If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se você está atrás de um filtro da Web, certifique-se que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Conheça Syud Momtaz Ahmed

Conheça Syud Momtz Ahmed, cientista da 3M e tocador de tabla!

Oi, eu sou Syud Momtaz Ahmed!

Com o que você trabalha?

Atualmente, eu trabalho como Cientista Sênior na 3M. Minha função é desenvolver novos produtos e tecnologias que impactem o mercado de Segurança e Gráficos. Alguns dos produtos com os quais trabalhamos são voltados para a proteção pessoal; segurança no trânsito e produtos de segurança; folhas e sistemas de gráficos comerciais; superfície arquitetônica e soluções de iluminação; produtos de limpeza e proteção para estabelecimentos comerciais, grânulos de telhados para telhas asfálticas, e soluções de rastreio e localização.
Nesse período em que trabalho aqui na 3M, ajudei a comercializar inúmeros produtos que você pode encontrar todos os dias—revestimentos de piso que você pode encontrar na sua mercearia favorita, pois o piso é de fácil manutenção e tem boa aparência; um limpador de vidros que pode ser usado em sua escola, e até um revestimento antideslizante destacável, que garante que você não vai escorregar no piso molhado quando estiver andando pelo shopping.

Como foi que você começou a se interessar por química, e o que estudou?

Quando eu era pequeno, eu adorava brincar com Legos. O fato de conseguir juntar várias peças e dar forma a coisas que eu tivesse imaginado não só era fascinante, como também revigorante. Foi na minha primeira aula de química orgânica da faculdade que eu comecei a relacionar a química ao meu gosto por Legos - por meio da química, eu percebi que ainda podia criar algo tangível com base em minha visão. Apenas, neste caso, os blocos de construção era moléculas ou átomos. Isso foi muito emocionante!
Eu concluí meu bacharelado em química e matemática na Universidade de Wabash em Indiana, e fui fazer doutorado em química na Universidade de Cornell em Ithaca, NY. Quando terminei os estudos, percebi que queria usar a minha formação para criar coisas que tivessem aplicação no mundo real, e esse é o principal motivo de eu ter escolhido minha carreira atual. Eu acho muito emocionante andar em um aeroporto, hotel, escola ou mercearia e ver produtos que eu criei/ajudei a criar sendo usados e fazendo a diferença na vida das pessoas.

O que você gosta de fazer no seu tempo livre?

Música é uma parte importante da minha vida. Eu toco tabla, um instrumento de percussão sul-africano, desde pequeno e aproveito todas as oportunidades para tocar. Antes, eu acompanhava muitos artistas famosos, amigos e bandas (especificamente, uma banda chamada AJOB) no meu país de origem, Bangladesh. É meu hobby preferido.
Tocando a tabla!
Eu também adoro andar de bicicleta—sempre que posso, eu tento fazer passeios de bicicleta ao redor de alguns lagos das Cidades Gêmeas. Eu já fiz um passeio do século com meus amigos quando estava em Ithaca (um passeio do século é um circuito de 100milhas ou mais). Normalmente, faço passeios de bicicletas de 25 a 50 milhas, a uma velocidade moderada.

Qual conselho você daria para as pessoas interessadas em estudar química?

A verdadeira beleza da química é poder aprender por meio de experimentos e desenvolvendo pesquisa—se você realmente tem interesse em química, eu sugiro que você converse com seus professores (e, em alguns casos, com um adulto) na escola/em casa para ver se há algum experimento (seguro) que vocês possam tentar fazer juntos, ou converse com professores de química de uma faculdade/universidade próxima e saiba mais sobre a pesquisa que fazem em seus laboratórios. Você pode até conversar com um químico que trabalhe em uma empresa para saber o que eles fazem. Essa exposição vai ajudá-lo a entender melhor a essência da química e sua aplicação no mundo real.
Tax no laboratório, preparando experimentos!
Demonstrando a verdadeira beleza da química: aprender por meio de experimentos e fazendo pesquisa no laboratório!

Quer participar da conversa?

Você entende inglês? Clique aqui para ver mais debates na versão em inglês do site da Khan Academy.