobre uma alimentação equilibrada. E usamos a pirâmide alimentar para exemplificar tudo isso. Espero que tudo tenha ficado muito bem entendido. A gente se vê na próxima, e até mais!